Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1794
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: 30-Jun-2007
Authors: SAMPAIO, Maria Elizângela Carvalho
First Advisor: ASSIS, Grauben José Alves de
First Co-Advisor: BAPTISTA, Marcelo Quintino Galvão
Title: Procedimentos de ensino e de testes de construção e leitura de sentenças com compreensão
Other Titles: Teaching and testing procedures in the construction and reading of sentences with comprehension
Citation: SAMPAIO, Maria Elizângela Carvalho. Procedimentos de ensino e de testes de construção e leitura de sentenças com compreensão. 2007. 148 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
Resumo: Análise de relações ordinais nos quais o responder estaria sob controle de propriedades relacionais do tipo primeiro, segundo, terceiro e assim por diante, a partir do paradigma de equivalência, constitui uma importante forma de compreender o comportamento verbal (sintaxe). Cinco estudos buscaram avaliar a emergência de novas sentenças com três ou quatro palavras (artigos, substantivos, adjetivos ou verbos e advérbios), com base nas posições ocupadas pelas mesmas em cada sentença ensinada independentemente. Participaram do Estudo 1 cinco crianças da pré-escola. Todos os participantes foram submetidos a procedimentos de ensino com três palavras através de emparelhamento de acordo com o modelo, testes de equivalência, treino por encadeamento de respostas, testes de produção de seqüências, conectividade e testes de leitura com compreensão. No Estudo 2, outras cinco crianças do ensino fundamental foram expostas aos mesmos procedimentos de ensino e testes, com quatro palavras. No Estudo 3, quatro crianças eram submetidas ao procedimento por encadeamento, testes de produção de seqüências, conectividade e de leitura com compreensão com quatro palavras. No Estudo 4 outras quatro crianças com história de fracasso escolar foram submetidas ao mesmo procedimento de ensino e testes dos Estudos 1 e 2, com quatro palavras. No Estudo 5 três outras crianças também com história de fracasso escolar foram submetidas ao mesmo procedimento adotado no Estudo 3 com quatro palavras. Os participantes não tinham leitura fluente de frases, mas liam palavras isoladamente. As sessões experimentais ocorreram numa sala da escola freqüentada pelas crianças. Um microcomputador forneceu suporte ao estudo e um software específico exerceu o controle e registro dos dados comportamentais. Utilizaram-se três conjuntos de estímulos: A (desenhos), B (palavras maiúsculas) e C (palavras minúsculas), para ensinar as relações condicionais AB e AC e testes BC/CB. No treino por encadeamento eram usadas três sentenças diferentes. Na primeira tentativa, a palavra UM, por exemplo, era apresentada na área de escolha. Um toque sobre a palavra produzia como conseqüência seu deslocamento para a área de construção na parte superior da tela, uma animação gráfica era apresentada acompanhada de um som muito bem, legal, certo. Em seguida, duas palavras eram apresentadas 10 simultaneamente na tela e o participante deveria tocar em uma delas e depois, na outra. Caso as palavras fossem ordenadas corretamente, a mesma conseqüência anterior era apresentada, e a mesma configuração de palavras era reapresentada em posições diferentes na área de escolha. Caso a resposta fosse diferente da programada pela experimentadora, produzia um escurecimento na tela por 3s e uma nova configuração de palavras era apresentada, lado a lado na área de escolha. Após o ensino da linha de base, testes de produção de seqüências e de conectividade eram aplicados para verificar a emergência de seis novas sentenças (exceto Estudo 1), a partir da recombinação das palavras ensinadas anteriormente. Finalmente, um teste de compreensão de leitura com novas frases era apresentado aos participantes. Por exemplo, na presença de uma figura, três sentenças diferentes em letras maiúsculas eram apresentadas e o participante deveria selecionar qual a sentença correta. Em todos os estudos, os participantes alcançaram o critério de acerto, três vezes consecutivas, sem erro, embora alguns tenham precisado de re-exposições. No Estudo 1 e 2 todos os participantes responderam consistentemente aos testes e leram as novas sentenças fluentemente e com compreensão. No Estudo 3, um participante construiu as seis novas sentenças prontamente. Nenhum participante leu com compreensão aos testes finais de leitura. No Estudo 4, três participantes construíram duas novas sentenças prontamente e um participante não respondeu aos testes de conectividade. Dois participantes responderam aos testes de leitura com compreensão. No Estudo 5 dois participantes construíram quatro novas sentenças prontamente. Nos Estudos 3 e 5 os participantes não responderam aos testes de nomeação oral. Estes resultados demonstraram a emergência de novas sentenças, sem qualquer treino adicional, a partir do ensino com três sentenças independentes. Os resultados dos testes de leitura com compreensão mostraram uma coerência com o paradigma de equivalência. Conclui-se que os estímulos utilizados eram funcionalmente equivalentes e exerceram ainda funções ordinais pela posição que cada um ocupou nas sentenças.
Abstract: The analysis on ordinal relations in which the responding is under control of relational properties such as first, second, third and so on, based on the equivalence paradigm, constitutes an important way to comprehend verbal behavior (syntax). Five studies aimed to evaluate the emergency of new sentences with three or four words(articles, nouns, adjectives or verbs and adverbs), based on the positions taken by them in each sentence taught independently. Five pre-school children participated on the Study 1, envolving three words. All the participants were given matching-to-sample training procedures, equivalence tests, training through response chaining, sequences production training, conectivity and reading and comprehension tests. On Study 2, other five children from middle-school were given the same training procedures and tests, with four words. On Study 3, four children were submitted to the procedure by chaining, sequence production tests, conectivity and reading with comprehension using four words. On Study 4, other four children with school failure history were given the same tests and teaching procedures of Studies 1 and 2, with four words. On Study 5, three other children also with school failure history were given the same procedure adopted on Study 3, with four words. Participants didnt have fluent phrase reading, but readed words separately. Experimental sessions occured in a room of the School. A microcomputer was used in the study as well as a specific software to control the stimulus presentation and record the behavioral data. Three sets of stimuli were used: A (drawins), B (upper case words) and C (lower case words), to teach AB and AC conditional relations and BC/CB tests. On training by chaining, three different sentences were used. On first trial, the word UM, for example, was presented on the choice area. A touch on the word produced as a consequence its displacement to the construction area on the upper part of the screen, a graphic animation was presented with a sound muito bem (very good), legal (cool), certo (right). Following, two words were presented simultaneously on the screen and the participants should touch one of them and then the other one. In case the words were put in the correct 12 order, the same previous consequence were presented and the same set of words were presented again in different positions on the choice area.In case of an answer different from the programed by the experimenter, a blackout of the screen was produced for 3s and a new set of words were presented, side-by-side on the choice area. After teaching the baseline, sequences production and conectivity tests were applied to verify the emergence of six new sentences (except Study 1), based on previously taught words recombination. Finally, a reading comprehension test with new phrases were presented the participants. For example, on the presence of a picture, three different sentences on capital letters were presented and the participant should choose which was the correct sentence. In all the studies, the participants reached the rightness criteria, three consecutive times, without no mistake, though some of them have needed re-exposure. On Studies 1 and 2, all participants responded consistently to the tests and read the new sentences fluently and with comprehension. On Study 3, a participant built the six new sentences readily. None read with comprehension the reading tests. On Study 4, three participants built the new sentences readily and a participant didnt respond to the conectivity test. Two participants responded to the reading with comprehension tests. On Study 5, two participants built four new sentences readily. On Studies 3 and 5, participants didnt respond to the reading with comprehension tests. These results demonstrated the emergency of new sentences, without any aditional train, based on the teaching with three independent sentences. The results of the reading with comprehension tests shown a coherence with the equivalence paradigm. Its concluded that stimuli used were functionally equivalents and exerted ordinal functions by the position that each one took place on the sentences.
Keywords: Psicologia da aprendizagem
Teste de equivalência
Estimulação sensorial
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL::PROCESSOS DE APRENDIZAGEM, MEMORIA E MOTIVACAO
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Appears in Collections:Teses em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Doutorado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_ProcedimentosEnsinoTestes.pdf690,49 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons