Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4720
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 7-Jul-2011
Authors: MANRIQUE AYALA, Henry Daniel
First Advisor: RIBEIRO, Haroldo Francisco Lobato
Title: Ultrassonografia testicular, em machos bubalinos criados em regime extensivo no estado do Pará
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: MANRIQUE AYALA, Henry Daniel. Ultrassonografia testicular, em machos bubalinos criados em regime extensivo no estado do Pará. 2011. 65 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
Resumo: O objetivo foi verificar pela ultrassonografia associada à biometria testicular como ferramenta na seleção de precocidade sexual em machos bubalinos. Foram usados 19 machos mestiços das raças Murrah e Mediterrâneo, com idades entre 11 a 59 meses, no período de 06 de maio a 18 de novembro de 2010. Os animais foram divididos em 12 faixas etárias: 8 animais de 12 a 19 meses; 3 animais de 20 a 29 meses; e 8 animais de 30 a 59 meses. Os animais foram mantidos em sistema extensivo, em área de várzea com pastagem de canarana (Eriochloa SP) sem mineralização. Os animais foram submetidos a exame clínico andrológico, com colheita de sêmen por massagem transretal das ampolas e análises físicas do ejaculado. Os exames ultrassonograficos foram realizados com o aparelho modelo Mindray DP-2200, com transdutor linear transretal 75L50EAV, multi-frequencial de 5,0/7,5/10,0 MHz. A ecodensidade testicular (ECOt) foi expressa em quantidade de pixels/área, utilizando o Programa Image J. Foram coletadas amostras sanguíneas para aferição dos níveis de testosterona. A análise estatística foi feita utilizando-se o programa estatístico SAS 1999. Os resultados da circunferência escrotal mostram médias e desvios padrão mínimo e máximo de 12.88±0.51cm para animais de 12 e 13 meses e de 28.38±0.38cm nos machos com idade maior ou igual a 60 meses, respectivamente. As medidas de volume testicular apresentaram valores mínimo e máximo de 30.28±17.37cm³ em animais de 12 e 13 meses e de 534.25±25.36 cm³ nos animais maiores ou iguais a 60 meses, respectivamente. As médias e desvio padrão da concentração espermática mínima e máxima encontrada foram de 5.5± 3.5(x 10⁶ /mm³) para os animais de 16 e 17 meses e de 51.41± 26.02 (x 10⁶ /mm³) para os maiores ou iguais a 60 meses, respectivamente. Na motilidade espermática as porcentagens mínima e máxima obtidas foram de 10% para animais com 16 e 17 meses e de 80±5.77% para maiores ou iguais a 60 meses, respectivamente. Os defeitos espermáticos totais mínimos e máximos encontrados foram de 18.5 % nos animais de 16 e 17 meses e 3%. Nos maiores ou iguais a 60 meses, respectivamente. Os níveis de testosterona mínimos e máximos encontrados foram de 0.070±0.026 ng/ml para 12 e 13 meses e de 2.762± 0.457 ng/ml para os animais maiores ou iguais a 60 meses, respectivamente. A ecogenicidade para animais na faixa etária de 12 a 13 meses foi de 78.67±6.36 pixel, na faixa de 14 e 15 meses foi de 94.22±3.40 pixel, para os animais com idades de 16 e 17 meses foi de 88.16±3.95 pixel, nos animais entre 18 a 19 meses foi de 96.09±3.40 pixel, para os animais de 20 e 21 meses foi de 103.12±3.86 pixel, para 22 e 23 meses foi de 98.4±5.87 pixel, para a idade de 24 aos 29 meses foi de 114.05±2.42 pixel, na faixa etária de 30 aos 35 meses foi de 109.24±3.13 pixel, para animais de 36 aos 41meses foi de 98.67±3.05 pixel, entre 42 a 47 meses a média foi 99.33±2.01 pixel, entre 48 a 59 meses foi de 96.17±1.90 pixel e nos animais maiores ou iguais a 60 meses de idade foi de 90.13±1.77 pixel. Concluímos, assim, que a ultrassonografia, pela interpretação da ecogenicidade, associada ao exame clinico andrológico, é uma ferramenta que pode ser usada na seleção de precocidade e avaliação de fertilidade de machos bubalinos.
Abstract: The objective was to verify the biometrics associated with testicular ultrasound as a tool in the selection of sexual precocity in male buffalo. We used 19 male crossbred Murrah and Mediterranean breeds, aged between 11 and 59 months, from May 6 to November 18, 2010. The animals were divided into 12 age groups: 8 animals from 12 to 19 months, 3 animals from 20 to 29 months, and 8 animals from 30 to 59 months. The animals were kept under extensive system in the low land to pasture canarana (Eriochloa SP) without mineralization. The animals were subjected to clinical andrological examination with semen collection by transrectal massage of the ampoules and physical analysis of the ejaculate. The sonographic examinations were performed with the device model Mindray DP-2200, 75L50EAV transrectal linear transducer, multi-frequency 5.0 / 7.5 / 10.0 MHz echodensity The testicular (Ecot) was expressed in number of pixels / area, using the program Image J. We collected blood samples to measure testosterone levels. Statistical analysis was performed using the SAS statistical software 1999. The results of scrotal circumference show averages and standard deviations minimum and maximum of 12.88 ± 0.51cm for animals of 12 and 13 months and 28.38 ± 0.38cm in males aged greater than or equal to 60 months, respectively. The testicular volume measurements showed minimum and maximum values of 30.28 ± 17.37cm³ in animals of 12 and 13 months and 534.25 ± 25.36 cm³ in animals greater than or equal to 60 months, respectively. The mean and standard deviation of the sperm concentration maximum and minimum found were 5.5 ± 3.5 (x 10⁶ / mm³) for animals of 16 and 17 months and 51.41 ± 2.26 (x 10⁶ / mm³) for greater than or equal to 60 months , respectively. Sperm motility in the minimum and maximum percentages were obtained 10% for animals with 16 and 17 months and 80 ± 5.77% to greater than or equal to 60 months, respectively. The total sperm defects found were minimum and maximum of 18.5% in animals of 16 and 17 months and 3%. in greater than or equal to 60 months, respectively. Testosterone levels were found minimum and maximum of 0,070 ± 0,026 ng / ml for 12 and 13 months and 2762 ± 0457 ng / ml for animals greater than or equal to 60 months, respectively. The echogenicity for animals aged 12 to 13 months was 78.67 ± 6.36 pixels, in the range of 14 and 15 months was 94.22 ± 3.40 pixels, for animals aged 16 and 17 months was 88.16 ± 3.95 pixels, animals between 18 and 19 months was 96.09 ± 3.40 pixels, for animals of 20 and 21 months was 103.12 ± 3.86 pixels, for 22 and 23 months was 98.4 ± 5.87 pixels, for the age of 24 to 29 months was 114.05 ± 2.42 of pixels, aged 30 to 35 months was 109.24 ± 3.13 pixel for animals of 36 at 41 months was 98.67 ± 5.3 pixel, between 42 to 47 months the average was 99.33 ± 2.1 pixel, between 48 to 59 months was 96.17 ± 1.90 pixel and animals greater than or equal to 60 months of age was 90.13 ± 1.77 pixel. We conclude that ultrasonography, the interpretation of the echogenicity, associated with the clinical andrological examination, is a tool that can be used in the selection of precocity and fertility evaluation of male buffalo.
Keywords: Ruminantes
Búfalo
Ultrassonografia
Testículos
Volume testicular
Circunferência escrotal
Biometria testicular
Testosterona
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
Institution Acronym: UFPA
EMBRAPA
UFRA
Department: Campus Universitário de Castanhal
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Appears in Collections:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_UltrassonografiaTesticularMachos.pdf1,82 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Admin Tools