Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11406
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSANTOS, Arthur Souza dos-
dc.date.accessioned2019-08-06T14:36:57Z-
dc.date.available2019-08-06T14:36:57Z-
dc.date.issued2016-02-29-
dc.identifier.citationSANTOS, Arthur Souza dos. Modelagem matemática do sistema estuarino dos rios Mojuim e Mocajuba (Pará-BR). Orientador: Marcelo Rollnic. 2016. 60 f. Dissertação (Mestrado em Geofísica) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2016. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11406. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11406-
dc.description.abstractThe estuaries of Mojuim and Mocajuba rivers are located in the eastern sector of the Amazon Coastal Zone and represent a peculiar and complex environment. They are connected by several channels and are receive influence of the Bay of Marajó and the Atlantic Ocean. The following research aims to implement a hydrodynamic model based on a flexible grid on the of Mojuim and Mocajuba rivers estuarine system; and to analyze the hydrological and hydrodynamic characteristics of the upper estuary of these rivers. The methodology involves the use of D-Flow Flexible Mesh pack a get simulate hydrodynamics patterns into the domain that covers the Mojuim Mocajuba rivers, the canals connecting these rivers, part of the mouth of the Bay of Marajó and the adjacent tidal flats. It was also performed an "in situ" systematic data collection, in which parameters of flow, salinity, turbidity and water level were analyzed during a tidal cycle in sites located at the upper estuary of Mojuim and Mocajuba rivers. In the Mojuim river two seasonal campaigns were made in two different sites and in the Mocajuba river only one campaign were made in the rainy season, however, a tide station was installed in this location that operated for 25 weeks. Part of the sample data were used as input to the hydrodynamic model. The upper estuary of Mocajuba river presented a macrotidal regime with maximum height of 5.8m recorded. In the Mojuim river, a gradual attenuation of the tidal wave is noticeable and, in the collection point and in the upper estuary a one-way flow discharge during the rainy season was observed. A different hydrodynamic pattern between the two rivers was also observed, with ebb speed more intense than floods and their hydrological properties directly influenced by the tide fluctuation. Finally a hydrodynamic model in flexible grid was implemented and calibrated in the researched area, where initial and boundary conditions were assigned, as well as adjustments to the border forcing. The model generated a good representation of the estuary conditions, showing acceptable tidal and hydrodynamic pattern when compared with the "in situ" measurement, once the error between the measured data and modeled data related to the water level were less than 5%, and errors related to transportation are lower than 15%.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectHidrodinâmica - Modelos matemáticospt_BR
dc.subjectHidrografia - Parápt_BR
dc.subjectEstuários – Trópicosen
dc.subjectD-Flow flexible meshen
dc.subjectRio Mojuimpt_BR
dc.subjectRio Mocajubapt_BR
dc.subjectEstuário tropicalpt_BR
dc.subjectBaixa descargapt_BR
dc.subjectMalha flexívelpt_BR
dc.subjectD-Flow FMpt_BR
dc.subjectMojuim riveren
dc.subjectMocajuba riveren
dc.subjectTropical estuaryen
dc.subjectLow dischargeen
dc.subjectFlexible meshen
dc.titleModelagem matemática do sistema estuarino dos rios Mojuim e Mocajuba (Pará-BR)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIApt_BR
dc.contributor.advisor1ROLLNIC, Marcelo-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6585442266149471pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8036714849219882pt_BR
dc.description.resumoOs estuários dos rios Mojuim e Mocajuba no setor leste da Zona Costeira Amazônica representam um ambiente peculiar e complexo, pois são conectados entre si e sofrem influência tanto da baia do Marajó quanto do Oceano Atlântico. O presente trabalho de pesquisa tem como objetivo a implementação de um modelo hidrodinâmico baseado em malha flexível no sistema estuarino do rio Mojuim e Mocajuba, além de analisar as características hidrográficas e hidrodinâmicas dos estuários superiores desses rios. A metodologia é baseada na utilização do modelo D-Flow Flexible Mesh que abrangeu em seu domínio os rios Mojuim e Mocajuba, os canais que conectam esses rios, parte da desembocadura da baia do Marajó e as planícies de maré adjacentes. Também foi realizada uma coleta sistemática de dados “in situ”, no qual foram analisados os parâmetros de corrente, salinidade, turbidez e nível da água, durante um ciclo de maré em pontos localizados no estuário superior dos rios Mojuim e Mocajuba. No rio Mojuim foram feitas duas campanhas sazonais em dois pontos distintos e no rio Mocajuba foi feito apenas uma campanha no período chuvoso, entretanto, foi instalado nesta localidade uma estação maregráfica que operou por 25 semanas. Parte dos dados amostrais foram usados como entrada no modelo hidrodinâmico implementado. O estuário superior do rio Mocajuba apresentou um regime de macromaré com a altura máxima registrada de 5,8 m. Já no rio Mojuim é possível notar uma gradual atenuação da onda de maré, sendo que no ponto de coleta mais a montante do estuário foi possível observar um fluxo unidirecional de descarga no período chuvoso. Foi observado também um padrão hidrodinâmico diferenciado entre os rios, com as velocidades de vazantes mais intensas que as enchentes e suas propriedades hidrográficas diretamente influenciadas pela flutuação da maré. Por fim foi implementado e calibrado o modelo hidrodinâmico em malha flexível na área de estudo, onde foram atribuídas condições iniciais e de contorno, além de ajustes nas forçantes de fronteira. O modelo gerou uma boa representação da das condições do estuário, mostrando padrões maregráficos e hidrodinâmicos aceitáveis quando comparados com medições “in situ”, uma vez que os erros entre os dados medidos e modelados em relação ao nível da água foram menores que 5% e os erros em relação ao transporte menores que 15 %.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Geofísicapt_BR
dc.subject.linhadepesquisaHIDRODINÂMICA DE ESTUÁRIOSpt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoGEOFÍSICA MARINHApt_BR
dc.description.affiliationUFPA - Universidade Federal do Parápt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Geofísica (Mestrado) - CPGF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ModelagemMatematicaSistema.pdf2,65 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons