Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1636
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 30-Apr-2007
metadata.dc.creator: MENDES, Sandra Karina Barbosa
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Josenilda Maria Maués da
Title: Cultura e conhecimento sob a égide dos estudos culturais: um olhar a partir da produção acadêmica brasileira
Other Titles: Culture and knowledge under égide of the cultural studies: one to look at from the brazilian academic production
Citation: MENDES, Sandra Karina Barbosa. Cultura e conhecimento sob a égide dos estudos culturais: um olhar a partir da produção acadêmica brasileira. 2007. 137 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Educação, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em Educação.
metadata.dc.description.resumo: Este empreendimento de pesquisa desenvolve uma análise acerca de cultura e conhecimento, duas categorias basilares no campo dos Estudos Culturais, no intuito de investigar como estas são concebidas nos textos publicados no GT de Currículo (GT-12) da Associação Nacional de Pós-Graduação (ANPEd), no período de 2000 a 2006. De modo adjacente, analiso as ênfases temáticas identificadas no conjunto dos textos e as conjugações temáticas e metodológicas realizadas pelos seus autores, de modo a obter um quadro analítico integral das categorias cultura e conhecimento tal como são abordadas. Como procedimentos metodológicos, constam o estudo teórico de Raymond Williams, Stuart Hall e Tomaz Tadeu da Silva, autores de referência internacional e nacional do campo dos Estudos Culturais, e a análise de dezesseis (16) textos, entre pôsteres e trabalhos completos, retirados do site da ANPEd www.anped.org.br no GT de Currículo, inseridos na perspectiva teórica dos Estudos Culturais. A partir das análises desenvolvidas, é possível afirmar que cultura e conhecimento são concebidos nestes textos como práticas de significação. Cultura não é mera transmissão de tradições, valores, costumes e saberes de uma geração à outra, antes, a cultura é da ordem dos sentidos e significados, isto é, refere-se a maneiras de interpretar e conceber o mundo e constrói-se a partir das relações que homens e mulheres estabelecem entre si. Do mesmo modo, o conhecimento também é construído, produzido pela cultura, pelos sujeitos que fazem cultura. Não é neutro, nem estático, porque o processo no qual é criado está permeado por interesses particulares, disputas, questões de poder. Em geral, cultura e conhecimento são analisados em textos que discutem os currículos culturais, em especial a mídia, em suas mais diversas modalidades computador, jogos eletrônicos, programas de TV e revistas. As conjugações teóricas mais recorrentes envolvem autores tais como Tomaz Tadeu da Silva, teórico mais acionado, Michael Foucault, Homi Bhabha, Stuart Hall e Jean-Claude Forquim, Gimeno Sacristán e Henry Giroux. As conjugações metodológicas mais utilizadas são as análises do discurso e análises documentais. Refletindo sobre as análises que os textos desenvolvem sobre o currículo, percebo dois grandes eixos de compreensão. Um no qual o currículo é concebido como teoria/prática cultural, capaz de produzir sujeitos e subjetividades e outro no qual há diferenciação entre currículo teórico ou oficial e currículo real; neste eixo, o currículo é concebido como um documento oficial apartado das experiências cotidianas dos alunos. Observo, deste modo, duas vertentes teóricas acentuarem-se dentro de um mesmo campo de pesquisa, a crítica e a pós-estruturalista, que convergem em alguns aspectos e divergem em outros, mas no que concerne às categorias cultura e conhecimento, parece haver um consenso no que se refere às relações intrínsecas destas com os processos de significação, produção de identidades, subjetividades e de afirmação e produção de diferenças.
Abstract: This research enterprise, develops an analysis about the culture and knowledge, two base categories in the field of cultural studies, with the objective of investigating how they are conceived in the texts published in the WG (work group) of curriculum WG-12 of the National Association of Post-Graduation (ANPEd), in the period from 2000 to 2006. In a derived way, I analyze the thematic emphasis, identified in the group of texts and the methodological thematic approaches realized by its authors, with the objective of obtaining a complete analytical board of the culture and knowledge categories as they are dealt with. As methodological procedures, there are the theorical studies of Raymond Williams, Stuart Hall and Tomaz Tadeu da Silva, authors who are national and international references in the field of cultural studies and the analysis of (16) texts, among posters and complete researches taken from ANPEd site - www.anped.org.br - In the WG of curriculum inserted in the theorical perspectives of cultural studies. Starting from the developed analysis, is possible state that the culture and the knowledge are conceived in these texts as meaning practices. The culture is not the simple transmission of tradition, values, habits and knowledges from generation to generation, but the culture is in the senses and meanings order, therefore, refers to the ways of interpretating and conceiving the world and is built up from the relationships that men and women establish between each other and the social groups. In the same way, the knowledge is built, produced by the culture and knowledge are analyzed in texts that discuss the cultural curriculums, specially the media in its several styles computer, electronic games, TV programs, magazines. The most usual theorical approaches involve authors as Tomaz Tadeu da Silva, the most quoted scholar, Michael Foucault, Homi Bhabha, Stuart Hall, Jean Claude Forquim, Gimeno Sacristan, Henry Giroux. The most used methodological approaches are the speech analysis and the documental analysis. Reflecting about the analysis that the texts develop about the curriculum, I realize two important ways of comprehension. One in which curriculum is conceived as cultural theory/practice, able to produce subjects and subjectivities and other in which there is a differentiation between theorical or official and real curriculum, in this way, the curriculum is conceived as an official document apart from the students daily experience. I observe, two theorical approaches being stressed in the same researching field, the critical and the post-structuralist, that are similar in some aspects and differentiate in others, but in what deals with culture and knowledge categories, it seems that exists an agreement in what refers to the natural relations with the meaning process, production of identities, subjectivities and the statement and production of differences.
Keywords: Cultura
Currículo
Conhecimento (Filosofia)
Ensino
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação (Mestrado) - PPGED/ICED

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_CulturaConhecimentoEgide.pdf542,93 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons