Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4250
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 14-Mar-2005
Authors: VIEIRA, Tatiana Martins
First Advisor: FERRARI, Stephen Francis
Title: Aspectos da ecologia do Cuxiú de Uta Hick, Chiropotes Utahickae (Hershkovitz, 1985), com ênfase na exploração alimentar de espécies arbóreas da ilha de germoplasma, Tucuruí-PA
Other Titles: Aspects of the ecology of Uta Hick's bearded saki (Chiropotes utahicliae), with emphasis on the dietary exploitation of tree species on Germoplasma island, Tucuruí - Pará
Citation: VIEIRA, Tatiana Martins. Aspectos da ecologia do Cuxiú de Uta Hick, Chiropotes Utahickae (Hershkovitz, 1985), com ênfase na exploração alimentar de espécies arbóreas da ilha de germoplasma, Tucuruí-PA. 2005. 122 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2005. Programa de Pós-Graduação em Zoologia.
Resumo: A criação da Usina Hidrelétrica de Tucuruí em 1985, inundou uma área de 2.400 Km² de floresta, originando centenas de ilhas de tamanhos diferentes, onde diversos organismos, dentre eles os cuxiús (Chiropotes spp.), tiveram suas populações fragmentadas. A área de estudo, ilha de Gennoplasrna, possui 129 ha e abriga uma população de Chiropotes utahickae, atualmente com 23 membros, já estudada por Santos (2002). O objetivo principal deste estudo foi descrever aspectos da ecologia do cuxiú de Uta Hick e caracterizar a exploração alimentar de espécies arbóreas. A metodologia utilizada foi baseada em oito dias de coleta mensal de dados, utilizando-se o método de varredura instantânea de um minuto de duração e cinco de intervalo, aplicado paralelamente ás amostragens de árvore-focal e fruto-focal, intercalando-se estes dois tipos. As principais categorias comportamentais foram alimentação, deslocamento, forrageio, repouso e interação social. Foram obtidos 11.277 registros de varredura, 259 de árvore-focal e 711 de fruto-focal durante o período de março a agosto de 2004. Foram gastos 50,6% do tempo em deslocamento, 31,9% em alimentação, 10,6% em repouso, 5,4% em forrageio e 1,2% em interação social. A dieta foi composta principalmente de semente imatura (31,7%), mesocarpo imaturo (21,2%), fruto maduro (18,3%) e flores (14,4%). A comparação com o estudo de Santos (2002) sugere diferenças longitudinais e sazonais. Os frutos explorados variaram de 0,4 cm a 15,3 cm de comprimento e as sementes, de 0,1cm a 2,3 cm. Os cuxiús foram considerados predadores para 74,2% das 31 espécies analisadas. Não houve relação significativa entre o tamanho das sementes e o tipo de interação. Também não existiu relação significativa entre a distância de deposição das sementes e o tamanho destas, sugerindo que o transporte de sementes pelos cuxiús pode estar ligado a outros fatores (dimensão da copa, tamanho do subagrupamento). Após vinte anos de isolamento, os cuxiús pareceram apresentar um padrão comportamental típico do gênero Chiropotes. Esta tolerância ao ambiente fragmentado, pareceu ser evidenciada nesse estudo, pelo intenso consumo do mesocarpo imaturo de ingás (Inga spp.) e de flores de castanheira (Bertholletia excelsa). Flores parecem ser um recurso importante para os cuxiús da área de influência do reservatório de Tucuruí (Santos, 2002; Silva, 2003). Este trabalho vem contribuir para o conhecimento da ecologia da espécie, ressaltando que o monitoramento das populações nas áreas do reservatório de Tucuruí, precisa ser continuado a fim de que se reúna mais informações a respeito da sua organização social, dieta e interferência na comunidade vegetal, necessárias para o planejamento de medidas de manejo e conservação.
Abstract: In 1985, construction of the Tucurui hydroelectric power station flooded 2400 km² of forest, creating hundreds of different sizes, fragmenting the populations of many organisms, including bearded sakis (Chiropoies spp.). The present study took place on the 129-ha Germoplasma island, which is home to a group of Chiropotes utahickae, which currently contains 23 members, studied previously by Santos (2002). The present study aimed primarily to describe certain aspect of the ecology of Uta Hick's bearded saki and to characterize the dietary exploitation of tree species. Data collection was based on monthly samples of eight days, with basic behavioural data being collected in one-minute scan samples at five-minute intervals, supplemented alternately by focal-tree and focal-fruit sampling. The principal behavioural categories were feed, travel, forage, rest and social interaction (containing several subcategories). A total of 11,277 scan sample records were collected, together with 259 focal tree samples, and 711 focal fruit samples, between March and August 2004. Overall, 50.6% of activity time was devoted to locomotion, 31.9% to feeding, 10.6% to rest, 5.4% to foraging activities, and 1.2% to social interactions. The diet consisted primarily of immature seeds (31.7%), immature mesocarp (21.2%), ripe fruit (18.3%), and flowers (14.4%). Comparisons with the results of Santos (2002) indicate a number of seasonal or longitudinal differences. The sakis exploited fruit of 0.4 to 15.3 cm in length, with seeds of between 0.1 cm and 2.3 cm. The sakis were considered to be seed predators for 74.2% of the 31 species analysed, although no significant relationship was found between predation and seed size. Also, no systematic relationship was found between the distance seeds were transported and their size, suggesting the influence of other factors, such as crown dimensions and feeding party size. Twenty years after isolation, the Germoplasma sakis appear to present typical Chiropotes behaviour patterns. Tolerance of habitat fragmentation appears to be supported by the exploitation of specific resources, such as the immature mesocarp of Inga spp. during a period of resource scarcity, and the consumption of Brazil-nut (Bertholletia excelsa) flowers. Flowers appear to be an especially important resource for the sakis of the Tucuruí reservoir (Santos, 2002; Silva, 2003). The present study constitutes an important contribution to the understanding of the species' s ecology, although it is clear that the Tucurui populations require further monitoring in order to provide more detailed information on diet, social organization, and animal-plant interactions, necessary for the development of sound conservation and management strategies.
Keywords: Primata
Cuxiús
Chiropotes utahicki
Dieta
Ecologia animal
Usina Hidrelétrica de Tucuruí - PA
Tucuruí - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::COMPORTAMENTO ANIMAL
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA APLICADA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Institution Acronym: UFPA
MPEG
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AspectosEcologiaCuxiu.pdf26,6 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons