Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11054
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 21-Nov-2018
metadata.dc.creator: REIS, João Francisco Garcia
metadata.dc.description.affiliation: Instituto de Ensino de Segurança do Pará
metadata.dc.contributor.advisor1: PONT VIDAL, Josep
Title: Planejamento e controle na Polícia Militar do Pará: prática da racionalidade hierárquica
Citation: REIS, João Francisco Garcia. Planejamento e controle na Polícia Militar do Pará: prática da racionalidade hierárquica. Orientador: Josep Pont Vidal. 2018.174 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido) - Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em:. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Destaca como ocorrem as relações na e com a Polícia Militar do Pará; tem como objetivo analisar como se realiza e administra o planejamento e o controle institucional; especificamente descreve e analisa as relações entre os níveis estratégico, tático e operacional, identifica os códigos de comunicações e como são filtrados e analisa as estratégias de controle; para atingir os objetivos empregou-se o método heurístico, que foi constituído por duas pesquisas lineares (em oficiais e praças) com margens de erro científicas e entrevistas, para verificar as relações sistêmicas na instituição e em seus entornos, calcado nos pressupostos da Teoria Geral dos Sistemas Sociais de Niklas Luhmann, empregando também, a observação de segunda ordem, empregando as definições teóricas de comunicações, acoplamento estrutural e dupla contingência. Foram testadas e comprovadas as seguintes hipóteses: Hipótese 01: A gestão na PMPA é extremamente centralizada, isto é, organizada sob uma lógica burocratizada e regulada por lógicas não exclusivamente técnicas ou operacionais, sendo dominada, por lógicas políticas. Hipótese 02: O planejamento não se configura segundo as demandas, necessidades e proposta técnicas e operativas internas da PMPA, correspondendo a interesses partidários externos. A gestão do planejamento não é regulada por aspectos técnicos, predominando os aspectos políticos. Esse tipo de processo, somado a centralização burocrática, a PMPA não atende de forma efetiva as demandas que emergem do meio (entorno) social, não conseguindo controlar o aumento da criminalidade, novas táticas violentas e novos tipos de delitos etc. Hipótese 03: No plano organizacional, estratégico, tático e operacional, aparecem também disfunções que se manifestam em duplicidade de funções, e falta de nexo operativo entre os níveis estratégico, tático e operacional. Estas falhas são supridas por adaptações relativas às comunicações internas dos códigos internos entre os diferentes níveis direcionais da instituição e, pelas comunicações informais. Os resultados indicam que a instituição tem um planejamento estratégico, mas, este não representa a vontade da coletividade miliciana; o funcionamento interno apresenta deficiências estruturais, financeiras, de pessoal, de processos, de comunicações, que repercutem na prestação de serviços, policiamento ostensivo fardado; o emprego dos recursos é centralizado na capital, são insuficientes, com destaque para os efetivos, treinamento, combustível; os recursos são distribuídos de maneira não sistemática e, os escalões subordinados (Comandos de Policiamento Regionais, Batalhões, Companhias independentes e Pelotões) buscam, através de relações informais, com as prefeituras e empresas privadas, suprir as necessidades, que minimizam as dificuldades. O estudo indica que a Polícia Militar sofre, em todos os níveis uma forte influência política
Abstract: This paper highlights the relations that occur within and at the Military Police of Pará; it aims to assess how planning, management and institutional control is performed; it describes and analyzes the relations between the strategic, tactical and operational levels. It identifies the codes of communication and how they are filtered and also analyzes the strategies of control; to achieve the objectives, it was used the heuristic method formed by two linear researches (both soldiers and officers) with scientific margins of errors and interviews, to verify the systemic relations in the institution and its surroundings, based on suppositions of Niklas Luhmann’s General Theory of social system, also using second order observation, employing theoretical definitions of communications, structural coupling and double contingency. The following hypothesis were tested and substantiated: Hypothesis 01: Management at the Military Police of the State of Pará - PMPA is extremely centralized, that is, organized under a bureaucratic logic and ruled by logics not exclusively technical or operational, being dominated by political logics. Hypothesis 02: Planning is not characterized according to demands, needs and internal technical and operational proposals of PMPA, corresponding to external political interests. Management planning is not ruled by technical aspects, but by predominant political aspects. This type of process, adding to beaurucratic centralization does not permit PMPA to effectively attend the demands that surge in their social environment (surrounding), being unable to control crime, new tactics of violence and new types of crime, etc. Hypothesis 03: In the organizational, strategic, tactical and operational plan surge dysfunctions that manifest in duplicity of functions and lack of operational nexus among the operational tactical and strategic levels. Such failures are overcome by adaptations on internal communications of internal codes among the institution different directional levels and, by the informal communications. The results indicate that the institution has a strategic planning, but it does not represent the will of the police community; the internal functioning has structural, financial, personnel processes communication that reflect on the delivery of services, ostensive presence of police in uniform; the use of resources is centralized in the state capital and they are insufficient, especially the troops, training, fuel; the resources are not distributed systematically and, the lower ranks (regional police Regional Police Departments, Battalions, Independent Police Departments, Platoons) seek through informal relations with the Municipalities, private companies to meet the needs that minimize the difficulties. The study shows that the Military Police is subject to a strong political influence at all levels
Keywords: Pará - Polícia Militar
Segurança Pública - Pará
Polícia Militar - Administração
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO PUBLICA::POLITICA E PLANEJAMENTO GOVERNAMENTAIS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_PlanejamentoControlePolicia.pdf3,02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.