Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/10432
Tipo: Artigo de Periódico
Fecha de publicación : abr-2015
Autor(es): CARDOSO, Silvia Laura Costa
VASCONCELLOS SOBRINHO, Mário
VASCONCELLOS, Ana Maria de Albuquerque
metadata.dc.description.affiliation: CARDOSO, S. L. C.; VASCONCELLOS SOBRINHO, M. Universidade Federal do Pará
Título : Gestão ambiental de parques urbanos: o caso do parque ecológico do município de Belém Gunnar Vingren
Otros títulos : Environmental management of urban parks: the case of the Gunnar Vingren ecological park in Belem, Para state, Brazil
Citación : CARDOSO, Silvia Laura Costa; VASCONCELLOS SOBRINHO, Mário; VASCONCELLOS, Ana Maria de Albuquerque. Gestão ambiental de parques urbanos: o caso do Parque Ecológico do Município de Belém Gunnar Vingren. urbe, Revista Brasileira de Gestão Urbana, Curitiba, v. 7, n. 1, p. 74-90, jan./abr. 2015. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10432>. Acesso em:.
Resumen: O artigo debate fatores que facilitam e dificultam a implementação de um parque urbano. Discutem-se as facilidades e dificuldades inerentes à implementação de parques urbanos face aos múltiplos interesses que envolvem os atores sociais. Analisa-se o caso do Parque Ecológico do Município de Belém Gunnar Vingren (PEGV) e enfocam-se os conceitos de participação, governança urbana e gestão ambiental. Utiliza-se da teoria dos stakeholders para identificação dos atores sociais e interpretação de seus comportamentos no processo de implementação do parque. Metodologicamente, o trabalho assume a abordagem qualitativa e se utiliza da observação direta e entrevistas semiestruturadas. O estudo mostra a importância dos movimentos sociais urbanos para a preservação das áreas verdes da cidade e melhoria da qualidade de vida urbana. Aponta que a gestão ambiental dos parques urbanos depende fundamentalmente do ordenamento do seu próprio território e entorno. Em áreas com território desordenado é elevada a possibilidade de pressão sobre parque e depredação dos seus recursos naturais. A pesquisa mostra que os modelos de gestão urbana da cidade influenciam no nível de participação dos atores sociais nos conselhos gestores de parques. Empiricamente, o artigo mostra que a capacidade institucional para a gestão do PEGV avançou bastante; todavia, paradoxalmente, a capacidade organizacional do governo municipal é limitada para a gestão de todo o sistema. Dentre todos os desafios na gestão de parques urbanos, o mais proeminente é o de construção de uma aliança de governança participativa entre os stakeholders.
Resumen : This paper addresses the factors that facilitate and hamper the implementation of urban parks. It discusses the advantages and difficulties inherent to the implementation of urban parks, taking into account the multiple interests involving social actors. The present study analyzes the case of the Gunnar Vingren Ecological Park in Belem, Para state, Brazil, and focuses on the concepts of participation, urban governance and environmental management. It uses the stakeholder theory to identify social actors and understand their behavior in the implementation process of the park. Methodologically, the research was based on qualitative approach and used direct observation and semi-structured interviews for data collection. It shows the importance of urban social movements to preserve the green areas of the city and improve urban life quality. It indicates that the environmental management of urban parks depends fundamentally on the spatial planning of their inner areas and surroundings. It shows that, in areas with disordered territory, there is high possibility of pressure on the park and depredation of its natural resources. The study also shows that urban management patterns influence the level of participation of social actors in the management committees of parks. Empirically, this paper shows a great progress in the institutional capacity for the management of the Gunnar Vingren Park; however, paradoxically, the municipal government organizational capacity is limited to manage the whole system. The most significant challenge in managing urban parks is to develop a participatory governance alliance between stakeholders.
Palabras clave : Parque urbano
Governança ambiental
Gestão ambiental
Parque Ecológico do Município de Belém Gunnar Vingren - PA
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL
Series/Report no.: urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana
ISSN : 2175-3369
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-33692015000100074&lng=pt&nrm=iso
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.1590/2175-3369.007.001.AO05
Aparece en las colecciones: Artigos Científicos - NUMA

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Artigo_GestaoAmbientalParques.pdf2,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons