Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3467
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 2012
Authors: SILVA, Valéria Juliete da
First Advisor: FERNANDES, José Antônio Marin
Title: Análise cladística e descrição de um grupo novo de espécies de Edessa (Heteroptera, Pentatomidae, Edessinae)
Citation: SILVA, Valéria Juliete da. Análise cladística e descrição de um grupo novo de espécies de Edessa (Heteroptera, Pentatomidae, Edessinae). 2012. 104 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Zoologia.
Resumo: A subordem Heteroptera, é o maior táxon dentre os hemimetábolos, composta por sete infraordens, 23 superfamílias e 80 famílias. Dentre estas, Pentatomidae é a quarta família mais numerosa e diversa entre os heterópteros, possuindo 4.100 espécies distribuídas em 760 gêneros e em sete subfamílias. Edessinae possui atualmente cerca de 290 espécies distribuídas em seis gêneros: Edessa, Brachystethus, Peromatus, Olbia, Pantochlora e Doesburgedessa. De todos estes gêneros, Edessa é o que possui o maior número de espécies e o que concentra quase a totalidade dos problemas taxonômicos e nomenclaturas da subfamília. Devido ao seu tamanho, a revisão está sendo feita em partes, a partir do estudo de grupos de espécies unidos por possíveis sinapomorfias. Assim o objetivo geral do trabalho é propor e descrever um novo grupo de espécies com base em uma análise cladística. Para o estudo foram examinados 114 exemplares pertencentes a instituições nacionais e internacionais e a coleções particulares. As descrições seguem um modelo tradicional também usado para Edessinae. São apresentadas medidas e fotografias das espécies, desenhos do processo metasternal e genitália de ambos os sexos, chave dicotômica e mapa de distribuição. Para a analise cladística, foram levantados 22 caracteres morfológicos polarizados através do método do grupo externo, composto pelas espécies: Tibilis sp., Neotibilis fulvicornis, Brachystethus cribrus, Pantochlora vivida, Olbia elegans, Peromatus sp., Doesburgedessa elongatispina, Edessa cervus e Edessa affinis. Através do programa NONA foi obtida uma única árvore mais parcimoniosa, com 30 passos, índice de Consistência de 0,93 e índice de Retenção de 0,97. Com base nessa análise, o monofiletismo do grupo de espécie é confirmado. Assim, o grupo stolida aqui proposto é formado por quatro espécies já descritas Edessa stolida (Linnaeus, 1758), Edessa heymonsi Breddin, 1904, Edessa verhoeffi Breddin, 1904 e Edessa paravinula Barber, 1935 e por cinco espécies novas. O grupo stolida de Edessa é reconhecido pela presença de uma expansão que se projeta da margem lateral da face posterior do segmento X; região mediana do parâmero com uma projeção de formato triangular; ausência de uma faixa ou de tufo de pelos na face posterior do segmento X e gonapófise 8 esclerotizada. As espécies do grupo stolida são muito parecidas externamente e sua identificação só pode ser feita através da análise da genitália externa de ambos os sexos. A análise cladística apóia a idéia tradicional e o grupo stolida deve ser considerado parte do subgênero Hypoxys de Edessa. A topologia do cladograma resultante é (Tibilis sp. + Neotibilis fulvicornis (Brachystethus cribus (Pantochlora vivida ((Doesbuergedessa elongatispina + Edessa cervus (Peromatus sp. + Olbia elegans)) (Edessa affinis ((Edessa sp. nov 3 + Edessa sp. nov 3a) ((Edessa sp. nov 2 (Edessa verhoeffi + Edessa heymonsi)) (Edessa stolida (Edessa sp. nov 4 (Edessa paravinula + Edessa sp. nov 5))))))))). A fêmea de Edessa stolida e o macho de Edessa verhoeffi são descritos pela primeira vez neste trabalho. Os registros de distribuição das espécies são ampliados.
Abstract: The suborder Heteroptera, is one of the largest hemimetabolic taxa and currently composed by seven infraorders, 23 superfamilies and 80 families. Pentatomidae is the fourth most numerous and diverse family among heteropterans having 4100 species in 760 genera and seven subfamilies. Edessinae has almost 290 species distributed in six genera: Edessa, Brachystethus, Peromatus, Olbia, Pantochlora and Doesburgedessa. Among these genera Edessa concentrates almost all species as well as most of the taxonomical and nomenclatural problems of the subfamily. Due to its size, the revision is being made in parts, from the study of groups of species united by characteristics that are possible synapomorphies.Thus, the aim of this work is to propose and describe a new group of species based on a cladistic analysis. For the study were examined 114 specimens belonging to national and international collections. Descriptions were made following a traditional method also used for Edessinae. Photos and measurements of the species, line art drawings from metasternal process and genitalia of both sexes, key and distribution map are also provided. For the cladistic analysis 22 morphological characters were raised and polarized using an out group composed of Tibilis sp., Neotibilis fulvicornis, Brachystethus cribrus, Pantochlora vivida, Olbia elegans, Peromatus sp., Doesburgedessa elongatispina, Edessa cervus and Edessa affinis. Analysis was performed using NONA and a single tree with 30 steps, Consistency Index=0,93 and Retention Index=0,97 was obtained. Based on this analysis, the monophyly of the target group of species was confirmed. Thus, the group stolida is here proposed to include four species already described (Edessa stolida (Linnaeus, 1758), Edessa heymonsi Breddin, 1904, Edessa verhoeffi Breddin, 1904 and Edessa paravinula Barber, 1935) and five new species. The group stolida of Edessa is recognized by a protruding process of the posterior side of segment X; medial region of paramere with a triangular projection; absence of a distal band or tuft of hair on segment X; and gonapophyse 8 sclerotized. Species of the group stolida were differentiated only by the external genitalia of both sexes. The cladistic analysis supports the traditional view and the stolida group should be considered part of the subgenus Hypoxys of Edessa. Topology of the cladograma resultant is (Tibilis sp + Neotibilis fulvicornis (Brachystethus cribrus (Pantochlora vivida ((Doesburgedessa elongatispina + Edessa cervus (Peromatus sp. + Olbia elegans)) (Edessa affinis ((Edessa sp. nov 3 + Edessa sp. nov 3a) ((Edessa sp. nov 2 (Edessa verhoeffi+ Edessa heymonsi)) (Edessa stolida (Edessa sp. nov 4 (Edessa paravinula + Edessa sp. nov 5 ))))))))). The female of Edessa stolida and male of Edessa verhoeffi were described here for the first time. The records of species distribution are expanded.
Keywords: Insetos
Grupo de espécies
Grupo stolida
Filogenia
Monofiletismo
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::TAXONOMIA DOS GRUPOS RECENTES
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Institution Acronym: UFPA
MPEG
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AnaliseCladisticaDescricao.pdf5,3 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons