Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4909
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 16-May-2006
Authors: COSTA, Ana Cássia Reis da
First Advisor: MACHADO, Luiz Fernando Almeida
Title: Soroepidemiologia da infecção pelo Vírus da hepatite B (VHB) e pelo Vírus da hepatite C (VHC) em cirurgiões-dentistas da cidade de Belém, Pará
Citation: COSTA, Ana Cássia Reis da. Soroepidemiologia da infecção pelo Vírus da hepatite B (VHB) e pelo Vírus da hepatite C (VHC) em cirurgiões-dentistas da cidade de Belém, Pará. 2006. 94 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Centro de Ciências da Saúde, 2006. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Resumo: As hepatites virais representam um importante problema de saúde pública no Brasil e no mundo. A hepatite B e a hepatite C são as de principal interesse para os profissionais da área de saúde em função do modo de transmissão e da possibilidade de aquisição ocupacional. O presente trabalho teve por principal objetivo verificar a soroprevalência da infecção pelo Vírus da Hepatite B (VHB) e pelo Vírus da Hepatite C (VHC) em cirurgiões-dentistas e relacioná-la com os fatores de risco. Participaram do estudo 97 cirurgiões-dentistas, sendo 39 do gênero masculino e 58 do gênero feminino, no período de junho a dezembro de 2005, que atuam no município de Belém, Pará, Brasil. Os dados epidemiológicos foram obtidos por meio de inquéritos e os sorológicos por um ensaio imunoenzimático para a pesquisa de antígeno e anticorpo tanto para o VHB quanto para o VHC. O teste de Tendência foi utilizado para a análise estatística dos resultados. A prevalência do VHB foi de 6,2%, enquanto do VHC foi de 3,1% entre a população estudada. Das amostras sororreativas para os marcadores da hepatite B, a prevalência foi de 1,03% (1/97) para o anti-HBc total, 5,16% (5/97) para a presença simultânea do anti-HBc total e anti-HBs e 54,61% (53/97) para o anti-HBs. Quando comparado ao encontrado na população de doadores de sangue no Estado do Pará a prevalência do VHC na população estudada foi significativamente maior, enquanto a do VHB foi semelhante. Além disso, 37,7% (36/97) relataram terem tido algum tipo de exposição ocupacional, estando o acidente com objetos pérfuro-cortante como o mais relatado (86,1%). A medida adotada após a exposição foi sempre a lavagem com água e sabão e apenas 2,8% (1/36) dos acidentados relataram à realização de testes sorológicos. O conhecimento das normas de biossegurança e a utilização de pelo menos uma barreira de proteção individual foram relatados por todos, sendo o uso de luvas e máscara a resposta mais mencionada (96,9%). Encontravam-se imunizados contra o VHB por meio de vacina 54,61% (53/97) dos cirurgiões-dentistas, enquanto que imunes por infecção natural 5,16% (5/97). O elevado percentual de ocorrência de acidentes ocupacionais, aliado a baixa soroconversão pós-exposição dentre os cirurgiões-dentistas participantes demonstra a necessidade de se conhecer a prevalência de infecções de risco ocupacional em profissionais da área de saúde para que se adotem medidas de prevenção e controle mais eficazes contra os agentes causadores.
Abstract: Viral hepatitides represent an important problem of public health in Brazil and in the world. Hepatitis B and hepatitis C are the most interesting for health professionals due to the form of transmission and the possibility of occupational acquisition. The present work intended, as its main objective, to verify the seroprevalence of the infection by the Hepatitis B Virus (HBV) and by the Hepatitis C Virus (HCV) in surgeon-dentists, and to relate it to risk factors. 97 surgeon-dentists, 39 males and 58 females, who work in the city of Belém, Pará, Brazil, participated in the study, from June to December of 2005. Epidemiologic data have been obtained by inquiries and the serologic ones by an immunoenzymatic assay for research on antigen and antibody for both the HBV and the HCV. The trend test was used for statistical analysis of the results. The prevalence of the HBV was of 6,2%, and the HCV was of 3,1% among the studied population. Out of the seroreactive samples to the markers of hepatitis B, the prevalence was of 1,03% (1/97) for total anti-HBc, 5,16% (5/97) for the simultaneous presence of total anti-HBc and anti-HBs, and 54,61% (53/97) for anti-HBs. When compared to the data found in the population of blood donors in the State of Pará, the prevalence of the HCV in the studied population was significantly higher, while the prevalence of the HBV was similar. Moreover, 37,7% (36/97) reported having had some type of occupational exposition, and accidents with cutting and piercing objects was the major cause (86,1%). The procedure after the exposition was always washing the wound with water and soap, and only 2,8% (1/36) of the victims reported the accomplishment of serologic tests. Knowledge of biosafety norms and the usage of at least one barrier of individual protection were stated by all dentists. The usage of gloves and masks was the most reported reply (96,9%). 54,61% (53/97) of the surgeon-dentists were immunized by HBV vaccination; 5,16% (5/97) were immunized by natural infection. The high percentage of occupational accidents, allied with the low post-exposition seroconversion amongst the surgeon-dentists, demonstrates the need of knowing the prevalence of infections of occupational risk in health professionals so that more efficient and effective prevention and control measures against the causing agents can be adopted.
Keywords: Doenças transmissíveis
Hepatite B
Hepatite C
Vírus da hepatite B
Vírus da hepatite C
Soroprevalência
Doenças profissionais
Odontólogos
Pará - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::BIOLOGIA E FISIOLOGIA DOS MICROORGANISMOS::VIROLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Appears in Collections:Dissertações em Odontologia (Mestrado) - PPGO/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_SoroepidemiologiaInfeccaoVirus.pdf1,21 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons