Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2876
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMORAES, Waldiney Pires-
dc.date.accessioned2012-07-31T15:05:55Z-
dc.date.available2012-07-31T15:05:55Z-
dc.date.issued2011-08-02-
dc.identifier.citationMORAES, Waldiney Pires. Caracterização do mecanismo de ação antiinflamatória do flavonóide BAS1 isolado da planta Brosimum acutifolium. 2011. 90 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2876-
dc.description.abstractInflammation is the body's response to injury and danger. Even though it’s a body defensive mechanism, this response’s intensity and/ or persistency might be harmful for an individual. In such context, natural products are important sources of biologically active molecules, and they’re considered promising resources for the discovering of new drugs. Based on ethno pharmacological studies, BAS1 flavonoid (4'-hydroxy, 7, 8 - (2'', 2''-dimethyl-pyran)-flavan), which hasn’t been described by literature yet, was isolated from the Brosimum acutifolium plant, popularly known as "mururé da terra-firme." Facing this, the present study aimed at characterizing the anti-inflammatory mechanism of action of BAS1 flavonoid in stimulated murine macrophages. Macrophages were activated with LPS and IFN-γ, cell viability was evaluated by the MTT, levels of inflammatory mediators were determined by ELISA (TNF-α, PGE2, IL-10) through Griess reaction (NO) and protein expression by Western blotting. The results demonstrate that BAS1 only has cyclotoxic effects at high concentrations (100 μM) inhibited NO production (95%), negatively regulated the expression of NOS-2, reduced the TNF-α production (39%) and PGE2 (57%), but didn’t with IL-10 in activated macrophages. Thus, demonstrating the pharmacological effect of BAS1 flavonoid, as well as supporting the usage of the Brosimum acutifolium plant as an anti-inflammatory in our region was an important contribution from this study. Furthermore, the production of this plant’s extract could provide the local population with an effective and affordable anti-inflammatory. The present work may also contribute to the establishment of a new classification of anti-inflammatory agents, based on natural flavonoids, such as BAS1.pt_BR
dc.description.sponsorshipEGPA - Escola de Governo do Estado do Pará-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectInflamaçãopt_BR
dc.subjectFlavonóidespt_BR
dc.subjectBAS1pt_BR
dc.subjectBrosimum acutifoliumpt_BR
dc.titleCaracterização do mecanismo de ação antiinflamatória do flavonóide BAS1 isolado da planta Brosimum acutifoliumpt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicas-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::FARMACOLOGIA BIOQUIMICA E MOLECULAR-
dc.contributor.advisor1DINIZ, Domingos Luiz Wanderley Picanço-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9601463988942971-
dc.contributor.advisor-co1SILVA, Anderson Manoel Herculano Oliveira da-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5222632994807027-
dc.description.resumoInflamação é a resposta do organismo a injúria e perigo. Apesar de a inflamação ser um mecanismo de defesa do organismo, a intensidade e/ou a persistência desta resposta pode ser maléfica para o indivíduo. Neste contexto, os produtos naturais, são importantes fontes de moléculas biologicamente ativas, e é considerado, um recurso promissor para a descoberta de novos fármacos. Baseado em estudos etnofarmacológicos, foi isolado da planta Brosimum acutifolium, popularmente conhecida como “Mururé da Terra-Firme” o flavonóide BAS1 (4’-hidroxi,7,8-(2’’,2”-dimetil-pirano)-flavana), ainda não descrito na literatura anteriormente. Diante disso, o presente trabalho caracterizou o mecanismo de ação antiinflamatória do flavonóide BAS1, em macrófagos murinos estimulados. Macrófagos foram ativados com LPS e IFN-γ. A viabilidade celular foi avaliada pelo ensaio do MTT, os níveis dos mediadores inflamatórios foram determinados por ELISA (TNF-α, PGE2, IL-10), através da reação de Griess (NO) e a expressão de proteínas por Western blot. Nossos resultados demonstraram que BAS1 apresentou efeito citotóxico apenas para altas concentrações (100 μM), inibiu a produção de NO (95%), inibiu a expressão de NOS-2, reduziu a produção de TNF-α (39%) e PGE2(57%), mas não alterou a produção de IL-10 em macrófagos ativados. Dessa forma, uma importante contribuição deste estudo, foi evidenciar o efeito farmacológico do flavonóide BAS1, bem como, fundamentar o uso da planta Brosimum acutifolium, como antiinflamatória em nossa região. Somado a isso, a produção de extrato desta planta poderia fornecer um antiinflamatório eficaz e com menor custo para a população local. O presente trabalho, também pode contribuir para a determinação de nova classe de agente antiinflamatório, baseado em flavonóides naturais, como BAS1.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular-
dc.audience.educationlevelhttp://lattes.cnpq.br/8407177208423247-
Appears in Collections:Teses em Neurociências e Biologia Celular (Doutorado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_CaracterizacaoMecanismoAcao.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons