Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10392
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCASTRO, Jetur Lima de-
dc.creatorSILVA, Luiz Eduardo Ferreira da-
dc.creatorOLIVEIRA, Alessandra Nunes de-
dc.date.accessioned2018-11-13T20:49:37Z-
dc.date.available2018-11-13T20:49:37Z-
dc.date.issued2018-08-
dc.identifier.citationCASTRO, Jetur Lima de; SILVA, Luiz Eduardo Ferreira da; OLIVEIRA, Alessandra Nunes de. Construções intersubjetivas na prática profissional bibliotecária: reflexões. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, PB, v. 28, n. 2, p. 163-178, maio/ago. 2018. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10392>. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.issn1809-4783pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10392-
dc.description.abstractThe article addresses intersubjective practice in Librarianship and progressive action, in order to find clues about the receptivity that involves this science as a humanistic area, establishes critical and emancipatory thoughts aiming at the bonds of cooperativity. For this, it contemplating theory and practice and re-signifies technical action by the Progressive (social) action of the librarian. This is a theoretical research, with a critical and interpretative approach, based on the thinking of Jürgen Habermas on communicative action and based on the hermeneutical characterization, which tries to develop in the discursive action, in the intersubjective dialogue of Librarianship and in the social role of the librarian. The study show that it is necessary to lead librarians closer to the social, with mediation discursive practices, and to build contributions to think beyond the instrumental aporias and to go beyond the paradigms that are instituted. Through communicative reasons, the reform of the constructs (instrumental) of the ideology of the technique comes to tow, in the perspective of making users more autonomous. Therefore, although it is an interpretative base study, one can assert the progressive and critical librarianship is a starting point for other studies, an open path to information science and its epistemological base studies.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.relation.ispartofInformação & Sociedade: Estudospt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source.urihttp://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/37981pt_BR
dc.subjectPrática profissional - Biblioteconomiapt_BR
dc.subjectBiblioteconomiapt_BR
dc.subjectBibliotecáriopt_BR
dc.subjectCiência da informaçãopt_BR
dc.titleConstruções intersubjetivas na prática profissional bibliotecária: reflexõespt_BR
dc.title.alternativeIntersubjective constructions in the biblioteconomical professional practice: reflections for emancipation and human dignitypt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO::BIBLIOTECONOMIApt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9611821674215117pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7757626842906197pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4843006321155226pt_BR
dc.citation.volume28pt_BR
dc.citation.issue2pt_BR
dc.citation.spage163pt_BR
dc.citation.epage178pt_BR
dc.identifier.doihttps://doi.org/10.22478/ufpb.1809-4783.2018v28n2.37981pt_BR
dc.description.resumoO artigo aborda a prática intersubjetiva na Biblioteconomia e a ação progressista, com o fim de encontrar pistas sobre a receptividade que envolve essa ciência como uma área humanística, institui os pensamentos críticos e emancipatórios visando os laços da cooperatividade. Para isso, contempla a teoria e a prática e ressignifica a ação técnica pela ação progressista (social) do bibliotecário. Trata-se de uma pesquisa teórica, de abordagem crítica e interpretativa, com base no pensamento de Jürgen Habermas sobre a ação comunicativa e pautada na caracterização hermenêutica, que tenta se desenvolver na ação discursiva, no diálogo intersubjetivo da Biblioteconomia e no papel social do bibliotecário. O estudo mostrou que é necessário conduzir os profissionais bibliotecários para mais perto do social, com mediação e práticas discursivas, e edificar aportes para que pensem para além das aporias instrumentais e façam além dos paradigmas que são instituídos. Por intermédio das razões comunicativas, vem a reboque a reforma dos construtos (instrumentais) da ideologia da técnica, na perspectiva de tornar os usuários sujeitos mais autônomos. Portanto, embora seja um estudo de base interpretativa, pode-se afirmar a Biblioteconomia progressista e crítica é um ponto de partida para outros estudos, um caminho aberto para a Ciência da Informação e seus estudos de base epistemológicapt_BR
dc.description.affiliationCASTRO, J. L. Mestrando da Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Programa de Pós-Graduação Comunicação, Cultura e Amazônia (Período 2018 - atual)pt_BR
dc.description.affiliationOLIVEIRA, A. N. Mestranda da Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Programa de Pós-Graduação Comunicação, Cultura e Amazônia (Período 2018 - atual)pt_BR
Appears in Collections:Artigos Científicos - ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_ConstrucoesIntersubjetivasPratica.pdf511,83 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons