Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3507
Compartilhar:
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCARDOSO, Fábio Ferreira-
dc.date.accessioned2013-03-01T14:26:00Z-
dc.date.available2013-03-01T14:26:00Z-
dc.date.issued2009-03-31-
dc.identifier.citationCARDOSO, Fábio Ferreira. Dinâmica da comunidade microfitoplanctônica relacionada com os parâmetros físico-químicos do estuário do rio Guajará-Mirim (Vigia - PA). 2009. 76 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aquática e Pesca.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3507-
dc.description.abstractEstuaries are rich nutrients environments, favoring reproduction and development of several species. Phytoplankton represents a considerable portion of primary production in these environments and, together with other factors, regulates the biological productivity levels. This study aimed to know the microphytoplankton dynamics and its correlation with environmental factors in the Guajará-mirim river’s estuary in the city of Vigia-PA, an important fishery center of the Pará state. Every two months were made collections of the phytoplankton and take measurements of physicochemical parameters in four collection stations along the estuary, in ebb and flood tide periods. Were determined the specific composition and density of microphytoplankton (org.L-1) and analysis of frequency of occurrence, diversity and evenness, clustering and principal components. Seasonally, was noted, mainly during the ebb tide, a considerable physicochemical variation, strongly related with hydrological cycle in the region. Seventy-eight taxa were recorded belonging to the Bacillariophyta (65), Chlorophyta (6), Cyanophyta (3), Dinophyta (3) and Ochrophyta (1) divisions. Bacillariophyta was dominant in species number, frequency of occurrence and density (99.89%). The monthly average densities of the microphytoplankton ranged from 9.999 (July) to 535.411 org L-1 (January). In January happened a bloom of Skeletonema costatum (max = 1.996.613 org.L-1). The microphytoplankton community was characterized as the median diversity (annual general mean = 2.40). The seasonal variation of physicochemical parameters and species density was the predominant factor to the grouping of samples, and it formed two major groups, the first composed by samples of the rainy season and the second by samples of the drought period. The principal components analysis showed that, despite the physicochemical parameters have low spatial and seasonal variability, the variation in rate of rainfall, total dissolved solids content and salinity was decisive in the variation of density of most species and also promoted a slight increase in diversity in the drought period.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2013-02-26T22:00:51Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_DinamicaComunidadeMicrofitoplanctonica.pdf: 620031 bytes, checksum: 107fe7b1ed480fb44c67e92872c04da6 (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Ana Rosa Silva(arosa@ufpa.br) on 2013-03-01T14:26:00Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_DinamicaComunidadeMicrofitoplanctonica.pdf: 620031 bytes, checksum: 107fe7b1ed480fb44c67e92872c04da6 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2013-03-01T14:26:00Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_DinamicaComunidadeMicrofitoplanctonica.pdf: 620031 bytes, checksum: 107fe7b1ed480fb44c67e92872c04da6 (MD5) Previous issue date: 2009en
dc.description.sponsorshipSEMA/PA - Secretaria de Estado de Meio Ambiente-
dc.description.sponsorshipFAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectFitoplânctonpt_BR
dc.subjectPeixept_BR
dc.subjectMicroplanctonpt_BR
dc.subjectDinâmica populacionalpt_BR
dc.subjectHidrodinâmicapt_BR
dc.subjectEstuáriospt_BR
dc.subjectRio Guajará-mirim - PApt_BR
dc.subjectVigia de Nazaré - PApt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.subjectAmazônia Brasileirapt_BR
dc.titleDinâmica da comunidade microfitoplanctônica relacionada com os parâmetros físico-químicos do estuário do rio Guajará-Mirim (Vigia - PA)pt_BR
dc.typeDissertação-
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicas-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS-
dc.contributor.advisor1PAIVA, Rosildo Santos-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0510818763187669-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8598985632485110-
dc.description.resumoEstuários são ambientes ricos em nutrientes, favorecendo a reprodução e desenvolvimento de diversas espécies. Nestes, o fitoplâncton representa uma considerável parcela da produção primária e, em conjunto com outros fatores, regula os níveis de produtividade biológica. Este estudo teve o objetivo de conhecer a dinâmica do microfitoplâncton e sua correlação com os fatores ambientais no estuário do rio Guajará-mirim, na cidade de Vigia- PA, que é um importante pólo pesqueiro do estado do Pará. Foram realizadas coletas bimestrais de fitoplâncton e parâmetros físico-químicos em quatro estações de coleta ao longo do estuário, durante os períodos de maré vazante e enchente. Foram determinadas a composição específica e densidade do microfitoplâncton (org.L-1) e realizadas análises de frequência de ocorrência, diversidade e equitabilidade, agrupamento e componentes principais (ACP). Sazonalmente, nota-se, principalmente durante a maré vazante, uma considerável variação dos parâmetros físico-químicos que está fortemente relacionada ao ciclo hidrológico da região. Foram registrados 78 táxons pertencentes às Divisões Bacillariophyta (65), Chlorophyta (6), Cyanophyta (3), Dinophyta (3), e Ochrophyta (1). A divisão Bacillariophyta foi predominante em numero de espécies, frequência de ocorrência e densidade (99,89%). A densidade média mensal do microfitoplâncton variou de 9.999 (julho) a 535.411 org. L-1 (janeiro). Durante o mês de janeiro ocorreu uma floração de Skeletonema costatum (máx = 1.996.613 org. L-1). A comunidade microfitoplanctônica caracterizou-se como de diversidade média (média geral anual = 2,40). A variação sazonal dos parâmetros físico-químicos e da densidade das espécies foi o fator preponderante no agrupamento de amostras, tendo se formado dois grandes grupos, o primeiro composto por amostras do período chuvoso e o segundo grupo composto por amostras do período de estiagem. A análise de componentes principais mostrou que, apesar de os parâmetros físico-químicos apresentarem baixa variabilidade espacial e sazonal, a variação do índice de pluviosidade, do teor de sólidos totais dissolvidos e da salinidade foi determinante na variação da densidade de grande parte das espécies e também favoreceu um leve aumento da diversidade no período de estiagem.-
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ecologia Aquática e Pesca-
Appears in Collections:Dissertações em Ecologia Aquática e Pesca (Mestrado) - PPGEAP/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DinamicaComunidadeMicrofitoplanctonica.pdf605,5 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons