Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10406
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Sep-2005
Authors: ESPÍRITO SANTO, Maria Angélica Alberto do
metadata.dc.description.affiliation: ESPÍRITO SANTO, M. A. A. Pós-Dra. Docente da Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Title: A Noção de empregabilidade nas políticas de qualificação e educação profissional no Brasil nos anos 1990
Other Titles: The Notion of employability in the policies for professional training and professional education in Brazil in the 1990's
Citation: ESPÍRITO SANTO, Maria Angélica Alberto do. A Noção de empregabilidade nas políticas de qualificação e educação profissional no Brasil nos anos 1990. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 295-330, set. 2005 Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10406>. Acesso em:.
Resumo: O objetivo principal deste artigo é mostrar os sentidos que a noção de empregabilidade assumiu na concepção e no desenvolvimento das políticas de formação da força de trabalho no Brasil na década de 1990, processo este marcado pelas influências do pensamento neoliberal. Para isso, debruçou-se, basicamente, no exame de documentos produzidos pelos Ministérios da Educação, do Trabalho e Emprego e da Saúde, particularmente os que tratavam das políticas educacionais e de formação, bem como aqueles que se referiam à execução de tais políticas. Conclui-se que o campo educacional, particularmente quando nas mãos dos Ministérios da Educação e do Trabalho e Emprego, constituiu-se em um dos principais veículos de divulgação da noção de empregabilidade e que a utilização desta noção condicionou padrões de pensamento e comportamento tanto nos processos educacionais como nas relações de trabalho. O Ministério da Saúde utilizou a noção de empregabilidade política de mão-de-obra à froid, na tentativa de minimizar os impactos da falta de qualificação da força de trabalho na área da saúde.
Abstract: This article's main objective is to present the different meanings that the term employability has acquired both at the conception and throughout the development of training policies for the work force in Brazil in the 1990's, a process which was highly influenced by neoliberal thinking. In order to do so, we minutely examined various documents produced by the Ministry of Education, the Ministry of Labor and Employment and the Ministry of Health, particularly those documents that touched upon education and training policies and the implementation of such policies. The conclusion is that education, particularly while administered by the Ministry of Education and the Ministry of Labor and Employment, was one of the major means through which the notion of employability was disseminated. Another conclusion is that the use of this notion has conditioned thinking and behavior in educational processes and labor relations. The Ministry of Health also applied the notion of political employability of workers in the attempt of minimizing the impact of the lack of qualification of the work force in the area of health.
Keywords: Empregabilidade
Mercado de trabalho
Formação profissional
Educação profissional
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA DO TRABALHO
metadata.dc.relation.ispartof: Trabalho, Educação e Saúde
ISSN: 1981-7746
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
metadata.dc.source.uri: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-77462005000200004&lng=pt&nrm=iso
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462005000200004
Appears in Collections:Artigos Científicos - IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_NocaoEmpregabilidadePoliticas.pdf638.39 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons