Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2601
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 26-Jun-2009
metadata.dc.creator: MULLER, Elzelis de Aguiar
metadata.dc.contributor.advisor1: MACHADO, Luiza Carla Girard Teixeira
metadata.dc.contributor.advisor-co1: LIMA, Alberto Carlos de Melo
Title: Avaliação do uso de lodos de estação de tratamento de água como matéria-prima na confecção de tijolos cerâmicos: estudo de caso - ETA Bolonha
Citation: MULLER, Elzelis de Aguiar. Avaliação do uso de lodos de estação de tratamento de água como matéria-prima na confecção de tijolos cerâmicos: estudo de caso - ETA Bolonha. 2009. 145 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Tecnologia, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho objetivou avaliar a possibilidade de incorporar o lodo da Estação de Tratamento de Água do Bolonha (RMB), na fabricação de tijolos cerâmicos para uso na construção civil. Duas unidades de desaguamento de lodo (UDL) foram implantadas e operacionalizadas na ETA Bolonha. Antes da confecção dos tijolos cerâmicos, o lodo da ETA Bolonha foi desaguado nas UDL’s que eram dotadas de manta permeável, e em seguida foram caracterizadas fisicamente e mineralogicamente. O lodo foi adicionado à massa cerâmica de uma indústria local para a produção de tijolos. Diversas proporções da mistura lodo e argila foram testadas com intuito de encontrar a proporção adequada para a produção de tijolos cerâmicos (10%, 12% e 20% de lodo de ETA à massa cerâmica). Ensaios de laboratório foram realizados para avaliar sua resistência, absorção de água, dimensões adequadas e aspecto visual. Não foi possível a incorporação de 20% de lodo à massa cerâmica devido à alta plasticidade e a dificuldade de fabricação dos tijolos cerâmicos, no entanto, as proporções de 10% e 12% de lodo de ETA foram as que tiveram resultados melhores quanto aos parâmetros de resistência, indicando que os tijolos cerâmicos podem ser produzidos com a incorporação de até 12% de lodo de ETA.
Abstract: This study aimed to evaluate the possibility of incorporating the sludge in the water treatment station of Bolonha (RMB), in the manufacture of ceramic bricks for use in construction. Two units of flow of mud (UDL) were established and operationalized in the ETA Bolonha. Before the preparation of ceramic bricks, the mud flows were ETA Bologna in UDL's that were equipped with open collar, and then were characterized physically and mineralogically. The sludge was added to the ceramic body of a local industry for the production of bricks. Various proportions of silt and clay mixture were tested in order to find the appropriate proportion to the production of ceramic bricks (10%, 12% and 20% of sludge in the ceramic body ETA). Laboratory tests were conducted to assess its strength, water absorption, an appropriate size and visual appearance. It was not possible to incorporation of 20% of mud to ceramic body due to the high plasticity and the difficulty of manufacture of ceramic bricks, however, the proportions of 10% and 12% of sludge from ETA were the ones that had better results on the parameters of resistance, indicating that the ceramic bricks can be produced with the incorporation of up to 12% of sludge from ETA.
Keywords: Lodo
Argila
Tijolos
Cerâmica
Estação de tratamento de água
Resíduos industriais
Beneficiamento
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVIL::CONSTRUCAO CIVIL::MATERIAIS E COMPONENTES DE CONSTRUCAO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Engenharia Civil (Mestrado) - PPGEC/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AvaliacaoUsoLodo.pdf5,5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons