Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4858
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 7-Feb-2011
Authors: LAVIOLA GARCÊZ, Poliana Torres
First Advisor: LOUREIRO, Edvaldo Carlos Brito
Title: Estudo da ocorrência e perfil de suscetibilidade aos antimicrobianos de Staphylococcus aureus isolados de pacientes e profissionais de saúde na Unidade de Terapia Intensiva de hospital público de Rio Branco-AC
Citation: LAVIOLA GARCÊZ, Poliana Torres. Estudo da ocorrência e perfil de suscetibilidade aos antimicrobianos de Staphylococcus aureus isolados de pacientes e profissionais de saúde na Unidade de Terapia Intensiva de hospital público de Rio Branco-AC. 2011. 101 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.
Resumo: A infecção hospitalar (IH) é um grave problema de saúde pública, principalmente em pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), devido à gravidade do quadro clínico, uso constante de antimicrobianos e frequência do emprego de procedimentos invasivos. O Staphylococcus aureus (S. aureus) é um dos principais patógenos que coloniza indivíduos saudáveis e responde também, por infecções em pacientes hospitalizados. O presente estudo objetivou a identificação do perfil de suscetibilidade, principais sítios acometidos por infecção e possíveis fatores de risco associados à infecção ou colonização por S. aureus isolados de pacientes e profissionais de saúde da UTI de Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB) – Acre. Foi desenvolvido um estudo transversal no período de janeiro a agosto de 2009. Para pesquisa de portadores, foram coletadas amostras biológicas da microbiota dos pacientes e profissionais de saúde. Para o levantamento de casos de pacientes com IH, foram coletadas amostras biológicas dos sítios suspeitos de estarem acometidos, a partir de 72 horas da data de sua admissão, até alta, transferência ou óbito. Dos 62 pacientes inseridos nos estudo, 19,3% foram portadores e 6,4% desenvolveram IH por S. aureus; e dos 35 profissionais, 28,6% foram portadores de S. aureus. Foi a segunda espécie bacteriana mais isolada de pacientes portadores e a quinta mais isolada de casos de IH. Não houve comprovação estatística para as variáveis abordadas no estudo serem consideradas fatores de risco para aquisição de IH por S. aureus. Os sítios anatômicos acometidos por IH por S. aureus foram o trato respiratório (n=2), seguido de corrente sanguínea (n=1). A amostra ponta de cateter foi responsável por 1 isolado. Um (1,6%) paciente desenvolveu IH por MRSA; e 5 (8,1%) pacientes e 2 (5,7%) profissionais foram portadores de MRSA, ocorrência baixa quando se relaciona com os resultados do restante do Brasil e do mundo. Destaca-se ainda, a incidência do MSSA sobre o MRSA e a baixa resistência dos MRSA aos antimicrobianos, demonstrando que na UTI do HUERB, as IH por S. aureus ainda não se constituem um problema de saúde pública. Não houve isolados de S. aureus resistentes à vancomicina, podendo ser considerada uma opção terapêutica para os casos de IH por MRSA. Vale ressaltar a importância desse estudo no Estado do Acre, por constituir o primeiro desta natureza em UTI, envolvendo S. aureus e MRSA.
Abstract: The nosocomial infection is a serious public health problem worldwide, mainly in patients admitted to the Intensive Care Unit, which are subject to greater risk due to the severity of clinical symptoms, constant use of broad spectrum antibiotics and frequency of use of invasive procedures. Staphylococcus aureus is a major pathogen that colonizes healthy individuals and is also responsible for infections in hospitalized patients. This study aimed to identify the resistance profile, main sites affected by infection and possible risk factors associated with infection or colonization by S. aureus isolated from patients and healthcare professionals from the Intensive Care Unit of Hospital Emergency and Emergency, Rio Branco (HUERB) – Acre. We developed a cross-sectional study, conducted between January to August 2009. To search for carriers, biological samples were collected from microbiota of patients and professionals and professionals hand washing. For a survey of cases of patients with nosocomial infection were collected biological samples from sites suspected of being affected, 72 hours from the date of admission until discharge, transfer or death. Of the 62 patients enrolled in the study, 19.3% were carriers and 6.4% developed nosocomial infections by S. aureus, and 35 professionals, 28.6% were carriers of S. aureus. It was the second most bacterial species isolated from patients, and was the fifth most isolated from cases of nosocomial infection. There was no statistical evidence for the variable state of coma, use of invasive procedures and state of carrier patient are considered risk factors for acquiring nosocomial S. aureus in this study. The anatomical sites affected by IH by S. aureus were the respiratory tract ( n=2), followed by blood (n=1). The sample catheter tip was responsible for one insulated. One (1.6%) patient developed IH by MRSA, and 5 (8,1%) patients and 2 ( 5.7%) professionals were MRSA carriers, low occurrence as it relates to the results of the rest of Brazil and world. We also emphasize the incidence of MRSA over MSSA and low antomicrobial resistance of MRSA demonstrating that the UTI-HUERB, the IH S. aureus does not constitute a public health problem. There were no isolates of S. aureus resistant to vancomicina, wich can be considered a therapeutic option for cases of IH by MRSA. It is worth emphasizing the importance of this study in Acre State, for being the first of its kind in the UTI, involving S. aureus and MRSA.
Keywords: Infecção hospitalar
Unidades de terapia intensiva
Hospitais públicos
Staphylococcus aureus
Fatores de risco
Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco
Rio Branco -AC
Acre - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::MICROBIOLOGIA MEDICA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
Appears in Collections:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstudoOcorrenciaPerfil.pdf760,69 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons