Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11698
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 7-Jun-2018
metadata.dc.creator: SILVA, Sâmia Luzia Sena da
metadata.dc.contributor.advisor1: MARTINS, Marlúcia Bonifácio
Title: Riqueza e distribuição das espécies da guilda de drosofilídeos frugívoros (Diptera), em resposta às variações ambientais pela estratificação da floresta e topografia
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SILVA, Sâmia Luzia Sena da. Riqueza e distribuição das espécies da guilda de drosofilídeos frugívoros (Diptera), em resposta às variações ambientais pela estratificação da floresta e topografia. Orientadora: Marlúcia Bonifácio Martins. 2018. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2018. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11698. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Entre os fatores que podem influenciar a distribuição das espécies estão, o clima, a topografia e os estratos da vegetação. Os dípteros que compõem a família Drosophilidae são insetos estreitamente adaptados às condições físicas de seu ambiente, e as respostas às condições ambientais são refletidas na estrutura da comunidade, tamanho das populações e composição local das espécies. Foi testado o efeito da variação dos elementos climáticos e topografia em microescala sobre a riqueza, composição e distribuição de abundância de Drosophilidae frugívoros em uma área de floresta ombrófila densa de terra firme. As coletas foram realizadas em abril/2016, setembro/2016 e setembro-outubro/2017 na grade do Programa de Pesquisa em Biodiversidade da Amazônia (PPBio) na Floresta Nacional do Amapá (0°40‟N, 51°10‟W; 2°50N, 52°30‟W). A captura dos insetos foi realizada com a utilização de armadilhas com isca de banana fermentada em porções de 100g. Foram contabilizados 2.028 insetos pertencentes à família Drosophilidae, com 674 machos distribuídos em 19 espécies. As espécies se distribuíram de forma seletiva entre os estratos verticais da vegetação e perfis topográficos, com maior riqueza encontrada no sub-bosque e nos níveis topográficos mais baixos da floresta. A heterogeneidade ambiental foi demonstrada pelas variações de abertura de dossel, temperatura e umidade relativa do ar. Independentemente da expedição, com exceção de D. Sturtevanti, as espécies demonstraram constância na ocupação dos estratos. As diferentes condições mesoclimáticas e microclimáticas existentes entre os estratos da floresta e perfis topográficos foram determinantes para a estruturação espacial da comunidade de drosofilídeos. No entanto, as diferenças observadas entre as expedições indicam que outros fatores também podem interferir no comportamento destes organismos causando variações na comunidade.
Abstract: Among the factors that may influence the distribution of the species are the climate, the topography and the strata of the vegetation. Diptera that make up the Drosophilidae family are insects closely adapted to the physical conditions of their environment, and responses to environmental conditions are reflected in community structure, population size and local species composition. The variation effect of the climatic elements and topography in microscale on the richness, composition and distribution of abundance of frugivorous Drosophilidae was tested, in an area of dense ombrophilous of “terra firme” forest. The collections were conducted in April / 2016, September / 2016 and September-October / 2017 in the Amazonian Biodiversity Research Program (PPBio) in the Amapá National Forest (0 ° 40 "N, 51 ° 10" W; 50 °, 52 ° 30 ° W). The insects were collected using traps with fermented banana bait in 100g portions. There were 2.028 insects belonging to the family Drosophilidae, with 674 males distributed in 19 species. The species were distributed selectively between the vertical strata of vegetation and topographic profiles, with greater richness found in the understorey and lower topographic levels of the forest. The environmental heterogeneity was demonstrated by the variations of canopy opening, temperature and relative humidity of the air. Independently of the expedition, the species, except D. sturtevanti, demonstrated constancy in the occupation of the strata. The different microclimatic conditions between the forest strata and topographic profiles were determinant for the community structure of drosophilids. However, observed differences between expeditions indicate that other factors may also interfere with the behavior of these organisms causing variations in community.
Keywords: Drosophilidae
Clima
Topografia
Vegetação
Riqueza de espécies
Floresta Nacional do Amapá - AP
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: CLIMA E DINÂMICA SOCIOAMBIENTAL NA AMAZÔNIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ECOSSISTEMAS AMAZÔNICOS E DINÂMICAS SOCIOAMBIENTAIS
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Museu Paraense Emílio Goeldi
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
MPEG
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_RiquezaDistribuicaoEspecies.pdf2,53 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons