Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2963
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 3-Apr-2012
metadata.dc.creator: SILVA, Luciene de Jesus Maciel da
metadata.dc.description.affiliation: SEDUC/DF - Secretaria de Estado de Educação
metadata.dc.contributor.advisor1: HURTIENNE, Thomas Peter
Title: A relação entre crescimento econômico e desenvolvimento sustentável: a Região do Araguaia no contexto regional paraense
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: SILVA, Luciene de Jesus Maciel da. A relação entre crescimento econômico e desenvolvimento sustentável: a Região do Araguaia no contexto regional paraense. 2012. 229 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos. Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.
metadata.dc.description.resumo: A relação entre crescimento econômico e desenvolvimento sustentável é a problemática deste estudo que propõe analisar esta por meio do uso do Índice de Desenvolvimento Sustentável Local. Nesse sentido, a categoria de análise usada foi à região que é definida como um sistema formado por e a partir da conjunção de elementos internos e externos. O objeto de análise selecionado foi a região do Araguaia paraense que se localiza no Estado do Pará – Brasil, essa escolha ocorreu porque, ao longo dos últimos 40 anos, essa região tem assumido expressão econômica nesse estado e, ao mesmo tempo, tem sido foco de questionamentos quanto ao modelo de desenvolvimento econômico empregado no passado e os seus resultados no presente. O objetivo central deste estudo é analisar, por meio dos elementos internos e externos de uma região considerada como fronteira de recursos, se o cenário de crescimento econômico contribuiu para o desenvolvimento sustentável. A seleção de um estudo de caso foi à estratégia de investigação e os instrumentos de levantamento de dados foram: a aplicação de questionários, a análise da evolução de dados secundários e a construção de um Índice de Desenvolvimento Sustentável (IDLS) que foi usado para dimensionar de forma integrada o desempenho social, ambiental, econômico e institucional da região pesquisada em relação ao contexto regional paraense. O principal resultado, deste estudo, foi à constatação de que crescimento econômico das regiões paraenses até a atualidade não mediou processos favoráveis ao desenvolvimento na perspectiva da sustentabilidade. Observou-se que a região do Araguaia, encontra-se em estado de alerta no IDLS, seguindo a mesma tendência de outros espaços regionais que cresceram economicamente no Estado do Pará. Para cada região do Estado do Pará, uma dimensão diferente comprometeu a sustentabilidade regional, no caso da Região do Araguaia a dimensão ambiental foi a que mais comprometeu o seu IDSL. Tal resultado comprova vários estudos que afirmaram que os impactos ambientais comprometem o desenvolvimento sustentável dessa região. Apesar disso, essa região obteve o terceiro melhor desempenho na dimensão social da sustentabilidade, dado mais importante para o desenvolvimento sustentável que este estudo se propôs medir. Por conseguinte, duas conclusões principais podem ser apontadas. A primeira é que atualmente houve uma melhora no padrão social das regiões paraense como um todo, em alguns casos as áreas centrais dos grandes investimentos superaram o desempenho social de outras regiões que não foram focos dos investimentos promovidos nas décadas anteriores. Apesar de alguns estudos apontarem que os investimentos governamentais não se revestiram em benefícios sociais. A segunda é que os elementos externos às regiões contribuíram para a mudança do quadro social descrito, mas não para alteração do quadro ambiental regional, pois criou institucionalidades que direcionassem as forças internas na produção dos resultados do quadro econômico, social, institucional e ambiental. Portanto, tanto a elevação do padrão social quanto a piora do quadro ambiental da região do Araguaia paraense são o resultado de um conjunto de políticas nacionais que, provavelmente, se somaram aos cenários de ação e decisão dos atores locais.
Abstract: The relationship between economic growth and sustainable development is the issue that this study proposes to examine this by using the Index of Sustainable Local Development- IDLS. In this sense, the category of analysis used was the region which is defined as a system formed by and from the combination of internal and external elements. The object of analysis selected was the Araguaia region of Para which is located in the State of Pará - Brazil, this choice was because, over the past 40 years, this region has made significant economic role in this state and at the same time, has been the focus of questions about the economic development model used in the past and the present results. The main objective of this study is to analyze, through internal and external elements of a region regarded as frontier resources, if the scenario of economic growth has contributed to sustainable development. The selection of a case study was the research strategy and data collection instruments were: the use of questionnaires, analysis of the evolution of secondary data and the construction of a Sustainable Local Development Index (IDS) that was used to scale the integrated manner the social, environmental, economic and institutional area surveyed in relation to the regional context of Pará. The main result of this study was the observation that economic growth in the regions of Pará to the present procedures did not mediate the favorable development towards sustainability. It was observed that the Araguaia region, is on alert in IDLs, following the same trend in other regional areas that have grown economically in the state of Pará. For each region of the state of Para, a different dimension committed to regional sustainability. In the case of the Araguaia region of the environmental dimension was the most compromised your IDSL. This result proves that several studies have claimed that the environmental impacts jeopardize the sustainable development of the region. Nevertheless, this region had the third best performance in the social dimension of sustainability as more important for sustainable development that this study was to measure. Therefore, two main conclusions can be pointed out. The first is that currently there was an improvement in the social pattern of the regions of Pará as a whole, in some cases the central areas of major social investments outperformed other regions that did not focus on investment promotion in previous decades. Although some studies suggest that government investment is not coated in social benefits. The second is that the elements external to the regions contributed to the change of membership described, but not to change the regional environmental framework, because it created institutionalities conduct internal forces in the production of the results of the economic framework, social, institutional and environmental. Therefore, both the elevation of social status and worsening the region's environmental Araguaia Para are the result of a set of national policies that probably were added to the scenarios of action and decision of local actors.
Keywords: Desenvolvimento econômico
Desenvolvimento sustentável
Índice de desenvolvimento
Região do Araguaia - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::CRESCIMENTO, FLUTUACOES E PLANEJAMENTO ECONOMICO::CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_RelacaoCrescimentoEconomico.pdf2,93 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons