Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/3460
Tipo: Dissertação
Data do documento: 13-Nov-2012
Autor(es): RISSINO, Jorge Dores
Primeiro(a) Orientador(a): PIECZARKA, Julio Cesar
Título: Análise de células-tronco adultas (CTA) em cultura de células de tecido epitelial de pequenos roedores (rodentia-stricognathi- sciurognathi)
Agência de fomento: FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citar como: RISSINO, Jorge Dores. Análise de células-tronco adultas (CTA) em cultura de células de tecido epitelial de pequenos roedores (rodentia-stricognathi- sciurognathi). 2012. 88 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
Resumo: As células-tronco adultas (CTA) são células multipotentes e não especializadas encontradas na medula óssea, no sangue periférico, na córnea, na retina, no cérebro, no músculo esquelético, na polpa dental, no fígado, no pâncreas, no epitélio da pele, no sistema digestivo, no cordão umbilical e na placenta. Estas células podem se renovar e reproduzir indefinidamente e, sob certos estímulos, se transformar em células especializadas de diferentes tecidos ou órgãos. O presente trabalho tem como objetivo a obtenção de CTA a partir de tecido epitelial de roedores silvestres de espécies diferentes (Oecomys concolor - um exemplar fêmea, Proechimys roberti - dois exemplares machos, Hylaeamys megacephalus - dois exemplares machos). A metodologia para isolamento e cultivo in vitro de amostras do tecido epitelial foi estabelecida, a partir de protocolos já descritos, avaliando aspectos morfológicos, estabilidade genômica, contagem e análise da viabilidade celular, potencial clonogênico e indução de diferenciação em osteócitos, condrócitos e adipócitos. Todas essas análises foram feitas pós-criopreservação das culturas. As CTA foram caracterizadas como população homogênea de células que proliferam in vitro, como células aderentes à superfície do plástico, tendo morfologia semelhante a fibroblastos e formato fusiforme, com alta taxa de crescimento e proliferação celular por várias passagens sucessivas, onde a autorrenovação celular foi avaliada por ensaios clonogênicos. Na análise para examinar a estabilidade genômica na P3, todas as amostras apresentaram cariótipo com número diplóide normal e estável. A metodologia empregada nos ensaios para diferenciação das CTA em linhagens osteogênica, condrogênica e adipogênica, apresentou resultados satisfatórios, onde as células mostraram a marcação desejada através das colorações Alizarin Red S, Alcian Blue e Oil Red O, respectivamente. Todas as amostras testadas apresentam capacidade de proliferação e diversidade de diferenciação, sendo potencialmente fornecedores de CTA provenientes da pele e podendo ser utilizados como organismos modelos de estudos em CT.
Abstract: The Adult Stem Cells (ASC) are non-specialized multipotent cells found in the bone marrow, peripheral blood, cornea, retina, brain, muscles, dental pulp, liver, pancreas, skin epithelium, digestive system, umbilical cord and placenta. These cells can indefinably reproduce and renew themselves and, under some stimulation, to change into specialized cells of different tissues or organs. The present work had the aim of obtaining ASC from epithelial tissues from wild rodents of different species (Oecomys concolor – one female, Proechimys roberti – two males, Hylaeamys megacephalus – two males). The methodology for isolation and in vitro culture of epithelial tissue following the previously described protocols, as well as the analysis after cryopreservation of morphology, genome stability, counting and cells viability, clonogenic potential and differentiation on osteocytes, chondrocytes and adipocytes. The ADC were characterized as a homogeneous population of in vitro growing cells adherent to plastic surfaces, which has a morphology similar to fibroblasts and with fusiform shape, with high growing rate and cell proliferation form many successive passages, where the clonogenic assays evaluated the cell renewing. On checking the genome stability on P3, the entire sample had stable karyotypes with the correct diploid number. The methodology for ASC differentiation into osteocytes, chondrocytes and adipocytes cell lines was satisfactory and the cells demonstrated the staining with Alizarin Red S, Alcian Blue and Oil Red O, respectively. The entire sample had capacity of proliferation and differentiation, being a potential source of skin ASC. These species can be used as models for ASC studies.
Palavras-chave: Células-tronco adultas
Rodentia
Stricognathi
Sciurognathi
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA::GENETICA ANIMAL
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_AnaliseCelulasTronco.pdf5,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons