Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2326
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMENEZES, Aline Beckmann de Castro-
dc.creatorBRITO, Regina Célia Souza-
dc.date.accessioned2011-09-13T11:51:48Z-
dc.date.available2011-09-13T11:51:48Z-
dc.date.issued2007-04-
dc.identifier.citationMENEZES, Aline Beckmann de Castro; BRITO, Regina Célia Souza. Reflexão sobre a homossexualidade como subproduto da evolução do prazer. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 12, n. 1, p. 133-139, abr. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pe/v12n1/v12n1a15.pdf>. Acesso em: 25 ago. 2011. <http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722007000100016>.pt_BR
dc.identifier.issn1413-7372-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2326-
dc.description.abstractHomosexual behavior in animal species has been seen as a challenge to the evolution theory. Although a non-reproductive response, homosexuality persists in the species. Several hypotheses on homosexuality s evolutionary advantages have been proposed by many authors but they all contain contrary aspects, at least when human beings are concerned. Current suggestion states that since homosexuality is not genetically determined, no survival value is required. Homosexual behavior pattern would be an evolutionary byproduct of pleasure as an essential consequence of the sexual act to favor reproduction and to maintain links between partners. Although still a preliminary proposal, the statement pinpoints new trends in interpretation and investigation within the relationship between homosexuality and evolutionism.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectHomossexualidadept_BR
dc.subjectComportamento sexualpt_BR
dc.subjectEvolucionismopt_BR
dc.subjectPrazerpt_BR
dc.titleReflexão sobre a homossexualidade como subproduto da evolução do prazerpt_BR
dc.title.alternativeHomosexuality as a byproduct of the evolution of pleasurept_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.resumoA incidência de comportamento homossexual em diversas espécies tem sido encarada como um desafio à proposta evolucionista, por se configurar como um padrão que se mantém apesar de não propiciar a reprodução. Uma série de hipóteses explicativas de vantagens evolutivas da homossexualidade foi desenvolvida por diversos autores, contudo, em todas se podem encontrar aspectos problemáticos que as contradizem – ao menos no que se refere à espécie humana. A hipótese aqui defendida é que a homossexualidade não seria geneticamente determinada, logo não requereria valor de sobrevivência. Este padrão comportamental seria um subproduto da evolução do prazer enquanto efeito essencial do ato sexual para favorecer a reprodução e a criação de vínculos entre parceiros. Apesar de se caracterizar como uma proposta preliminar, esta hipótese aponta novas direções de interpretação e investigação da relação entre homossexualidade e evolucionismo.pt_BR
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAPSI/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_ReflexaoHomossexualidadeSubproduto.pdf62,78 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons