Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11815
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 10-Jun-2019
metadata.dc.creator: ROCHA, Denise Oliveira Souza
metadata.dc.contributor.advisor1: COHEN, Marcelo Cancela Lisboa
Title: Influências das flutuações do nível do mar e mudanças climáticas na dinâmica dos manguezais do litoral Sul de Santa Catarina durante o Holoceno.
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: ROCHA, Denise Oliveira Souza. Influências das flutuações do nível do mar e mudanças climáticas na dinâmica dos manguezais do litoral Sul de Santa Catarina durante o Holoceno. Orientador: Marcelo Cancela Lisboa Cohen. 2019. 45 f. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11815. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi identificar os principais fatores reguladores da dinâmica dos manguezais no limite austral desse ecossistema no continente sul americano, na região de Laguna - Santa Catarina. Este estudo foi baseado na integração de análises de fácies sedimentares, isótopos (δ13C e δ15N), razões elementares da matéria orgânica sedimentar (C/N), dados polínicos e datações 14C obtidos das amostras do testemunho RP4 (S 28°29'18.41" e W 48°50'47.01) com 2 m de profundidade coletado em uma planície de maré próxima à Lagoa de Santo Antônio, 8 km distante da atual linha de costa, a oeste da cidade de Laguna. Foram individualizadas três associações de fácies: Planície Fluvial Herbácea, Canal de Fluvial e Planície de Maré com Spartina. A associação de fácies Planície Fluvial Herbácea é caracterizada pela presença de lama maciça com tubos bentônicos, fragmentos de conchas e raízes. A associação de fácies Canal de Fluvial apresenta areia com estratificação cruzada e areia maciça. No topo ocorre a associação de fácies Planície de Maré com Spartina representada pela predominância de lama siltosa contendo fragmentos de raízes. A integração dos dados sugere um aumento do nível relativo do mar durante o Holoceno, quando foram afogados os baixos cursos dos rios que favoreceu a formação dos sistemas lagunares que são bem representados em toda costa do estado de Santa Catarina, especialmente na área de estudo. Uma gradual transgressão marinha durante o Holoceno teria favorecido a expansão dos manguezais sobre as planícies de maré. Do ponto de vista físico-químico e hidrodinâmico as condições ambientais foram favoráveis para o estabelecimento e expansão dos manguezais nos últimos séculos, quando houve forte contribuição de matéria orgânica de origem estuarina no local de estudo e formação de amplas planícies de maré lamosas. O fato de não ter sido encontrado grãos de pólen de manguezal desde 9000 anos cal AP no testemunho RP4 indica que outras variáveis podem ter impedido a implantação do manguezal. Provavelmente, além do nível de mar mais baixo, as temperaturas durante os invernos holocênicos no limite austral dos modernos manguezais sul americanos, inviabilizaram a instalação dos manguezais durante o intervalo de tempo analisado no testemunho RP4. O aumento nas temperaturas mínimas de inverno nas últimas décadas tem permitido a expansão do limite austral dos manguezais através preliminarmente das árvores de Laguncularia para o interior da zona temperada.
Abstract: The objective of this work was to identify the main factors controlling the mangrove dynamics in the southern limit of this ecosystem in the South American continent, in the Laguna - Santa Catarina region. This study was based on the integration of sedimentary facies, isotopes (δ13C and δ15N), elementary organic matter (C/N), and pollen data with 14C dates obtained from core RP4 (S 28°29'18.41 " and W 48°50'47.01) with 2 meters depth sampled from a tidal flat near the Santo Antônio Lagoon, 8 km away from the present coastline, west of the town of Laguna. Three facies associations were identified: facies Herbaceous Floodplain, Fluvial channel and tidal flat with Spartina. The Herbaceous Floodplain is characterized by massive mud with benthic tubes, fragments of shells and roots. The facies association of Fluvial Channel presents sand with crossed stratification and massive. The top of the studied core presents the facies association Tidal Flat with Spartina represented by mud silt with roots fragments. The integration of these data suggests an increase in the relative sea-level during the Holocene, when the low river courses were flooded and it favored the formation of lagoon systems that are well represented along the Santa Catarina littoral, especially in the study area. A gradual Holocene marine transgression would have favored the mangrove expansion on tidal flat flats. Considering the physicochemical and hydrodynamic, probably the sedimentary environment was favorable for the establishment and expansion of mangroves over the last centuries, when occurs a strong contribution of organic matter sourced from estuary in the study site and development of tidal flats. The absence of mangrove pollen grains along the studied core (<9000 years AP) indicates, besides the low relative sea-level stand, another factor must have prevented mangrove establishment in the study area. The presence of Laguncularia and Avicennia shrubs/trees nowadays in the study area and the absence of mangrove pollen grains in the studied stratigraphic profile indicates that these genus were established only during the last decades. Probably, the temperatures during the Holocene winters on the modern austral limit of the South American mangroves prevented the mangrove establishment during that period the sediments of the core RP4 were accumulated. Probably, the increase in minimum winter temperatures during the last decades has allowed the expansion of the southern limit of the southern American mangroves into temperate zones.
Keywords: Manguezal
Holoceno
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GEOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ANÁLISE DE BACIAS SEDIMENTARES
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_InfluenciasFlutuacoesNivel.pdf2,12 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons