Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10194
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 1-Apr-2014
Authors: COSTA, Hugo Cardoso de Moura
First Advisor: PERES, Carlos Augusto da Silva
Title: Movimentos sazonais de vertebrados terrestres entre florestas periodicamente alagadas e de terra firme
Other Titles: Seasonal movements of terrestrial vertebrate between Amazonian flooded and unflooded forests
Sponsor: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: COSTA, Hugo Cardoso de Moura. Movimentos sazonais de vertebrados terrestres entre florestas periodicamente alagadas e de terra firme. 2014. 54 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10194>. Acesso em:.
Resumo: O pulso de inundação é o principal fator para a estruturação e diferenciação das comunidades ecológicas de florestas de terra firme e de várzea na Amazônia, uma vez que são requeridas adaptações exclusivas para sobreviver às prolongadas enchentes anuais. Desta forma, as várzeas e a terra firme constituem um mosaico espaço-temporal da disponibilidade de recursos, o qual provavelmente resulta em um movimento lateral e sazonal na fauna terrestre entre esses dois ambientes adjacentes. Apesar das importantes implicações desta dinâmica sazonal para a ecologia e conservação da biodiversidade este fenômeno ainda é pouco conhecido. Nós testamos a hipótese de movimentação sazonal entre dois tipos florestais adjacente em duas reservas de uso sustentável na Amazônia ocidental, investigando os efeitos do nível da água bem como características da paisagem e de distúrbio antropogênico sobre a riqueza, composição e abundancia de nove guildas tróficas de vertebrados terrestres. A riqueza de espécies se diferenciou entre as fases seca e cheia do pulso de inundação, florestas de terra firme apresentaram maior riqueza do que as florestas de várzea. Encontramos uma clara diferença na composição de espécies tanto entre as duas fases do pulso de inundação quanto entre os dois tipos florestais. Os modelos lineares generalizados mostram que o nível da água é a principal variável para explicar a variação na abundancia de todas espécies e de três guildas tróficas em particular. As caraterísticas da paisagem e variáveis de distúrbio antopogenico, incluindo distância para o centro urbano mais próximo, elevação e área de várzea no entorno de cada armadilha fotográfica apresentaram uma variedade de efeitos sobre a assembleia de vertebrados terrestres. A biomassa total apresentou uma relação positiva com a distância do centro urbano mais próximo. Nossos resultados indicam que a persistência de populações viáveis de grandes vertebrados terrestres em regiões adjacentes aos grandes rios Amazônicos, requer grandes paisagens bem conectadas e que englobem diferentes formações florestais para assegurar os movimentos laterais d fauna terrestre.
Abstract: The flood pulse is the main factor structuring and differentiating the ecological communities of Amazonian unflooded (terra firme) and seasonally-flooded (várzea) forests as they require unique adaptations to survive the prolonged annual floods. Therefore, várzea and terra firme forests hammer out a spatio-temporal mosaic of resource availability, which may result in landscape scale seasonal movements of terrestrial vertebrates between adjacent forest types. Yet the lateral movements of terrestrial vertebrates between hydrologically distinct neighbouring forest types exhibiting staggered resource availability remains poorly understood, despite the important implications of this spatial dynamic for the ecology and conservation of forest wildlife. We examined the hypothesis of seasonal movements between two adjacent forest types at two contiguous sustainable-use forest reserves in Western Brazilian Amazonia, investigating the effects of water level, landscape and anthropogenic disturbance on the overall species richness, composition, and abundance of nine major vertebrate trophic guilds. Species richness differed in neighboring terra firme forests between the high-and low-water phases of the flood pulse and terra firme forests were more species rich than várzea forests. There were clear differences in species composition between both forest types and seasons. Generalized Linear Models showed that water level was the main factor explaining aggregate abundance of all species and three trophic guilds. Anthropogenic disturbance and geographic setting of camera trap stations, including distance to the nearest urban center, the number of residents of the nearest community, elevation and the surrounding area of várzea of each camera trap station, had a variety of effects on the terrestrial vertebrate assemblage. Overall vertebrate biomass increased with distance from the nearest urban center. Our results indicate that the persistence of viable populations of large terrestrial vertebrates adjacent to major Amazonian rivers requires large, wellconnected forest landscapes encompassing different forest types to ensure large-scale lateral movements by forest wildlife.
Keywords: Ecologia das florestas de várzea - Amazônia
Ecologia das florestas tropicais - Amazônia
Ecologia do solo - Amazônia
Ecologia dos alagadiços - Amazônia
Biodiversidade - Monitoramento - Amazônia
Diversidade de espécies - Amazônia
Concentration Area: BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO
Research Line: ECOLOGIA ANIMAL
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Institution Acronym: UFPA
MPEG
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MovimentosSazonaisVertebrados.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons