Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/10691
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 18-ago-2015
Autor(es): SILVA JUNIOR, Carlos Alberto dos Santos
Primer Orientador: KLEIN, Evandro Luiz
Título : Estudos de inclusões fluidas e isótopos estáveis nos alvos Jerimum de cima e Babi, campo mineralizado do Cuiú-Cuiú, Província Aurífera do Tapajós, Cráton Amazônico: implicações para os processos genéticos
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citación : SILVA JUNIOR, Carlos Alberto dos Santos. Estudos de inclusões fluidas e isótopos estáveis nos alvos Jerimum de cima e Babi, campo mineralizado do Cuiú-Cuiú, Província Aurífera do Tapajós, Cráton Amazônico: implicações para os processos genéticos. Orientador: Evandro Luiz Klein. 2015. 85 f. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10691. Acesso em:.
Resumen: O campo mineralizado do Cuiú-Cuiú está inserido próximo à porção central da Província Aurífera do Tapajós, na porção centro-sul do Cráton Amazônico. Este campo é uma das áreas garimpeiras mais antigas da província e possui várias ocorrências, alvos em exploração e depósitos auríferos (Central, Raimundinha, Pau da Merenda, Guarim, Jerimum de Cima, Jerimum de Baixo, Nhô, Moreira Gomes, Babi, e outros menos conhecidos). Como forma de contribuir com o entendimento metalogenético do campo mineralizado do Cuiú-Cuiú em geral, este trabalho enfocou os alvos Jerimum de Cima (mineralizado) e Babi (fracamente mineralizado) e buscou: (1) definir a mineralogia sulfetada associada com a mineralização aurífera e suas relações texturais com as rochas hospedeiras; (2) definir as características físico-químicas dos fluidoshidrotermais/mineralizadores por meio de estudos petrofgráficos, de inclusões fluidas e de isótopos estáveis (C, O, S), buscando identificar o que provocou a alteração hidrotermal nesses alvos e que permitiram mineralização mais expressiva em Jerimum de Cima (e outros alvos/depósitos do campo), o que ocorreu fracamente (não econômica) no alvo Babi. O estudo petrográfico revelou rochas hospedeiras fortemente alteradas por hidrotermalismo, muitas vezes obliterando as características primárias destas rochas. Essa alteração é fissural e pervasiva seletiva (disseminada). No alvo Jerimum de Cima foram identificados biotita-hornblenda tonalito, monzogranito e granodiorito, todos hidrotermalizados, como rochas hospedeiras. No alvo Babi foram reconhecidos titanita monzogranito, biotita monzogranito, biotita hornblenda tonalito hidrotermalizados, além de monzogranito brechado. Sericitização, silicificação e sulfetação ocorrem intensamente no alvo Jerimum de Cima, enquanto que cloritização e carbonatação ocorrem normalmente nos dois alvos. Pirita, esfalerita, calcopirita e galena, em ordem decrescente de abundância, são os sulfetos, com larga predominância de pirita. Inclusões fluidas (IF) aprisionadas em cristais de quartzo ocorrem em pequenos grupos, isoladamente e em trilhas. Na ordem decrescente de abundância, ocorrem três tipos: aquosas bifásicas (Tipo 1), aquocarbônicas (Tipo 2) e carbônicas (Tipo 3). Os resultados das análises microtermométricas indicam para as IF aquosas do alvo Jerimum de Cima Tht (Temperatura de Homogeneização Total) entre 105 a 387°C, e salinidade entre 0,0 a 18% em peso equivalente de NaCl; e nas aquocarbônicas o valor do Tht está entre 144 e 448°C, a salinidade entre 1,0 e 7,8% em peso equivalente de NaCl e a densidade global varia entre 0,6 e 1,0 g/cm3. No alvo Babi as IF aquosas foram os únicos tipos detectados. A Tht dessas IF ocorreu entre 136 e 410°C e a salinidade está entre 0,7 e 13,2% em peso equivalente de NaCl. As IF aquocarbônicas são interpretadas como produto de imiscibilidade de fluidos (separação de fases). A ausência de CO2 no alvo Babi pode ser explicada pelo aprisionamento do fluido em momento mais tardio da evolução do sistema hidrotermal, após o consumo do CO2, e apenas a fase aquosa foi aprisionada. Estudos de isótopos estáveis em minerais hidrotermais de veios e de zonas de alteração indicam temperaturas de precipitação dos minerais entre 305 e 330°C e entre 108 e 205°C, o que está de acordo com as Tht obtidas em inclusões fluidas e indicam mais de um estágio de precipitação. Também sugerem fontes magmáticas e meteóricas para os fluidos, com possível mistura. Os dados obtidos são compatíveis com depósito magmático-hidrotermal (relacionado à intrusão), com mistura de fluido magmático e meteórico. A ausência de CO2 no alvo Babi pode explicar a fraca mineralização nesse alvo.
Resumen : The Cuiú-Cuiú goldfield is located near the central portion of the Tapajós Gold Province in the south-central portion of the Amazonian Craton. This goldfield is one of the oldest prospecting areas of the province and holds multiple more or less developed prospects and gold deposits (Central, Raimundinha, Pau da Merenda, Guarim, Jerimum de Cima, Jerimum de Baixo, Nho, Moreira Gomes, Babi and other less known). As contribution to the understanding of the metallogenic evolution of the Cuiú-Cuiú goldfield in general, this study focused on the mineralized Jerimum de Cima and weakly mineralized Babi targets and aimed: (1) to define the sulfide mineralogy associated with gold mineralization and its textural relationships with the host rocks; (2) to define the physical and chemical characteristics of the mineralizing/hydrothermal fluids through petrographic, fluid inclusions and stable isotopes (C, O, S) studies trying to identify what caused the hydrothermal alteration in rocks from these targets and that enabled more significant mineralization at Jerimum de Cima (and other targets/deposits), whereas Babi is only weakly mineralized (not economic). The petrographic study identified strongly hydrothermally altered host rocks, with obliterated primary characteristics. In the Jerimum de Cima target the host rocks are biotite-hornblende tonalite, monzogranite and granodiorite. In the Babi target, titanite monzogranite, biotite monzogranite, biotite-hornblende tonalite, and brecciated monzogranite are the hydrothermally-altered rocks. Sericitization, silicification and sulfidation occur strongly in the Jerimum de Cima target, whereas carbonatization and chloritization occur usually in both targets. Pyrite, sphalerite, chalcopyrite and galena, in decreasing order of abundance, are the sulfide minerals, with large predominance of pyrite. Fluid inclusions (FI) trapped in quartz crystals occur in small groups, in isolation, or in trails. In decreasing order of abundance, there are three types of FI: two-phase aqueous (Type 1), aqueous-carbonic (Type 2) and carbonic (Type 3). The microthermometric results show that the aqueous FI at Jerimum de Cima homogenized between 105 and 387°C, and have salinities that range from 0,0 to 18 wt.% NaCl equivalent; whereas the aqueous-carbonic type has final homogenization temperatures between 144 and 448°C, salinities of 1,0 to 7,8 wt.% NaCl equivalent, and bulk density ranging from 0,6 to 1,0 g/cm3. At Babi the aqueous FI are the only type present. These FI homozenized between 136 and 410°C and show salinities from 0,7 to 13,2 wt.% NaCl equivalent. The aqueous-carbonic FI are interpreted as a product of fluid immiscibility (phase separation). The absence of CO2–bearing inclusions in the Babi target is possibly a consequence of late-timing of fluid trapping during the evolution of the hydrothermal system, after the CO2 consumption, with only aqueous FI being trapped. Stable isotope analyses of hydrothermal minerals present in veins and alteration zones indicate mineral precipitation between 305 and 330°C and between 108 and 205°C, which is in line with the fluid inclusion honogenization temperatures and indicate more than one stage of mineral precipitation. The data also suggest magmatic and meteoric sources for the fluids. As a whole, our data are compatible with a magmatic-hydrothermal gold systems (intrusion-related), and with mixing of magmatic and meteoric fluids. The lack of CO2 at Babi might explain the weak mineralization in this target.
Palabras clave : Metalogenia - Tapajós, Região (PA)
Isótopos estáveis
Inclusões fluidas
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GEOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: DEPÓSITOS MINERAIS
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::METALOGENIA
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Aparece en las colecciones: Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_EstudosInclusõesFluidas.pdf4,37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons