Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1920
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2007
metadata.dc.creator: PAZ, Mariana Vargas
metadata.dc.contributor.advisor1: ALBUQUERQUE, Luiz Carlos de
Title: Efeitos de dois tipos de pergunta sobre os comportamentos verbal e não-verbal
Other Titles: Effects of two types of questions on verbal and nonberbal behavior
Citation: PAZ, Mariana Vargas. Efeitos de dois tipos de pergunta sobre os comportamentos verbal e não-verbal. 2007. 80 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo procurou avaliar se a sinalização da mudança nas contingências programadas pela apresentação de pergunta tornaria o seguimento de regras mais provável de mudar acompanhando a mudança nas contingências. Doze estudantes universitários foram expostos a um procedimento de escolha segundo o modelo. A tarefa era apontar para três estímulos de comparação, em seqüência, na presença de um estímulo modelo. A emissão das seqüências corretas produzia pontos trocáveis por dinheiro. As respostas eram reforçadas em esquema de reforçamento contínuo. Os participantes foram distribuídos em quatro condições experimentais, cada uma composta por quatro sessões. A Sessão 1 era a linha de base. As contingências programadas na Sessão 2 eram alteradas na Sessão 3 e mantidas inalteradas na Sessão 4. Nas Condições 1 e 2 o comportamento não-verbal era estabelecido por reforço diferencial e nas Condições 3 e 4 era estabelecido por regra. Duas perguntas eram feitas: a pergunta Tipo 1 consistia em solicitar ao participante que descrevesse o comportamento que produzia reforço; e a pergunta Tipo 2 consistia em pedir ao participante para avaliar a possibilidade de haver ou não mais de um comportamento que produzia reforço na situação experimental. A pergunta Tipo 1 era apresentada a cada três tentativas ao longo das Sessões 2, 3 e 4 de todas as condições; enquanto que a pergunta Tipo 2 era apresentada no início da Sessão 3 das Condições 1 e 3 e no início da Sessão 4 das Condições 2 e 4. As verbalizações dos participantes não eram reforçadas diferencialmente. Os resultados mostraram que dois dos três participantes da Condição 1 e os três da Condição 2 mudaram seus desempenhos verbais e não-verbais quando houve mudança nas contingências. Na Condição 3, os três participantes mudaram seus desempenhos quando houve mudança nas contingências e na Condição 4 dois dos três fizeram o mesmo. Sugere-se que a pergunta Tipo 2, em conjunção com a pergunta Tipo 1, contribuiu para a ocorrência de desempenhos verbais e não-verbais sensíveis às mudanças nas contingências quando o comportamento nãoverbal foi estabelecido por regra. Os resultados têm implicações para o esclarecimento do papel de perguntas na sensibilidade dos comportamentos verbais e não-verbais às mudanças nas contingências.
Abstract: The present study intent to evaluate if the sinalization of changing on programmed contingencies through the presentation of question should turn the following of rules more probable to change when the contingencies modified. Twelve pre-grade students were exposed to a matching-to-sample procedure. The respondents pointed, sequentially, to three comparison stimuli in the presence of a sample stimuli. The presentation of correct sequencies produce points exchangeable for money. The responses were reinforced in CRF. The participants were distributed in four experimental conditions, each one consisted of four sessions. The session 1 was the base line. The programmed contingencies in Session 2 were changed in Session 3 and remained unchanged in Session 4. In Conditions 1 and 2, the nonverbal behavior was established through differential reinforcement and in Conditions 3 and 4 it was established through instructions. Two types of question were asked during the experiment: question Type 1 consisted in asking the participant to describe the behavior that produce reinforcement; and question Type 2 consisted in asking the participant to evaluate the possibility of exist or not more than one behavior that is reinforced in experimental situation. Question Type 1 was presented each three trials during the Sessions 2, 3 and 4 for all conditions; while question Type 2 was presented alternately in the beginning of Session 3 or Session 4. The results showed that two of three participants of Condition 1 and all of Condition 2 modified their verbal and nonverbal behaviors when the contingencies were changed. In Condition 3, all participants changed their behaviors when the contingencies changed and two of three modified their behaviors when the contingencies changed in Condition 4. This indicate that the question Type 2, join to the question Type 1, contributed to the presentation of verbal and nonverbal behaviors more sensitivity to the changing in contingencies when the nonverbal behavior was established through instructions. The results may aid in clarifying the role of questions in sensitivity of verbal and nonverbal behaviors to changing in contingencies.
Keywords: Controle (Psicologia)
Comunicação oral
Comunicação não-verbal
Comportamento humano
Psicologia experimental
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfeitosTiposPergunta.pdf462,92 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons