Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10982
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 14-Aug-2013
metadata.dc.creator: SOUZA, Gisele Nerino Brito de
metadata.dc.contributor.advisor1: VASCONCELOS, Steel Silva
Title: Fluxo de óxido nitroso (N2O) do solo em um sistema agroflorestal em Tomé Açu, nordeste do Pará
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SOUZA, Gisele Nerino Brito de. Fluxo de óxido nitroso (N2O) do solo em um sistema agroflorestal em Tomé Açu, nordeste do Pará. Orientador: Steel Silva Vasconcelos. 2013. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2013. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10982. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: O estudo sobre a emissão de óxido nitroso (N2O) do solo em sistemas agrícolas contribui para o entendimento da mudança climática global, podendo auxiliar na minimização de impactos negativos sobre o ambiente. A importância desse gás deve-se à sua relação direta com o efeito estufa global e com a destruição do ozônio estratosférico. Algumas práticas agrícolas realizadas em sistemas agroflorestais, quando manejados corretamente podem ajudar a conter esses impactos negativos. O uso de leguminosas nesses sistemas tem se tornado cada vez mais usual, porém sua relação com as emissões de N2O ainda não é bem esclarecida. Diante da importância de processos e fatores que contribuem para o aumento nas emissões de N2O, este trabalho teve como objetivo verificar a contribuição de espécies leguminosa (Inga edulis Mart.) e não leguminosa (Theobroma cacao) nas emissões de óxido nitroso do solo para a atmosfera através do uso de câmaras estáticas e características climáticas diferentes em um sistema agroflorestal situado no município de Tomé Açu, nordeste do estado do Pará. O experimento foi realizado em uma área de sistema agroflorestal (SAF) localizado em Tomé Açu (PA) (02°33'38,5" S; 48°21'36,1" W) no período de agosto/2012 a fevereiro/2013, totalizando 11 campanhas de campo, numa frequência quinzenal. Câmaras estáticas de tipo circular (diâmetro = 300 mm) e retangular (37,5 cm x 57 cm) foram usadas para determinar a emissão de N2O do solo, com auxilio de seringas de polipropileno com volume de 20 mL e transferidas para frascos de borossilicato. A concentração de N2O foi determinada pela técnica de cromatografia gasosa, usando o cromatógrafo a gás de modelo CP 3800 VARIAN, com um detector de captura de elétrons. A variação das emissões de N2O foi de 2,74 a 42,54 μg N m-2 h-1 para leguminosas e 1,65 a 30,46 μg N m-2 h-1 para não leguminosas. Maiores emissões foram constatadas no período mais úmido em relação ao período seco. A umidade gravimétrica do solo, temperatura do solo e estoque de resíduos vegetais sobre o solo foram os fatores que mais interferiram nas emissões de N2O do solo.
Abstract: The study on the emission of nitrous oxide (N2O) from soil in agricultural systems contributes to the understanding of global climate change, which could aid in minimizing negative impacts on the environment. The importance of this gas due to its direct relationship with the global greenhouse effect and to stratospheric ozone depletion. Some agricultural practices performed in agroforestry systems, when managed correctly can help curb these negative impacts. The use of legumes in these systems has become increasingly common, but its relationship with N2O emissions is still not well understood. Given the importance of processes and factors contributing to the increase in N2O emissions, this study aimed to examine the contribution of legume species (Inga edulis Mart.) And non-legume (Theobroma cacao) in nitrous oxide emissions from soil to the atmosphere through the use of static cameras and different climatic characteristics in an agroforestry system in the city of Tome Açu northeastern state of Para the experiment was conducted in an area of agroforestry (SAF) located in Tome Acu ( PA ) ( 02 ° 33'38 , 5 " S , 48 ° 21'36 , 1 " W ) within the February/2013 August/2012, totaling 11 field campaigns, a fortnightly basis. Static chambers of circular type (diameter = 300 mm ) and rectangular ( 37.5 cm x 57 cm ) were used to determine the emission of N2O from the soil, with the aid of polypropylene syringes with a volume of 20 ml and transferred to flasks borosilicate. The N2O concentration was determined by gas chromatography using a gas chromatograph Varian CP 3800 gas model with an electron capture detector. The variation of N2O emissions were 2.74 to 42.54 mg N m-2 h-1 pulses to and from 1.65 to 30.46 mg N m-2 h- 1 for non-legumes. Higher emissions were observed in the wet season compared to the dry season. The gravimetric soil moisture, soil temperature and inventory of plant residues on the soil were the factors that most N2O emissions from the soil.
Keywords: Óxido nitroso
Química agrícola
Aspectos ambientais
Solos
Poluição
Tomé-Açu - PA
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Museu Paraense Emílio Goeldi
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
MPEG
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_FluxoOxidoNitroso.pdf1,06 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons