Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3748
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: May-2008
Authors: MOURA, Erly Catarina de
MORAIS NETO, Otaliba Libânio de
MALTA, Deborah Carvalho
MOURA, Lenildo de
SILVA, Nilza Nunes da
BERNAL, Regina Tomie Ivata
CLARO, Rafael Moreira
MONTEIRO, Carlos Augusto
Title: Vigilância de fatores de risco para doenças crônicas por inquérito telefônico nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal (2006)
Other Titles: Surveillance of risk-factors for chronic diseases through telephone interviews in 27 Brazilian cities (2006)
Citation: MOURA, Erly Catarina, et al. Vigilância de Fatores de Risco para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal (2006). Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 11, supl.1, p. 20-37, maio 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbepid/v11s1/02.pdf>. Acesso em: 25 abr. 2013. <http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2008000500003>.
Resumo: OBJETIVO: Descrever métodos e resultados iniciais do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas não Transmissíveis por Inquérito Telefônico – VIGITEL implantado no Brasil em 2006. MÉTODOS: O VIGITEL estudou amostras probabilísticas da população com 18 ou mais anos de idade residente em domicílios conectados à rede de telefonia fixa de cada uma das capitais dos 26 Estados brasileiros e do Distrito Federal (54.369 indivíduos no total, sendo pelo menos 2.000 por cidade). A amostragem foi realizada a partir de cadastros eletrônicos completos das linhas residenciais fixas de cada cidade, envolvendo sorteio de linhas (domicílios) e sorteio de um morador por linha para ser entrevistado. O questionário aplicado investigou características demográficas e socioeconômicas, padrão de alimentação e de atividade física, consumo de cigarros e de bebidas alcoólicas, e peso e altura recordados, entre outros quesitos. Estimativas sobre a freqüência de fatores de risco selecionados, estratificadas por sexo e acompanhadas de Intervalo de Confiança de 95%, foram calculadas para a população adulta de cada cidade empregando-se fatores de ponderação que igualam a composição sociodemográfica da amostra em cada cidade àquela observada no Censo Demográfico de 2000. Estimativas para o conjunto das cidades empregam fator de ponderação adicional que leva em conta a população de adultos de cada cidade. RESULTADOS: Os cinco fatores de risco selecionados (tabagismo, consumo abusivo de bebidas alcoólicas, excesso de peso, consumo de carnes com excesso de gordura e sedentarismo) tenderam a ser mais freqüentes em homens do que em mulheres. Dentre os fatores de proteção, o consumo regular de frutas e hortaliças foi mais freqüente em mulheres do que em homens, observando-se situação inversa no caso da atividade física de lazer. Diferenças substanciais na freqüência dos fatores de risco e proteção foram observadas entre as cidades, com padrões de distribuição regional diferenciados por fator. DISCUSSÃO: O desempenho do sistema, avaliado a partir da qualidade dos cadastros telefônicos e de taxas de resposta e de recusas, mostrou-se adequado e, de modo geral, superior ao encontrado em sistemas equivalentes existentes em países desenvolvidos. O custo do sistema de R$ 31,15 por entrevista realizada, foi a metade do custo observado no sistema americano de vigilância de fatores de risco para doenças crônicas por inquérito telefônico e um quinto do custo estimado em inquérito domiciliar tradicional realizado recentemente no Brasil.
Abstract: OBJECTIVES: To describe methods and initial findings of the Surveillance System of Risk and Protective Factors for Chronic Non-Communicable Diseases through Telephone Interviews – VIGITEL implemented in Brazil in 2006. METHODS: VIGITEL studied random samples of individuals with 18 years of age or more living in households with telephones in each capital of the 26 Brazilian states and the Federal District (54,369 total individuals, and at least 2,000 per city). Sampling was based on complete electronic telephone directories in each city and included random selection of phone lines (households) and random selection of the household member to be interviewed. The questionnaire investigated demographic and socioeconomic characteristics, diet patterns, physical activity, smoking, consumption of alcoholic beverages, recalled weight and height, and other topics. Prevalence estimates of selected protective and risk factors, stratified by gender with corresponding 95% Confidence Intervals, were calculated for the adult population of each city using sample weighing factors designed to equalize the sample socio-demographic distribution in each city to the distribution observed in the same city in the Demographic Census of 2000. Estimates were also calculated for all cities together using additional sample weighing that took into account the adult population size of each city. FINDINGS: The five selected risk factors (smoking, excessive consumption of alcoholic beverages, overweight, habit of eating fatty meats, and physical inactivity) were more frequent among men than women. Among protective factors, the regular consumption of fruits and vegetables was more common among women than men and the opposite was seen for leisure-time physical activity. Strong differences among the cities were found for all protective and risk factors, with distinct patterns of regional distribution seen for different factors. DISCUSSION: The performance of the system, evaluated based on the quality of telephone directories and response and refusal rates, was appropriate and in general higher than the performance seen in similar systems of developed countries. The cost of R$ 31.15 per complete interview was half the cost of the Behavioral Risk-Factor Surveillance System and one fifth of the cost estimated for a household survey on risk factors for chronic diseases recently conducted in Brazil.
Keywords: Doença crônica não transmissível
Adultos
Atividade física
Tabagismo
Obesidade
Consumo de alimentos
Classe social
Entrevista
Brasil - País
ISSN: 1980-5497
1415-790X
Appears in Collections:Artigos Científicos - FANUT/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_VigilanciaFatoresRisco.pdf114,22 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons