Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10829
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 30-Oct-2018
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Marcelli Geisse Sousa de
metadata.dc.contributor.advisor1: KHAYAT, André Salim
Title: Avaliação do potencial antineoplásico da idarrubicina associada ao mebendazol em linhagem de adenocarcinoma gástrico metástatico
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: OLIVEIRA, Marcelli Geisse Sousa de. Avaliação do potencial antineoplásico da idarrubicina associada ao mebendazol em linhagem de adenocarcinoma gástrico metástatico. Orientador: André Salim Khayat. 2018. 93 f. Dissertação (Mestrado em Oncologia e Ciências Médicas) - Núcleo de Pesquisas em Oncologia, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10829. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A neoplasia gástrica representa o quarto e quinto tipo de tumor com maior incidência no Brasil, em homens e mulheres, respectivamente. As terapias atuais direcionadas para esta neoplasia apresentam uma taxa de sucesso insatisfatória. Dentre as possíveis estratégias, está a utilização de inibidores específicos que auxiliem na interrupção da progressão tumoral. Neste sentido, o presente estudo avaliou o potencial antineoplásico da idarrubicina em associação ao mebendazol (MBZ) em uma linhagem celular de câncer gástrico metastático, AGP01. A idarrubicina (IDA) capaz de induzir danos ao DNA, através da intercalação entre os pares de bases, quebrando a fita de DNA e interação com a enzima topoisomerase II e o MBZ, por sua vez, atua através da despolimerização da tubulina e posterior desestruturação da função dos microtúbulos. Em vista disso, o estudo teve o intuito de realizar ensaios in vitro para avaliar a eficácia destas drogas isoladas e em combinação em uma linhagem estabelecida partir de uma amostra de paciente com câncer gástrico metastático. Os dados revelaram que tanto a IDA quanto o MBZ apresentaram elevada citotoxicidade na linhagem AGP01 (242nM e 300nM), sendo que a maior atividade citotóxica foi conferida na associação das substâncias com a CI50 de 123,8nM para IDA e 153,5nM para o MBZ. Além disso, verificou-se que ambas as substâncias isoladas e em associação retardaram o processo de migração celular 12 horas após o tratamento com IDA isolada na concentração de 121nM quando comparado o CN (p<0,05), 12 horas após o tratamento com IDA isolada na concentração de 242nM quando comparado o CN (p<0,001), 12 horas após o tratamento nas concentrações 123,9 nM (CI50 da combinação IDA) e 153,5nM (CI50 da combinação MBZ) quando comparado ao CN (p<0,05). Além disso, a tanto a IDA quanto o MBZ, isolados e em associação, induziram a apoptose na linhagem AGP01 (p<0,001). Adicionalmente, ambas as substâncias tanto isoladamente quanto em associação foram capazes de bloquear o ciclo celular, na fase S para IDA e MBZ+IDA e na fase G2/M para o MBZ. Vale ressaltar que esse é o primeiro estudo que associa a IDA ao MBZ em câncer. Ao avaliarmos os efeitos das substancias, é de suma importância ressaltar que ao combinarmos as substancias verificamos que a dose necessária para produzir os mesmo efeitos que as substancias isoladas, foi reduzida pela metade. Os resultados gerados pelo presente trabalho demonstram que tanto as substancias isoladas quanto as substancias em associação apresentam um potencial anticâncer bastante promissor para pacientes no câncer gástrico avançado.
Abstract: Gastric cancer represents the fourth and fifth type of tumor with the highest incidence in Brazil, in men and women respectively. Current therapies directed to this type of cancer have an unsatisfactory success rate. Among the possible strategies is the use of specific inhibitors that assist in the interruption of tumor progression. Therefore, the present study evaluated the cytotoxic potential of idarubicin in combination with mebendazole (MBZ) in a metastatic gastric cancer cell line, AGP01. Idarubicin (IDA) capable of inducing DNA damage through intercalation between base pairs, breaking the DNA strand and interacting with the enzyme topoisomerase II and MBZ, in turn, acts through depolymerization of tubulin and subsequent disruption of microtubule function. In view of this, the study aimed to perform in vitro tests to evaluate the efficacy of these drugs alone and in combination in a cell line established from a sample of a patients with metastatic gastric cancer. The data revealed that both IDA and MBZ showed high cytotoxicity in the AGP01 (242nM and 300nM) cell line, with the highest cytotoxic activity being conferred on the association of the substances with the IC50 of 123,9nM for IDA and 153,5nM for the MBZ. In addition, both isolated and associated substances delayed the cell migration process 12 hours after treatment with IDA isolated at the concentration of 121nM when compared to the negative control (p<0.05), 12 hours after the treatment with isolated IDA at the concentration of 242nM when compared to the negative control (p<0.001), 12 hours after treatment in the 123,9nM concentration (IC50 of the IDA combination) and 153,5nM (IC50 of the combination MBZ) when compared to the negative control (p<0.05). In addition, both IDA and MBZ, isolated and in association induced apoptosis in the AGP01 cell line (p<0.001). In addition, it was found that both substances, both alone and in combination, were able to block the cell cycle, in the S phase for IDA and MBZ + IDA and in the G2/M phase for MBZ. It is worth mentioning that this is the first study that associates IDA with MBZ in cancer. In assessing the effects of substances, it is of the utmost importance to note that by combining the substances we find that the dose needed to produce the same effects as the isolated substances has been halved. The results generated by the present study demonstrate that both MBZ and IDA present a very promising anticancer potential for patients with advanced gastric cancer.
Keywords: Câncer gástrico
Idarrubicina
Mebendazol
AGP01
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: ONCOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: GENÔMICA, TRANSCRIPTÔMICA E PROTEÔMICA
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Pesquisas em Oncologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Oncologia e Ciências Médicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Oncologia e Ciências Médicas (Mestrado) - PPGOCM/NPO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AvaliacaoPotencialAntineoplasico.pdf4,82 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons