Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11580
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 3-mar-2011
Autor(es): RANIERI, Leilanhe Almeida
Primer Orientador: EL-ROBRINI, Maâmar
Título : Morfodinâmica e transporte de sedimentos na praia da Romana, Ilha dos Guarás (Nordeste do Pará)
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citación : RANIERI, Leilanhe Almeida. Morfodinâmica e transporte de sedimentos na praia da Romana, ilha dos Guarás (Nordeste do Pará). Orientador: Maâmar El-Robrini. 2011. 121 f. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica) - Instituto de Geociências,Universidade Federal do Pará, Belém, 2011. Disponível em: .http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11580 Acesso em:.
Resumen: Os processos costeiros: ondas, marés, correntes associadas e ventos modelam a face praial e contribuem no transporte e distribuição de sedimentos em praias. Devido à atuação destes processos, a realização de experimentos é bastante dificultada pelos altos níveis de turbulência gerados pela arrebentação das ondas. Na praia emersa, os ventos adquirem a função de transportar e distribuir os sedimentos depositados pelo espraiamento das ondas. Na Praia da Romana, cordões arenosos progradacionais orientados em direção W indicam o transporte de sedimentos predominante nesta direção. O objetivo principal deste trabalho é analisar a dinâmica deste transporte nesta praia. A praia barreira da Romana está situada na foz do rio Pará, em uma área de alta hidrodinâmica, é dominada por ondas (RTR < 3) no período menos chuvoso, sobretudo durante a maré vazante, e por ondas e maré (> 3 RTR < 7) no período mais chuvoso, principalmente pelas correntes de maré enchente. O regime de maré dominante na praia é de macromaré no período mais chuvoso (altura de 4,3 m - março de 2010) e de mesomaré no período menos chuvoso (altura de 3,4 m - agosto de 2010). As ondas incidentes na Praia da Romana (em média de 1,5 m de altura) são essencialmente de NE, pois os ventos chegam nesta direção na praia. As correntes geradas por ondas propagam-se para direção W, assim como a corrente de maré dominante na praia: corrente de maré enchente. Os procedimentos metodológicos foram aplicados na praia segundo dois conjuntos: (a) de experimentação de métodos tradicionais e (b) de métodos alternativos para analisar o transporte de sedimentos. O primeiro foi aplicado na parte emersa da praia, através da realização de perfis transversais de praia nos setores Oeste, Central e Leste, e medições da velocidade e direção dos ventos locais na linha de maré alta de cada perfil. O segundo corresponde à aplicação de armadilhas de sedimentos na linha de maré alta (parte emersa da praia) e na zona de surf (parte submersa da praia) de cada setor da praia, e na medição da intensidade das correntes costeiras, da altura, período e ângulo de incidência de ondas na parte submersa de cada perfil. A aquisição dos dados ocorreram durante 4 campanhas de campos, adotando o ciclo hidrológico sazonal: (a) transição sazonal do período menos chuvoso para o período mais chuvoso (janeiro de 2010), (b) em meio ao período mais chuvoso, em março de 2010 (dia de maré equinocial) e maio de 2010, e durante o (c) período menos chuvoso (agosto de 2010). Durante todo o ciclo sazonal estudado, obteve-se o volume de sedimentos final positivo no Setor Oeste (409 m3/m) e negativo no Setor Central (-306 m3/m) e no Setor Leste (-339 m3/m). O coeficiente final de variação da largura da praia foi de 9,08% no Setor Oeste; 7,43% no Setor Central; e 13,33% no Setor Leste. Nota-se o predomínio de areia fina (>2 phi a 3 phi) bem selecionada (0,35 phi a <0,50 phi) e muito bem selecionada (<0,35 phi) na Praia da Romana. Dados correspondentes a aplicação de parâmetros estatísticos granulométricos na parte emersa da praia indicam a predominância do transporte de sedimentos no sentido E-W, verificou-se que os valores da Média vão aumentando do Setor Leste (mínimo valor encontrado: 2,31 phi em agosto de 2010) para o Setor Oeste (máximo valor encontrado: 3,37 phi em agosto de 2010), implicando também no aumento no grau de assimetria nesta ordem (Setor Leste ao Setor Oeste), e o grau de seleção e curtose aumenta do Setor Oeste para o Setor Leste. Maiores alturas de ondas (> 1,3 m), intensidade de correntes costeiras (> 0,3 m/s) e maiores quantidade de sedimentos retidos nas armadilhas eólicas (> 0,02 g) ocorreram no Setor Oeste, indicando também a predominância do transporte de sedimentos no sentido E-W. Durante a maré enchente, aumenta a quantidade de sedimentos retidos nas armadilhas de sedimentos aplicados na zona de surf, principalmente os sedimentos mais finos e nas armadilhas de fundo, assim como aumenta a intensidade das correntes longitudinais (máximo valor no Setor Oeste em janeiro: 1,41 m/s), da altura de ondas (máximo de 1,62 m no Setor Central em agosto) e a intensidade dos ventos (7,5 m/s no Setor Leste em agosto). Isto é devido à influência das correntes de maré enchente ser maior que as correntes de maré vazante na Praia da Romana. A forçante mais expressiva atuante na área de estudo corresponde às correntes de maré enchente (fluindo e intensificando-se do Setor Leste ao Setor Oeste) e, secundariamente, os ventos fluindo nesta mesma direção preferencial, mantendo o aporte sedimentar em direção W.
Resumen : Coastal processes, waves, tides, currents generated and winds, model the beach face shape and contribute in the transporte and distribution of sediments on beaches. Due to the performance of these procedures, conducting experiments is severely hampered by high levels of turbulence generated by breaking waves. In sand beach, the winds gain the function of the transporte and distribution of the sediments deposited by the spreading of the waves. In Romana Beach, progradational beach ridges oriented toward W indicate the predominant sediment transport in this direction. The main objective of this study is to analyze the dynamics of this transport on the beach. The Romana barrier beach is situated at the mouth of the Pará River, an area of high hydrodynamics, is dominated by waves (RTR <3) in the less rainy period, especially during the ebb tide, and dominated by waves and tides (> 3 RTR <7) in the rainy season, mainly by flood tidal currents. The tidal regime is dominant in macrotidal beach in the rainy season (height of 4,3 m - March 2010) and in the less rainy season mesotidal (height of 3,4 m - August 2010). The incident waves at Romana Beach (on average 1,5 m in height) are primarily Northeasterly winds as they arrive on the beach in this preferential direction. The currents generated by waves propagating to the direction W, as well as the dominant tidal current on the beach: flood tidal current. The methodological procedures were applied the second beach two sets: (a) experimentation of traditional methods and (b) of alternative methods for sediment transport. The first was applied in the submerged part of the beach, through the realization of cross-sections of beach areas in West, Central and East, and measurements of speed and direction of local winds in the high tide line of each profile. The second is the application of sediment traps in the high tide line (submerged part of the beach) and in the surf zone (the submerged part of the beach) of each sector of beach, and measuring the intensity of coastal currents, the height, period and angle of incidence of waves on the submerged part of each profile. Data acquisition occurred during four field campaigns, adopting the seasonal water cycle: (a) seasonal transition to the less rainy period during the rainy season (January 2010), (b) in the middle of the rainy season, in March 2010 (equinoctial tide day) and May 2010, and during (c) less rainy season (August 2010). Throughout the seasonal cycle studied, we obtained positive final volume of sediments in Sector West (409 m3/m) and negative in the Center Sector (-306 m3/m) and the Eastern Sector (-339 m3/m). The final coefficient of variation of beach width was 9,08% in Sector West, 7,43% in the Central Sector, and 13,33% in Sector East. Note the predominance of fine sand (> 2 phi to 3 phi) well sorted (0,35 phi to < 50 phi) and very well sorted (<0,35 phi) in viii Romana Beach. Data for application of granulometric statistical parameters in the emerged part of the beach indicate the predominance of sediment transport towards E-W, it was found that the values of Mean size are growing of East Sector (minimum value found: 2,31 phi in August 2010) to West Sector (maximum value obtained: 3,37 phi in August 2010), also implying the increase in the degree of skewness in that order (Sector East to Sector West), and the degree of sorting and kurtosis increases for the West Sector to East Sector. Larger wave heights (> 1,3 m), intensity of coastal currents (> 0,3 m/s) and larger amount of sediment retained in traps wind (> 0,02 g) occurred in Sector West, also indicating the predominance sediment transport in the direction E-W. During high tide, increasing the amount of sediment retained in sediment traps used in the surf zone, especially the finer sediment and in the background traps, as well as increases the intensity of longshore currents (maximum value in West Sector in January: 1,41 m/s) of wave height (maximum of 1,62 m in the Center Sector in August) and the intensity of the winds (7,5 m/s in Sector East in August). This is due to the influence of tidal currents to be greater than the flood currents ebb in Romana Beach. It was concluded that the most significant forcing acting in the study area corresponds to the flood tidal currents (flowing and intensifying East Sector to West Sector) and, secondarily, the winds flowing in the same preferred direction, keeping the sediment supply towards W.
Palabras clave : Sedimentologia
Hidrodinâmica
Praia da Romana - PA
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::GEOQUIMICA
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Aparece en las colecciones: Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_MorfodinâmicaTransporteSedimentos.pdf4,44 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons