Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4877
Tipo: Dissertação
Data do documento: 7-Jul-2006
Autor(es): CARMO, Auristela Ramos do
Primeiro(a) Orientador(a): PÓVOA, Marinete Marins
Título: Identificação das fontes alimentares de mosquitos transmissores da malária na Amazônia brasileira pela técnica de Bloodmeal ELISA
Citar como: CARMO, Auristela Ramos do. Identificação das fontes alimentares de mosquitos transmissores da malária na Amazônia brasileira pela técnica de Bloodmeal ELISA. 2006. 47 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Centro de Ciências Biológicas, Belém, 2006. Curso de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.
Resumo: O ensaio imunoenzimático para identificação de repastos sangüíneos apresenta especificidade até nível de gênero, sensibilidade para identificação de repastos sangüíneos parciais e detecção de repastos múltiplos. Foram identificadas as fontes alimentares de 82% dos anofelinos coletados em campo. Foram testados seis anticorpos monoclonais (humano, suíno, cão, bovino, rato e galinha) e destes, apenas o anti- IgG bovino apresentou instabilidade. Obteve-se 55,7% (519/932) dos repastos positivos para sangue humano, o que demonstra, a preferência alimentar destes anofelinos por humanos. Dos 206 mosquitos que apresentaram repasto único, 27,6% foi em humanos. O Anopheles darlingi apresentou 41% dos repastos em humanos e o Índice de Sangue Humano (HBI) no intradomicílio foi de 0,71. An. marajoara apresentou 51,3% dos repastos em humanos, embora tenha sido encontrada em grande quantidade no ambiente extradomiciliar e apresentando HBI no intradomicílio de 0,76. O An. nuneztovari foi a espécie mais abundante, apresentando comportamento exofílico e antropofílico, com 53,8% de repastos em humano e HBI no intradomicílio de 0,65. O método ELISA Sanduíche está implantado, identificando a fonte alimentar das espécies de anofelinos coletadas em campo, exceto para bovino. É a primeira vez que esta técnica é utilizada para determinação de repastos sanguíneos em anofelinos na região Amazônica brasileira. É importante a determinação da fonte alimentar das espécies de anofelinos no sentido de caracterizar o comportamento antropofílico e assim associá-las ou não à transmissão de malária.
Abstract: The immunoenzymatic assay for the bloodmeal identification has specificity till genus level, sensitivity for the identification of partial bloodmeal and detection of multi bloodmeal. It was detected the blood source of 82% of all mosquitoes specimens collected at the transmission area. We had testes six monoclonal antibodies for human, pig, dog, bovine, rat and chicken, and from them, only the bovine one had been unstable. It was obtained 55,7% (519/932) of the blood source for human, which demonstrated, these mosquitoes preference for human blood. From the 206 mosquitoes that had just a unique blood source, 27,6% were in human. The Anopheles darlingi had fed in human (41%) and his human bloodmeal index (HBI) indoor was 0,71. An. marajoara had presented 51,3% of the bloodmeal in humans, although had been collected in large amount outdoor and showed the HBI indoor of 0,76. The An. nuneztovari was the specie more abundant, demonstrating an exophilic and anthropophilic behavior, with 53,8% of blood source in humans and the HBI indoor of 0,65. The ELISA test is established, identifying the blood source of the anopheline mosquitoes collected in the malaria transmission area, except for bovine. This is the first time that this technique is being used for the determination of the blood source in anopheline mosquitoes in Brazilian Amazonia. It is very important the determination of the blood source of the anopheline species in order to characterize their anthropophilic behavior and to associate them or not with the malaria transmission.
Palavras-chave: Doenças transmissíveis
Malária
Anopheles
Técnicas imunoenzimáticas
Mosquito
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_IdentificacaoFontesAlimentares.pdf381,37 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons