Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11214
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSILVA, Jacqueline Almeida da-
dc.date.accessioned2019-05-27T20:09:25Z-
dc.date.available2019-05-20-
dc.date.available2019-05-27T20:09:25Z-
dc.date.issued2019-01-17-
dc.identifier.citationSILVA, Jacqueline Almeida da. Efeito da paisagem sobre a diversidade de vertebrados terrestres em fragmentos florestais na Amazônia Oriental. Orientador: Gleomar Fabiano Maschio. 2019. 57 f. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11214. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11214-
dc.description.abstractContext: The advance of anthropic activities on the Amazonian frontier has provoked an intense process of forest fragmentation that reduces biodiversity and subjects the species to a situation of high vulnerability. Objectives: To test the relation of fragment size, isolation and characterization of the forest fragments matrix, on the wealth of amphibians of the order Anura, reptiles of the order Squamata and mammals of small, medium and large size. Methods: The study was carried out in 12 fragments in the northeast of the Amazon. The size of the fragment was calculated in hectares, the isolation in ENN_MN (mean of the euclidean distance of the nearest neighbors) and the matrix was organized into categories. These landscape metrics were considered as explanatory variables and calculated on three spatial scales: 1, 2 and 3 km. The relationship of the metrics with the richness of terrestrial vertebrates was evaluated through multiple regressions with model selection. Results: 130 species of terrestrial vertebrates were recorded. There was no significant effect of fragment size on spatial scales for any group of species. The isolation was significant only in the 3 km scale for the group of amphibian and snake species. The category of open areas in the matrix was significant in the three spatial scales for the group of species of lizards and mammals of medium and large size. Conclusions: The landscape configuration is extremely important in the context of fragmentation, there were different responses from taxonomic groups, possibly due to differences in habitat use.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.publisherMuseu Paraense Emílio Goeldipt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectEcologia das florestas tropicaispt_BR
dc.subjectEcologia das paisagenspt_BR
dc.subjectEcologia animalpt_BR
dc.subjectAnuro - Amazôniapt_BR
dc.subjectSquamata - Amazôniapt_BR
dc.subjectMamíferos - Ecologiapt_BR
dc.subjectVertebradospt_BR
dc.subjectPaisagens fragmentadaspt_BR
dc.subjectDiversidade de espéciespt_BR
dc.titleEfeito da paisagem sobre a diversidade de vertebrados terrestres em fragmentos florestais na Amazônia Orientalpt_BR
dc.title.alternativeEffect of landscape on the diversity of terrestrial vertebrates in forest fragments in the Eastern Amazonpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.publisher.initialsMPEGpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::ZOOLOGIA APLICADApt_BR
dc.contributor.advisor1MASCHIO, Gleomar Fabiano-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7967540224850999pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3620431392913286pt_BR
dc.description.resumoContexto: O avanço das atividades antrópicas sobre a fronteira amazônica tem provocado um intenso processo de fragmentação florestal que reduz a biodiversidade e submete as espécies a uma situação de alta vulnerabilidade. Objetivos: Testar em múltiplas escalas espaciais a relação do tamanho do fragmento, isolamento e caracterização da matriz de fragmentos florestais, sobre a riqueza de anfíbios da ordem Anura, répteis da ordem Squamata e mamíferos de pequeno, médio e grande porte. Métodos: O estudo foi realizado em 12 fragmentos no nordeste da Amazônia. O tamanho do fragmento foi calculado em hectares, o isolamento em ENN_MN (média da distância euclidiana dos vizinhos mais próximos) e a matriz foi organizada em categorias. Essas métricas de paisagem foram consideradas como variáveis explicativas e calculadas em três escalas espaciais: 1, 2 e 3 km. Avaliamos a relação das métricas com a riqueza de vertebrados terrestres através de regressões múltiplas com seleção de modelos. Resultados: Registramos 130 espécies de vertebrados terrestres. Não houve efeito significativo do tamanho do fragmento nas escalas espaciais para nenhum grupo de espécies. O isolamento se mostrou significativo apenas na escala de 3 Km para o grupo de espécies de anfíbios e serpentes. A categoria de áreas abertas na matriz foi significativa nas três escalas espaciais para o grupo de espécies de lagartos e de mamíferos de médio e grande porte. Conclusões: A configuração da paisagem é extremamente importante no contexto de fragmentação, houve respostas diferentes dos grupos taxonômicos, possivelmente devido às diferenças quanto ao uso do habitat.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Zoologiapt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoBIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃOpt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfeitoPaisagemDiversidade.pdf1,1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons