Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10326
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Sep-2017
metadata.dc.creator: MARGOTTI, Edficher
MARGOTTI, Willian
metadata.dc.description.affiliation: MARGOTTI, E. Dra. Docente da Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Faculdade de Enfermagem
Title: Fatores relacionados ao aleitamento materno exclusivo em bebês nascidos em hospital amigo da criança em uma capital do Norte brasileiro
Other Titles: Factors related to exclusive breastfeeding in babies born in a child-friendly hospital in a capital of Northern Brazil
Citation: MARGOTTI, Edficher; MARGOTTI, Willian. Fatores relacionados ao aleitamento materno exclusivo em bebês nascidos em hospital amigo da criança em uma capital do Norte brasileiro. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 41, n. 114, p. 860-871, jul./set. 2017. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10326>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Objetivou-se determinar os fatores relacionados com o Aleitamento Materno Exclusivo em bebês nascidos em hospital amigo da criança na cidade de Belém, capital do Pará, e verificar se os escores da Escala de Autoeficácia na Amamentação encontram-se dentre esses fatores. Estudaram-se 414 binômios mãe-bebê, cujos bebês nasceram em 2016. Utilizaram-se questionários socioeconômicos e obstétricos, aplicando a Escala de Autoeficácia na Amamentação no momento da alta hospitalar. A média do escore de amamentação foi 61 pontos; 32,45% das mães tinham entre 19 e 23 anos; 36,56% delas possuíam 2º grau completo; 43,34% percebiam até um salário mínimo; 62,95% eram amasiadas; e 17,92% trabalhavam fora do lar. Os fatores relacionados ao Aleitamento Materno Exclusivo foram: faixa etária e escolaridade materna, mãe com trabalho fora do lar, estado civil materno, incentivo do companheiro quanto ao Aleitamento Materno e o escore da escala de autoeficácia.
Abstract: The objective of this study was to know the factors related to Exclusive Breastfeeding in Infants born in a child-friendly hospital in the city of Belém, Pará State capital, and to verify whether the scores of the Self-Efficacy Scale in Breastfeeding were among those factors. We studied 414 mother-baby binomials which babies were born in 2016. Socioeconomic and obstetrical questionnaires applied the Self-Efficacy Scale in Breastfeeding to mothers at their hospital discharge. The breastfeeding score mean was 61 points; 32.45% of the mothers were between 19 and 23 years old; 36.56% of them had a high school diploma; 43.34% received up to a minimum wage; 62.95% lived an informal union with their partners; and 17.92% were employed. The factors related to exclusive breastfeeding involved the mother age and schooling, the fact that the mother is employed, her marital status, the partner incentive to breastfeeding, and the self-efficacy scale score.
Keywords: Aleitamento materno
Amamentação
Variáveis obstétricas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM PEDIATRICA
Series/Report no.: Saúde em Debate
ISSN: 0103-1104
2358-2898
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042017000300860&lng=pt&nrm=iso
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.1590/0103-1104201711415
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_FatoresRelacionadosAleitamento.pdf167,11 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons