Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1951
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 2-May-2002
Authors: FERREIRA, Ana Cássia Sarmento
First Advisor: OHASHI, Otávio Mitio
Title: Determinação de puberdade em cutias (Rodentia:Dasyproctidae) criadas em cativeiro, através da quantificação das células espermatogênicas
Other Titles: Puberty determination in agoutis (Rodentia:Dasyproctidae) maids in captivities, through the quantification of the spermatogenic cells
Citation: FERREIRA, Ana Cássia Sarmento. Determinação de puberdade em cutias (Rodentia: Dasyproctidae) criadas em cativeiro, através da quantificação das células espermatogênicas. 2002. 77 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2002. Programa de Pós-Graduação em Zoologia.
Resumo: A cutia (Dasyprocta spp) é um roedor de médio porte, que apresenta o hábito de enterrar parte de seus alimentos, principalmente sementes, é considerado um dispersor em potencial, pois contribui com o reflorestamento natural. Por ser uma espécie muito procurada para consumo na área rural da Amazônia, o manejo em cativeiro e o conhecimento dos seus aspectos reprodutivos são formas alternativas para a criação de programas de produção e preservação dessa espécie com potencial econômico. O objetivo do presente trabalho, foi determinar o período que ocorre a puberdade, caracterizar os estádios do Ciclo do Epitélio Seminífero (CES), determinar a freqüência relativa dos estádios, calcular o rendimento geral da espermatogênese e o índice das células de sertoli. Foram utilizados 7 grupos com idade variando de 4 a 17 meses, os animais foram divididos em G1 (4 e 5 meses, n=4), G2 (6 e 7 meses, n=4), G3 (8 e 9 meses, n=4), G4 (10 e 11 meses, n=3), G5 (12 e 13 meses, n=4), G6 (14 e 15 meses, n=3) e G7 (16 e 17 meses, n=2). Ao atingir a idade programada os animais foram castrados, sob anestesia, e as amostras testiculares após biometria foram fixadas em ALFAC por 24 horas, submetidas ao processamento histológico de rotina, foram realizados cortes de 5 mm de espessura e os tecidos obtidos corados com HE. As fases de desenvolvimento reprodutivo, incluindo a puberdade, foram determinadas através da quantificação das células espermatogênicas de 10 túbulos seminíferos/animal com o contorno circular, os quais se encontravam no estádio I do CES, previamente caracterizado pelo método da morfologia tubular, que apresentou oito estádios do CES, e de 20 túbulos seminíferos/animal que não apresentavam espermatogênese completa, o número real das células foi obtido através da correção dos números brutos pelo diâmetro nuclear/nucleolar médio e espessura do corte histológico. Para determinar a freqüência relativa, 100 túbulos seminíferos de cada animal que já havia atingido a puberdade foram analisados. Os pesos corporal e testicular apresentaram correlações significativas com a idade e entre si. O peso corporal e biometria testicular aumentaram significativamente (P<0.05) até a maturidade sexual, onde na puberdade o PC e PT foram (1.903 + 0.55 Kg; 1.8 + 1.4 g, respectivamente) e na fase adulta foram (2.825 + 0.11Kg; 6.1 + 0.37g). Os grupos analisados foram classificados como G1 impúbere (13.21 + 1.6 mm); G2 pré-puberdade (7.09 + 1.7 mm); G3 puberdade (93.82 + 58.7 mm); G4 Pós-puberdade 1 (164.03 + 10.03 mm); G5 e G6 Pós-puberdade 2 de fase longa (173.8 + 10.5 mm; 185.9 + 1.5 mm) e G7 Adulto (238.8 + 72.6 mm). As células de sertoli, diminuiram significativamente (P<0.05) da fase impúbere (21.7 + 3.5 mm) até a puberdade (9.7 + 4.2 mm) onde iniciaram sua estabilização até a fase adulta (9.03 + 0.01mm). As células espermatogênicas apresentaram correlações altas e significativas com o peso testicular. As médias das seções transversais do diâmetro tubular aumentaram significativamente (P<0.05) entre os grupos analisados, G1 (109.5 + 4.6 mm); G2 (119.7 + 10 mm); G3 (174.6 + 24.1 mm); G4 (240.9 + 14.1 mm); G5 (219.6 + 9.8 mm); G6 (221.1 + 7.9 mm) e G7 (258.1 + 55.3 mm). Após a análise de 1600 túbulos seminíferos, os oito estádios caracterizados pelo método da morfologia tubular apresentaram as seguintes freqüências relativas: I (16.8 + 2.3%); II (18.8 + 3.4%); III (7.6 + 1.3%); IV (11.1 + 1.2%); V (21.2 + 4.2%); VI (10.4 + 3.4%); VII (7.9 + 2.4%); VIII (6.4 + 1.4%). A freqüência conjunta dos estádios foi pré-meiótica (43.5%), meiótica (10.7%) e pós-meiótica (45.8%). Portanto, a puberdade em cutias é alcançada no período de 8 e 9 meses, onde se observa maior produção das células espermatogênicas e estabelecimento das células de sertoli, a partir dessa fase inicia-se uma tentativa de estabilização das células espermatogênicas, o qual é acompanhado por uma tendência a estabilização do crescimento testicular.
Abstract: The main objective of this work is to determine the period when puberty and sexual maturity occurs, thus classify the stages of seminiferous epithelium cycles (SEC), the relative frequency of the stages and compute the spermatogenesis efficiency. 7 groups with ages ranging from 4 to 17 months old were used, divided in the following way: G1 (4 and 5 months, n= 4), G2 (6 and 7 months, n= 4), G3 (8 and 9 months, n= 4), G4 (10 and 11 months, n= 3), G5 (12 and 13 months, n= 4), G6 (14 and 15 months, n= 3) and G7 (16 and 17 months, n= 2). The Testis samples were obtained by castration under anesthesia and their Testis samples, after biometrics, were fixed in ALFAC during 24 hours; after that, the samples were submitted to routine histological processing, the tissues obtained then stained in HE. The phases of reproductive development were determined by qualification of spermatogenic cells from 10 cross sections of the seminiferous circular boundary tubular/animal, which were in the stage 1 of SEC, previously characterized by the tubule morphology method, and which presented eight SEC stages. From 20 cross sections of the seminiferous circular tubules/animal that did not present complete spermatogenesis. To determine the relative frequency, 100 cross sections of the seminiferous tubules per animal, that had attained puberty were analyzed. The body and testis weights presented a high significative correlation with age and correlated significantly between themselves. The body and weights testis biometrics increases significantly (P<0.05) until the phase of beginning of sexual maturity. The analyzed groups were classified as pre-pubescent (G1), pre-puberty (G2), puberty (G3), post-pubescent 1 (G4), phase post-pubescent 2 (G5 and G6) and adult (G7). The puberty was reached with 8-9 months. Cell population observed in this phase was significant to the others (P<0.05) from the post-pubescent 1 on it was observed a non significative increase (P<0.05) until the beginning of the sexual maturity, nearby the 16 17 months. The spermatogenic cells presented high significative correlation with testis weights. The tubule diameter increases significantly (P<0.05) among the groups, corresponding to the enlargement of the cells in its interior. This result presented a high significative correlation with testis weights. After 1600 analysis of seminiferous tubules of eight stages characterized by the tubule morphology method, the most frequent inside the seminiferous tubule was 5 followed by 2 and 1, respectively, namely, these stages were founded in 21,2%, 18,8% and 16,8% of the tubules analyzed. After group of stages frequencies, the post meiotic phase, had a higher frequency, and it was not significant to the others.
Keywords: Cutia
Puberdade
Dasyprocta
Amazônia Brasileira
Animal em cativeiro
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Institution Acronym: UFPA
MPEG
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DeterminacaoPuberdadeCutias.pdf4,52 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons