Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4393
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 10-Oct-2008
Authors: SANTOS, Paulo Guilherme Pinheiro dos
First Advisor: OLIVEIRA, Ana Cristina Mendes de
Title: Estudo da comunidade de pequenos mamíferos não-voadores, sob efeito do fogo e da borda, em área de floresta de transição Amazônia-Cerrado, Querência, MT
Citation: SANTOS, Paulo Guilherme Pinheiro dos. Estudo da comunidade de pequenos mamíferos não-voadores, sob efeito do fogo e da borda, em área de floresta de transição Amazônia-Cerrado, Querência, MT. 2008. 78 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Zoologia.
Resumo: O desmatamento da Amazônia, causado pelas atividades pecuárias e pela agroindústria no norte do Estado do Mato Grosso, tem comprometido as chamadas Florestas de Transição Amazônia-Cerrado, antes que a biodiversidade destas áreas seja conhecida pelos pesquisadores. A fauna de pequenos mamíferos não-voadores faz parte dos grupos pouco conhecidos na região, e podem estar sofrendo impactos das ações antrópicas, principalmente efeito do fogo, usado para limpeza dos pastos e desmatamento para plantios da soja. Este trabalho caracterizou a diversidade de pequenos mamíferos não voadores em uma área de floresta de transição Amazônia-Cerrado, no norte do Estado do Mato Grosso e investigou o efeito do fogo e o efeito de borda sobre este grupo da fauna. Duas áreas de 150 hectares foram amostradas, uma preservada e outra sob impacto do fogo, com 183 armadilhas do tipo live-trap durante três anos em duas estação (seca e chuvosa). O método utilizado foi de captura-marcação-recaptura. O esforço amostral foi 23.424 armadilhas-noite. Capturaram-se 390 indivíduos, portanto, com sucesso de captura de 1,66 %. No total foram capturados 11 espécies, sendo 6 roedores e 5 marsupiais. Hylaeamys megacephalus foi a espécie mais abundante. A diversidade de pequenos mamíferos da área estudada foi mais relacionada com o bioma Cerrado do que com a Amazônia. Em relação ao fogo, a riqueza de espécies não foi estatisticamente diferente, porém a abundância foi significativamente maior nas transecções localizadas em área sem fogo. Dois grupos distintos de transecções foram característicos em função da presença ou não do fogo basedo na composição de pequenos mamíferos. A abundância de Hylaeamys megacephalus foi significativamente maior nas transecções que não sofreram impacto do fogo. Em relação ao efeito de borda, na Área 2, apesar da riqueza de espécies não ter sido significativamente diferente, a abundância foi signicativamente maior em relação a distância da borda com maiores abundâncias no interior das florestas. Já na Área 1, nem riqueza nem abundância foi estatísticamente diferente em relação a distância da borda. Este fato pode estar sendo mascarado tanto pelo efeito direto quanto indireto (na vegetação) do fogo experimental sobre os pequenos mamíferos. Quando analisados em conjunto fogo e distância da borda, o relacionamento entre ambos ficou mais claro, visto que todas as transecções amostradas sob efeito do fogo tiveram menores abundâncias. O tamanho populacional de Hylaemys megacephalus foi calculado ao longo de cinco estações na área sem influencia do fogo experiental, sendo que a estação chuvosa de 2006 foi estatisticamente diferente as demais e o pico desse crescimento pode ser explicado pelo “Efeito de Alle”. Não houve diferenças estatísticas significativas na estrutura da comunidade de pequenos mamíferos não-voadores entre as estações secas e chuvosas. Este trabalho de pesquisa contribuiu para o conhecimento da mastofauna desta região bastante ameaçada por pressões antrópicas.
Abstract: The deforestation of the Amazon, caused by farming and agribusiness activities in the northern state of Mato Grosso, has committed Transition Forests Amazon-Savanna, before the biodiversity of these areas is known by researchers. The fauna of small non-flying mammals is part of the little-known groups in the region, and may be suffering impacts of human activities, primarily effect of fire, used for cleaning of pastures and deforestation for the soybean plantations. This study characterized the diversity of small mammals not flying in an area of Amazon forest-savannah transition in the northern state of Mato Grosso and investigated the effect of fire and the effect of edge on this group of fauna. Two areas of 150 hectares were sampled, a preserved and another under impact of fire, with 183 traps of the type live-trap for three years in two season (dry and rainy seasons). The method used was the capture-mark-recapture. The sampling effort was 23,424-traps night. 390 individuals were captured with a successfully capture of 1.66%. A total of 11 species were caught, 6 rodents and 5 marsupials. Hylaeamys megacephalus was the most abundant species. The diversity of small mammals in the study area was more related to the Savanna than Amazon. In relation to fire, the species richness was not statistically different, but the abundance was significantly higher in transects located in an area without fire. Two distinct groups of transects were characteristic depending on the presence or absence of fire based on the composition of small mammals. The abundance of Hylaeamys megacephalus was significantly higher in transects that suffered no impact from fire. Regarding the effect of edge in Area 2, despite the richness of species was not significantly different, the abundance was significantly higher regarding distance from the border. Already in Area 1, nor richness nor abundance was statistically different regarding distance from the edge. This fact could be masked by both the direct and indirect effect of experimental fire on small mammals. When considered together fire and distance from the border, the relationship between them became clearer, since all transects sampled under effect of the fire had minor abundances. The population size of Hylaemys megacephalus was calculated over five seasons (dry and wet) in the area without influence of fire, and the rainy season of 2006 was statistically different peak and the other that growth can be explained by the “Alle effect”. There was no statistically significant differences in the structure of the community of small non-flying mammals between the dry and rainy seasons. This work contributed to the search of mammal knowledge at this region threatened by human pressures.
Keywords: Mamíferos
Mastofauna
Marsupial
Floresta de Transição Amazônia-Cerrado
Efeito de borda
Efeito de fogo
Cerrados
Mato Grosso - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::ZOOLOGIA APLICADA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Institution Acronym: UFPA
MPEG
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstudoComunidadePequenos.pdf2,22 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons