Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10591
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 19-Dec-2013
Authors: SANTOS, Adrine Carvalho dos
First Advisor: GAROTTI, Marilice Fernandes
Title: O cuidador como mediador no ensino de habilidade de engajamento conjunto para crianças com autismo
Other Titles: The caregiver as a mediator in teaching skill joint engagement for children with autism
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SANTOS, Adrine Carvalho dos. O cuidador como mediador no ensino de habilidade de engajamento conjunto para crianças com autismo. 2013. 77 f. Orientadora: Marilice Fernandes Garotti. Dissertação (Mestrado em Teoria e Pesquisa do Comportamento) - Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10591. Acesso em:.
Resumo: Crianças com autismo são caracterizadas por significantes déficits para se engajar em comportamentos de atenção coordenada (AC). Os prejuízos de AC interferem no desenvolvimento dos estados de atenção da criança, que envolve o engajamento conjunto com o outro. Diante disto, o uso de intervenções baseadas no ensino dessa habilidade vem se tornando cada vez mais frequente. Resultados de vários estudos indicam que o treinamento de habilidades direcionadas aos pais está associado ao aumento de habilidades comunicativas e sociais de crianças com autismo. O presente estudo teve como objetivo investigar a efetividade do programa de intervenção com cuidadores, baseado no proposto por Kasari et al (2010), verificando a relação entre responsividade do cuidador e engajamento conjunto da atenção, e a manutenção do novo repertório três meses após a finalização do estudo (followup). Participaram do estudo sete cuidadoras e suas crianças com diagnóstico de autismo, com idade entre 47 e 67 meses. O programa de intervenção administrado com as cuidadoras teve duração de dois meses, sendo constituído de quatro encontros grupais e quatro monitoramentos individualizados. Filmagens de momentos de interação da criança com o cuidador foram realizadas em todas as fases do estudo para posterior análise, além disso, outras medidas foram administradas, são elas, Escala de Interação Social, Teste ABFW (linguagem pragmática) e Escala de Adesão ao Treinamento. Os resultados indicaram diferenças significativas na duração dos engajamentos conjuntos (p = 0.016) e não-conjuntos (p = 0,018) medidos antes e após a intervenção;o teste de Wilcoxon para medidas repetidas indicou diferenças significativas (p = 0,016) no comportamento das cuidadoras após a intervenção; não houve mudanças significativas na linguagem pragmática das crianças. Os dados indicaram que o curso promoveu mudanças no padrão de engajamento da criança com o cuidador e, também, promoveu aumento na responsividade das cuidadoras, e que esses ganhos foram mantidos durante a sessão de seguimento. Os achados foram relevantes para fortalecer a importância de se desenvolver programas de intervenção que capacitem os pais para promover melhoras nas habilidades sociocomunicativas de suas crianças com autismo.
Abstract: Children with autism are characterized by significant deficits to engage in behaviors coordinated attention (CA). The CA impairment interfere with development of the child's attentional states, involving the joint engagement with each other. Hence, the use of interventions based on teaching this skill is becoming increasingly common. Results from various studies indicate that skills training targeted at parents is associated with increased communication and social skills of children with autism. The present study aimed to investigate the effectiveness of the intervention with caregivers program, based on the proposed by Kasari et al (2010) and examine the relationship between the caregiver responsiveness and engagement whole attention, and maintenance of new repertoire three months after completion the study (follow-up). Participants were seven caregivers and their children diagnosed with autism, aged between 47 and 67 months. The intervention program administered with the caregivers lasted two months, and consisted of four group meetings four individualized monitoring. Filming of moments of interaction between child and caregiver were performed in all phases of the study for further analysis, in addition, other measures were administered, they are, Social Interaction Scale, ABFW Test (pragmatic language) and Scale of Adherence to Training . The results indicated significant differences in the duration of the joint engagement (p = 0.016) and non-joint (p = 0.018) measured before and after the intervention, the Wilcoxon test for repeated measures showed significant differences (p = 0.016) in the behavior of caregivers after the intervention, there were no significant changes in pragmatic language of children. The data indicated that the course promoted changes in the pattern of engagement of the child with the caregiver and also promoted an increase in the responsiveness of caregivers, and these gains were maintained during the session seguimento.Os findings were relevant to strengthen the importance of develop intervention programs that empower parents to promote improvements in sociocomunicativas skills of their children with autism.
Keywords: Autismo
Cuidador
programa de intervenção
engajamento conjunto
interação social
Concentration Area: ECOETOLOGIA
Research Line: ECOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_CuidadorMediadorEnsino.pdf1.75 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons