Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/1978
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSILVA, Renilson Rodrigues da-
dc.date.accessioned2011-03-23T21:19:47Z-
dc.date.available2011-03-23T21:19:47Z-
dc.date.issued2006-03-23-
dc.identifier.citationSILVA, Renilson Rodrigues da. O Pólo industrial de Manaus como modelo de desenvolvimento econômico avaliado sob o enfoque da lei Kaldor-Verdoorn. Orientador: Francisco de Assis Costa. 2006. 115 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2006. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido. Disponível em: http://www.repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/1978. Acesso em:.-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/1978-
dc.description.abstractThis study aims to analyze and measure the dynamic economy of Manaus Industrial Pole as a development model under the conditions advocated by Kaldor-Verdoorn Law, which has as one of the focus to analyze the relation between production and productivity, under the conditions advocated by Kaldor-Verdoorn Law applied to industries of Manaus Industrial Pole. The Kaldor-Verdoorn Law proposes that theres a trend to productivity growth as long as production grows. Economies of scale are generated in an endogen way by technical change and technological learning (learning by doing), which is a resulted of the demand growth that allows the exploitation of the dynamics economies of present scale mainly, in the manufacturing sector. Based on this statement, total productivity of factors and the partial productivity are estimated. The dynamic of this economy is analyzed through empirically related to the Industries production and performance from January of 1995 to December of 2004 through an Error Correction Model, Granger Causality Test and Structural VAR Model. The Results indicates a reasonable degree of dynamism in this economy, because of the effect combination of short and long term made possible the productivity growth in an accelerated rhythm with quick answers in a short term of productivity under changing shocks in production and employment total values. Shows also the existence of endogenous sources of growth productivity, showing in evidence the crescent scale economies.-
dc.description.sponsorshipCNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-
dc.language.isopor-
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectDinâmica econômica-
dc.subjectProdução industrial-
dc.subjectLei de Kaldor-Verdoorn-
dc.subjectPólo Industrial de Manaus (AM)-
dc.subjectEconomia industrializada-
dc.subjectDesenvolvimento sustentável-
dc.subjectPorto livre-
dc.subjectEconometria-
dc.subjectManaus - AM-
dc.subjectZona franca-
dc.subjectProdutividade-
dc.subjectAmazonas-
dc.subjectAmazônia brasileira-
dc.titleO Pólo industrial de Manaus como modelo de desenvolvimento econômico avaliado sob o enfoque da Lei de Kaldor-Verdoorn-
dc.title.alternativeThe Manaus industrial pole as a development model under the conditions advocated by Kaldor-Verdoorn Law-
dc.typeDissertação-
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentNúcleo de Altos Estudos Amazônicos-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA INDUSTRIAL::MUDANCA TECNOLOGICA-
dc.contributor.advisor1COSTA, Francisco de Assis-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1820238947667908-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1925849628851994-
dc.description.resumoEste estudo tem como objetivo mensurar e avaliar a dinâmica econômica do Pólo Industrial de Manaus como um modelo de desenvolvimento sob o enfoque da Lei de kaldor-Verdoorn. Especificamente, analisar a relação entre produção e produtividade, sob as condições preconizadas por esta lei, aplicadas às indústrias do Pólo Industrial de Manaus. A Lei de Kaldor-Verdoorn propõe que à medida que a produção aumenta, há uma forte tendência, ao longo do tempo, de crescimento da produtividade. Economias de escala são geradas endogenamente por mudança técnica e aprendizagem tecnológica (learning by doing), fruto do crescimento da demanda que permite que se explore as economias de escala dinâmicas presentes, principalmente, no setor manufatureiro. Dessa forma, estima-se a produtividade total de fatores e a produtividade parcial. Analisa-se a dinâmica dessa economia efetuando-se teste empírico para a indústria do Pólo Industrial de Manaus, no período de janeiro de 1995 a dezembro de 2004, através de um modelo de correção de erros, teste de causalidade de Granger e modelo VAR estrutural,. Os resultados obtidos indicam um razoável grau de dinamismo dessa economia, dado que a combinação de efeitos de curto e longo prazo fez com que a produtividade crescesse num ritmo mais acelerado, com respostas rápidas no curto prazo, da produtividade a choques de mudanças no valor total da produção e emprego. Comprovam também a existência de fontes endógenas de crescimento da produtividade, evidenciando economias de escala crescente.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido-
Appears in Collections:Dissertações em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Mestrado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PoloIndustrialManaus.pdf787,36 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons