Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10830
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Feb-2017
metadata.dc.creator: RAZKY, Abdelhak
RIBEIRO, Celeste Maria da Rocha
SANCHES, Romário Duarte
metadata.dc.description.affiliation: RAZKY, A.; SANCHES, R. Universidade Federal do Pará
Title: O projeto atlas linguístico do Amapá (ALAP): caminhos percorridos e estágio atual
Other Titles: The linguistic atlas of Amapa project (ALAP): pathways and current stage
Citation: RAZKY, Abdelhak; RIBEIRO, Celeste; SANCHES, Romário. O projeto atlas linguístico do Amapá (ALAP): caminhos percorridos e estágio atual. Alfa: revista linguística (São José Rio Preto), São Paulo, v. 61, n. 2, p. 303-317, maio/ago. 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-5794-1709-3. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10830. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O campo da dialetologia, com foco no método geolinguístico, tem crescido muito no Brasil, está presente e representado em todos os Estados da Federação e com uma projeção bastante significativa. Neste contexto se insere o Projeto Atlas Linguístico do Amapá (ALAP). O objetivo principal deste artigo é mostrar a trajetória do Projeto ALAP e os seus primeiros resultados. O projeto adotou o método geolinguístico (CARDOSO, 2010) e foi desenvolvido a partir de três etapas: 1ª) formação e treinamento dos membros do grupo de pesquisa; 2ª) realização dos inquéritos experimentais, treinamento para transcrição fonética, execução da pesquisa in loco (aplicação dos questionários fonético-fonológico e semântico-lexical), com a localização de 40 informantes distribuídos em 10 pontos de inquéritos; 3ª) revisão das transcrições fonéticas, confecção das cartas e mapeamento dos dados registrados, tendo em vista a sistematização, organização e publicação dos resultados. Atualmente, o Projeto ALAP busca apoio financeiro para sua publicação, que prevê cerca de 100 cartas linguísticas distribuídas em cartas fonéticas e lexicais.
Abstract: The field of dialectology, with a focus on the geolinguistic method, has expanded in Brazil, and it can be found in all the States with very significant projection. The linguistic Atlas of Amapa project (ALAP) evolves in this context. The present paper aims to show the state of arts of the ALAP Project and its first results. The project adopted the geolinguistic method (CARDOSO, 2010) and developed in three stages: 1) training of the research group members; 2) conducting the experimental investigations, training for phonetic transcription, conducting field work research (application of phonetic-phonological and semantic-lexical questionnaires), among 40 informants distributed in 10 cities; 3) review of phonetic transcriptions, preparation of the linguistic maps and organization of recorded data, in order to systematize and publish the results. Currently, the ALAP Project seeks financial support for its publication, which provides about 100 linguistic maps distributed in phonetic and lexical ones.
Keywords: Dialetologia
Geolinguística
Atlas
Amapá
Dialectology
Geolinguistics
Linguistic Atlas of Amapa
Series/Report no.: Alfa: Revista de Linguística (São José Rio Preto)
ISSN: 1981-5794
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
metadata.dc.publisher.initials: UNESP
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: http://ref.scielo.org/5mvb3k
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.1590/1981-5794-1709-3
Appears in Collections:Artigos Científicos - ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Article_LinguisticAtlasProject.pdfINGLÊS1,78 MBAdobe PDFView/Open
Artigo_ProjetoAtlasLinguistico.pdfPORTUGUÊS2,69 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons