Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2940
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 31-Oct-2011
metadata.dc.creator: FERREIRA, Lenise Maria da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: ARAÚJO, Sônia Maria da Silva
Title: Mulheres e docência: histórias de vida e experiências na Amazônia ribeirinha
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: FERREIRA, Lenise Maria da Silva. Mulheres e docência: histórias de vida e experiências na Amazônia ribeirinha. 2012. 118 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Educação, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Educação.
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação tem como objeto de pesquisa a constituição da docência em professoras dos anos iniciais da educação básica. Partiu-se para o processo de investigação com base na assertiva de que as experiências vividas pela mulher professora são à base de sua prática no magistério, que as histórias de existência e de possibilidades asseguradas pelo tempo e espaço são os elementos que mobilizam o exercício docente das professoras que atuam nos anos iniciais da educação básica, para além da formação profissional que recebem. Assim, optou-se em fazer a pesquisa com sujeitos que tivessem passado por experiências de vida pouco comuns, distantes do lócus em geral escolhido por pesquisadores da área, isto, as escolas urbanas. Do grupo que se vislumbrou inicialmente, decidiu-se pelo trabalho com professoras de escolas de ilhas do entorno de Belém. Engajada em um projeto mais amplo sobre as professores do espaço insular da baía de Guajará, para esta dissertação, escolheu-se realizar a pesquisa junto a professoras das comunidades de Caruaru e Castanhal de Mari-Mari, na Ilha de Mosqueiro – a maior ilha do arquipélago de Belém. Para atingir a assertiva anteriormente exposta, o trabalho de pesquisa foi realizado com duas professoras que nasceram na Ilha de Mosqueiro e têm suas histórias vinculadas a este lugar. As questões de investigação que foram levantadas são: Qual a relação do espaço e do tempo da Ilha com a história de vida das professoras? Em que medida as histórias de vida imbrica-se ao exercício do magistério? Definiu-se como objetivo de estudo “analisar, por meio de registros orais, histórias de vida de professoras da Ilha do Mosqueiro, Belém do Pará, Brasil, para compreender a docência na Amazônia”. Metodologicamente, valeu-se das estratégias de investigação da História Oral, optando, em particular, pela História Oral de vida. Desse modo, utilizou-se a técnica da entrevista não-estruturada ao longo de dois anos com as professoras. Os resultados indicam que o magistério é sim uma profissão especialmente marcada pelas experiências de vida e que a própria formação profissional assume um lugar muito particular ao se articular a essas experiências. Pode-se afirmar que o espaço onde vivem as professoras tem relação direta com o exercício da docência e que isto deve ser considerado tanto nas formações continuadas, nas semanas pedagógicas, quanto nas políticas educacionais direcionadas às professoras das Ilhas. As histórias de vida das duas professoras aproximam-se quando elas relatam as dificuldades enfrentadas para se escolarizarem e os desafios superados no exercício da atividade docente. Estas histórias também se aproximam quando ambas tratam do ingresso no serviço publico como professora por meio de concurso. Ao se constatar que há um maior número de professoras atuando nessas escolas que não tem vínculo com o lugar, e que, por isso, estão alheias às bases das condições objetivas dos alunos de aprender, coloca-se em questão as formas de ingresso e de alocação de professores nas escolas pelo poder público. A diferença entre a prática de quem é do lugar e de quem não é indicam nesse estudo que é preciso, inclusive, rever a própria concepção de concurso público e das condições de possibilidades das professoras formadas em espaços não urbanos da cidade de Belém.
Abstract: This thesis research object is about the constitution of women teachers teaching in the early years of basic education. We started the process of research based on the assertion that the woman teacher experiences are the basis of their practice in teaching, the stories of existence and possibilities provided by the time and the space are the elements that mobilize the teaching practice of the women teachers that work in the early years of basic education, in addition to professional formation that receive. It was decided to do research with subjects that had suffered unusual life experiences, far from the locus generally chosen by researchers, that the urban schools. The group that at first glimpsed, it was decided to work with women teachers from schools around the islands of Belém. Engaged in a broader project about the women teachers of insular space of Guajará bay, for this thesis, we choose to realize the research near of women teachers from communities Caruaru e Castanhal of Mari-Mari, in the Mosqueiro Island - the largest island of Belém. To reach the assertion above, the research was conducted with two women teachers who were born on the Mosqueiro Island and their stories are linked to this place. The research questions raised are: What is the relationship of space and time on the island with the life stories of the women teachers? To what extent the life stories intertwine with the practice of teaching it was defined as the aim of the study "to analyze, through oral records, life stories of women teachers from Mosqueiro Island, Belém of Pará, Brazil, to understand the Amazônia teaching". The methodology chosen was the use of the research strategies of Oral History, choosing in particular the Oral History of life. And so, we used the technique of the unstructured interview over two years with the women teachers. The results indicate that teaching is a profession especially marked by life experiences and the professional formation takes a very special place to articulate these experiences. It can be argued that the space where live these women teachers have direct relation to the teaching profession and this must be considered both in a continuing formation, in a teaching week event, in the educational policies directed to the women teachers Islands. The life stories of these two women teachers are close when they reported difficulties to become a teacher and the challenges to overcome in the course of teaching. These stories also are come close when both women teachers deal with the ingression in the public service as a teacher by means of competition. To if evidencing that it has a bigger number of women teachers working in those schools that bond with the place does not exist, and that, therefore, are alien bases on the objective conditions of students to learn, it places in question the forms of ingression and allocation of teachers in the schools by the government. The difference between the practice from who belong the place and who doesn´t is related in this study, it indicates that it is necessary, including, reviewing the actual conception about public competition and the conditions of the possibilities of the women teachers formed in a non-urban space from town of Belém.
Keywords: Mulheres
Professores
História de vida (Pesquisa social)
Educação rural
Ilha de Mosqueiro - PA
População ribeirinha
Pará - Estado
Ensino fundamental
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::ANTROPOLOGIA EDUCACIONAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação (Mestrado) - PPGED/ICED

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MulheresDocenciaHistorias.pdf2,01 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons