Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4902
Compartilhar:
Tipo: Dissertação
Data do documento: 7-Jul-2006
Autor(es): SUCUPIRA, Izis Mônica Carvalho
Primeiro(a) Orientador(a): PÓVOA, Marinete Marins
Título: Susceptibilidade experimental do Anopheles (Nyssorhynchus) nuneztovari Galbadon, 1940 ao Plasmodium vivax Grassi&Feletti, 1890 e Plasmodium falciparum Welch, 1897
Citar como: SUCUPIRA, Izis Mônica Carvalho. Susceptibilidade experimental do Anopheles (Nyssorhynchus) nuneztovari Galbadon, 1940 ao Plasmodium vivax Grassi&Feletti, 1890 e Plasmodium falciparum Welch, 1897. 2006. 44 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Centro de Ciências Biológicas, Belém, 2006. Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.
Resumo: A importância do An. nuneztovari como vetor primário de malária já foi comprovado em países da América do Sul como Venezuela, Colômbia e Peru. Na Amazônia brasileira, embora tenha sido encontrado naturalmente infectado com Plasmodium vivax e P. falciparum e em alta densidade, é ainda considerado vetor secundário desta doença. O objetivo deste presente trabalho foi avaliar a susceptibilidade do An. nuneztovari à infecção por plasmódios humanos. Para isso exemplares da geração F1, obtida em laboratório, de An. nuneztovari e An. darlingi (espécie controle) foram alimentados, em alimentador artificial, com sangue de pacientes com diagnóstico inicial de malária causada por P. falciparum, cuja revisão resultou no diagnóstico de infecção mista. Todas as amostras sangüíneas dos pacientes infectaram espécimes das duas espécies, não mostrando diferença significativa entre elas quanto à susceptibilidade. Para detecção de infecção malárica nos mosquitos foi usado o teste ELISA (Enzime – Linked Imunosorbent Assay) cujos resultados foram discordantes do diagnóstico laboratorial, já que o teste detectou infecções pelo P. falciparum, P. vivax VK210 ou P. vivax VK247entre os mosquitos positivos sugerindo que os pacientes apresentavam infecção mista. Também foi observado o curto período de desenvolvimento de oocistos e esporozoítos, de quatro a cinco dias, o que pode ser explicado pela alta temperatura (>30°C) que os mosquitos foram expostos. Assim nossos resultados sugerem possível envolvimento do An nuneztovari na transmissão de malária humana na área estudada e alertam para o papel deste, como possível vetor principal de malária humana na região amazônica brasileira.
Abstract: The importance of the An. nuneztovari as malaria primary vector had already been confirmed in different South America countries such as Venezuela, Colombia and Peru. In the Brazilian Amazonian, although this specie had been found naturally infected by Plasmodium vivax and P. falciparum and in high densities, it is considered a secondary vector of this disease. The aim of this study was to evaluate the susceptibility of the An. nuneztovari to the infection by human Plasmodium species. For that, mosquitoes specimens of F1 progeny, obtained under laboratory conditions, of the An. nuneztovari and An. darlingi (control) were fed on an artificial feeding apparatus, using human blood that had been found carrying the malaria parasite, P. falciparum, whose revision had resulted as mixed infection. All blood samples from patients had infected specimens of both mosquitoes species tested, and no significant statistical difference was found related to the susceptibility. For the detection malaria infection in mosquitoes specimens it was conducted the ELISA (Enzime – Linked Imunosorbent Assay) test, whose results were divergent from the diagnostic one, since it has identified mosquitoes specimens infected by P. falciparum, P. vivax VK210 and/or P. vivax VK247, which suggests that the donors patients had mixed infection. It was also observed the short period of development of the oocysts and sporozoites, from four to five days, fact that can be explained by the high temperature (>300C) that the mosquitoes were exposed. Thus, our results suggest the probable enrollment of the An. nuneztovari in the human malaria transmission in the study area and point out the role of this mosquito specie as human malaria primary vector in the Brazilian Amazon region.
Palavras-chave: Doenças transmissíveis
Malária falciparum
Malária vivax
Plasmodium falciparum
Plasmodium vivax
Anopheles nuneztovari
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA::ENTOMOLOGIA E MALACOLOGIA DE PARASITOS E VETORES
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
Aparece nas coleções:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_SusceptibilidadeExperimentalAnopheles.pdf418,19 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons