Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10188
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 28-Jun-2018
metadata.dc.creator: MENDONÇA, Marcelly de Figueiredo
metadata.dc.description.affiliation: UNAMA - Universidade da Amazônia
metadata.dc.contributor.advisor1: MACÊDO, Alcebíades Negrão
Title: Substituição parcial do cimento portland por cinzas de Bambu (Bambusa Vulgaris)
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: MENDONÇA, Marcelly de Figueiredo. Substituição parcial do cimento portland por cinzas de Bambu (Bambusa Vulgaris). 2018. 96 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil. Belém, 2018. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10188>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A substituição parcial do cimento Portland por resíduos industriais ou materiais de origem natural com fonte renovável é um meio que já vem sendo utilizado para minimizar os impactos ambientais gerados durante sua fabricação, tais quais a emissão de CO2, alto gasto energético e exploração das jazidas de calcário. A substituição parcial desse aglomerante pode melhorar, ainda, certas propriedades de concretos e argamassas e reduzir o custo de produção. Nesse contexto, o bambu surge como um material com potencial para utilização de suas cinzas em substituição parcial ao cimento Portland, como adição mineral do tipo pozolânica, por ser um material natural com fonte renovável e rápido crescimento. Diante disso, o objetivo desse trabalho é avaliar a utilização de cinzas do colmo do bambu (Bambusa Vulgaris) como substituição parcial do cimento Portland. Para tal foram produzidas cinzas do colmo do bambu em três temperaturas de calcinação: 500ºC, 600ºC e 700ºC. A cinza produzida a 600ºC obteve índice de desempenho com o cimento Portland aos 28 dias superior ao estabelecido pela NBR 12653 (ABNT, 2014). Avaliou-se a hidratação do cimento Portland parcialmente substituído por essa cinza, em proporções de 0%, 6%, 10% e 14% e foi constatado a diminuição da concentração de hidróxido de cálcio, sendo mais expressiva com a incorporação de 10% de cinzas. Argamassas com as mesmas proporções de substituição foram avaliadas no estado fresco e endurecido. A consistência no estado fresco manteve-se constante, enquanto que a resistência à compressão, no estado endurecido, sofreu acréscimo entre 10 e 15% com a adição das cinzas. Portanto, foi concluído que a substituição parcial do cimento Portland por cinzas do colmo do bambu calcinadas a 600ºC apresentou benefícios às amostras estudadas, características de materiais considerados pozolânicos.
Abstract: The partial replacement of Portland cement for industrial waste or materials of natural origin with renewable source is a way that has already been used to minimize the environmental impacts generated during its manufacture, such as CO2 emission, high energy expenditure and exploitation of the limestone deposits. The partial replacement of this binder can further improve certain properties of concrete and mortars and reduce the cost of their production. In this context, bamboo appears as a material with potential to use its ashes in partial replacement to the Portland cement, because it’s a natural material with renewable source and fast growth. Therefore, the objective of this paper is to evaluate the use of bamboo stem ashes (Bambusa Vulgaris) as partial replacement of Portland cement. For that, bamboo stem ashes were produced at three calcination temperatures: 500°C, 600°C and 700°C. The ashes produced at 600ºC obtained a performance index with Portland cement at 28 days higher than that established by NBR 12653 (ABNT, 2014). It was evaluated the hydration of the Portland cement partially substituted by this ash, in proportions of 0, 6, 10 and 14% and it was verified the decrease of the concentration of calcium hydroxide, being more expressive with the incorporation of 10% of ashes. Mortars with the same replacement proportions were evaluated in the fresh and hardened state. The consistency in the fresh state remained constant, while the compressive strength, in the hardened state, increased between 10 and 15% with the addition of the ashes. Therefore, it was concluded that the partial replacement of the Portland cement by bamboo stem ashes calcined at 600ºC presented benefits to the studied samples, characteristic of pozzolanic materials
Keywords: Concreto armado
Resíduos industriais
Bambu
Cimento portland
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: ESTRUTURAS E CONSTRUÇÃO CIVIL
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE MATERIAIS E METALURGICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD ROM
Appears in Collections:Dissertações em Engenharia Civil (Mestrado) - PPGEC/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_SubstituicaoParcialCimento.pdf4,26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons