Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10803
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 26-Dec-2018
metadata.dc.creator: QUEIROZ, Natércia Neves Marques de
metadata.dc.description.affiliation: HUJBB - Hospital Universitário João de Barros Barreto
metadata.dc.contributor.advisor1: FELÍCIO, João Soares
Title: Efeito da suplementação de altas doses de colecalciferol sobre o comportamento da pressão arterial em pacientes normotensos com diabetes mellitus tipo 1
Citation: QUEIROZ, Natércia Neves Marques de. Efeito da suplementação de altas doses de colecalciferol sobre o comportamento da pressão arterial em pacientes normotensos com diabetes mellitus tipo 1. Orientador: João Soares Felício. 2018. 108 f. Dissertação (Mestrado em Oncologia e Ciências Médicas) - Núcleo de Pesquisas em Oncologia, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10803. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é uma endocrinopatia associada a alto risco cardiovascular (CV). A deficiência de vitamina D (VD) foi relacionada ao desenvolvimento de diversas doenças sistêmicas, em função da presença de receptores de vitamina D (VDR) em variados tecidos, incluindo músculo liso vascular, endotélio, cardiomiócitos e células justa-glomerulares. Alguns estudos sugerem uma relação inversa entre níveis VD e valores pressóricos. Médias de pressão arterial (PA) maiores em pessoas deficientes em VD foram observadas. Adicionalmente, sugere-se que o complexo VD - VDR possa atuar como um fator de regulação negativo sobre o sistema renina-angiotensina-aldosterona, no aparelho justa-glomerular em diabéticos, podendo exercer efeitos positivos sobre o comportamento da pressão arterial. Desse modo, nosso estudo visou a avaliar o efeito da suplementação de altas doses de vitamina D sobre o comportamento da pressão arterial em pacientes com diabetes mellitus tipo 1 normotensos. Realizamos um estudo prospectivo e intervencionista em 35 pacientes com DM1. Aqueles que tinham níveis de VD inferiores a 30 ng/mL receberam 10.000 UI/ dia, e quando de 30 a 60 ng/mL, utilizaram 4.000 UI/dia. Os pacientes foram submetidos ao sistema de monitorização ambulatorial de pressão arterial por 24 horas (24h-MAPA), HbA1c, creatinina, lipídios e PCRus (proteína C reativa ultrassensível) no basal e após 12 semanas. Houve uma redução marcante nas pressões arteriais sistólica e diastólica matutinas ao final do estudo (117 ± 14 vs 112±14, p<0,05; 74±9 vs 70±10 mmHg, p<0,05, respectivamente), sem alterações em outras variáveis pressóricas. Observou-se também correlação entre o nível de vitamina D pós-suplementação e a PA diastólica matutina (r= -0,4; p <0,05). Nosso estudo sugerr uma associação entre a suplementação de altas doses de VD e redução da PA matutina em pacientes com diabetes mellitus tipo 1 normotensos.
Abstract: Type 1 diabetes mellitus is an endocrine disease highly associated to cardiovascular (CV) risk. Vitamin D (VD) deficiency has been associated to a burden of chronic diseases due to the presence of vitamin D receptors (VDR) through diverse human tissues such as smooth vascular muscle, endothelium, cardiomiocytes and juxtaglomerular cells. Some studies have suggested an inverse relationship between vitamin D levels and blood pressure. High mean blood pressure levels have been found in vitamin D deficient patients. Additionally, previous studies have suggested that the VD-VDR complex might act as a negative regulator factor over renin angiotensin system, which could be responsible for positive effects on blood pressure. The main objective of this study was to evaluate high doses vitamin D supplementation effects on blood pressure of normotensive T1DM patients. Our study was a prospective interventionist study in 35 T1DM patients. The patients with vitamin D lower them 30ng/ml received 10.000UI/daily e if was 30-60 ng/ml was gave 4.000UI/daily. They made 24-hour ambulatory blood pressure monitoring, gycated hemoglobin, creatin, lipids profile, PCRus, before and after 12 weeks. We found an expressing reduce of systolic and diastolic morning blood pressures (117 ± 14 vs 112±14, p<0,05; 74±9 vs 70±10 mmHg, p<0,05, respectively) with no changes in order pressoric markers. Besides, we notice correlation between levels of VD after supplementation and diastolic morning blood pressure (r= -0,4; p<0.05). In conclusion, our study suggest that was an association with supplementation of high doses of vitamin D and reduce of morning blood pressure in normotensives type 1 diabetes mellitus patients.
Keywords: Diabetes mellitus
Vitamina D
Pressão arterial
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: CIÊNCIAS MÉDICAS
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: DOENÇAS ENDÓCRINAS E METABÓLICAS
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Pesquisas em Oncologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Oncologia e Ciências Médicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Oncologia e Ciências Médicas (Mestrado) - PPGOCM/NPO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfeitoSuplementacaoAltas.pdf3,15 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons