Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5546
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 2009
Authors: ZACARDI, Diego Maia
First Advisor: NAKAYAMA, Luiza
Title: Variação diária e caracterização morfológica das larvas de peixes do complexo estuarino do Rio Amazonas - PA
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: ZACARDI, Diego Maia. Variação diária e caracterização morfológica das larvas de peixes do complexo estuarino do Rio Amazonas - PA. 2009. 106 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
Resumo: A grande importância dos recursos pesqueiros para a Amazônia, aliada à necessidade de ampliar os conhecimentos básicos sobre identificação das larvas de peixes (coletadas em ambiente natural), justifica o desenvolvimento deste trabalho, que tem como objetivo expandir as informações sobre o ictioplâncton, relacionando as com as tendências de variação diária e entre marés, do complexo estuarino do rio Amazonas – PA. As coletas foram realizadas durante o período diurno e noturno, no segundo semestre de 2007, pelo Projeto PIATAM mar II, sob ponto fixo na subárea 1 (estuário do rio Paracauari) e na subárea 2 (baía do Guajará) nas marés de sizígia e quadratura, em arrastos horizontais na sub-superfície da coluna d‟água com rede de plâncton cônico-cilíndrica e malha de 300μm. As amostras foram acondicionadas em recipientes contendo formalina a 4%. Os fatores hidrológicos foram obtidos in situ pelo Grupo de Oceanografia Química do Museu Paraense Emilio Goeldi. As amostras foram triadas e identificadas por meio de características morfológicas, morfométricas e merísticas, baseando-se na técnica de sequência regressiva de desenvolvimento e em bibliografias especializadas. As principais estruturas e características das fases iniciais dos peixes foram descritas e ilustradas, facilitando assim futuros estudos ictioplanctônicos para região. A temperatura superficial da água, potencial hidrogeniônico e oxigênio dissolvido não apresentaram diferenças significativas nas áreas estudadas. Os valores de salinidade não apresentaram diferença significativa entre as estações de coleta e marés, registrando apenas variação horizontal com aumento gradativo em direção à foz com valores máximos (12) e mínimos (0) para as subárea 1 e subárea 2, respectivamente. As maiores densidades de ovos foram registradas na subárea 1, em relação à subárea 2, com as maiores densidades para o período diurno (163,29 ovos/100m³) na subárea 1 e noturno (19,70 ovos/100m³) na subárea 2. As larvas foram distribuídas em 22 taxa representados por 13 famílias e 21 espécies, sendo os taxa dominantes: P. flavipinnis (46,29%), R. amazonica (19,75%), Engraulidae (10,70%), P. squamosissimus (7,55%), A. lineatus (5,19%), O. saurus (3,30%) e Gobiosoma sp. (2,15%), com elevada participação relativa dos Clupeiformes (76,75%). Quanto aos estágios de desenvolvimento, foi observada maior abundância de larvas em pré-flexão nas subáreas 1 e 2, sendo o estágio larval vitelino e pós-flexão os menos representativos. O período noturno apresentou as maiores densidade de larvas e número de taxa, evidenciando uma possível migração nictemeral do ictioplâncton. Apenas M. furnieri apresentou abundância significativamente maior nas amostras diurnas. A grande maioria dos taxa não apresentaram diferenças significativas entre as abundâncias diurnas e noturnas. Logo, a densidade de larvas e o número de taxa diferem entre o período diurno e noturno e entre maré. Portanto, as características morfológicas descritas no presente trabalho permitem uma adequada identificação das larvas, ampliando o conhecimento biológico das espécies estuarinas do litoral paraense, uma vez que as informações sobre larvas de peixes ainda são escassas, fazendo-se necessária uma intensificação nas pesquisas. Além disso, a compreensão da ecologia dos organismos, sobre tudo daqueles que apresentam seu ciclo de vida associado aos estuários, e as variações no transporte das larvas entre os períodos do dia e da noite e entre as marés são questões fundamentais para aprimorar o manejo e a conservação destes recursos renováveis.
Abstract: The great importance of fishery resource for Amazonia, together with the necessity of more detailed basic information on identification of fish larvae (captured in their natural environment) justify the development of this study, which has the aim of expanding the knowledge about ichthyoplankton, relating it to diel variation tendency and tides from the estuarine complex of Amazonas river, PA. The material was collected during diurnal and nocturnal periods, in the second semester of 2007, by the PIATAM mar II project, under the subarea 1 (estuary of Paracauari river) and subarea 2 (Guajara Bay) in the tide sizigia and quadrature, in horizontal trawls the water column surface cylindrical-conical plankton 300μm mesh. The samples were maintained in recipients containing 4% formalin. Hydrologic factors were obtained in situ by the Chemical Oceanography Group of the Museum of Paraense Emilio Goeld, and were sorted and identified through on morphological, morphometric and meristic characteristics based on the development regressive sequence technique and specialized bibliography. The main structures and characteristics of the initial phases of fishes were described and illustrated, facilitating future studies focusing ichthyoplankton of the region. Superficial temperature of the water, hydrogenionic potential and dissolved oxygen did not show significant differences in the areas studied. The values of salinity did not show significant differences in relation to seasons of sampling and tides, registering only horizontal variation with the gradual increase in direction of the mouth river with high (12) and minimum (0) values to subareas 1 and 2, respectively. The highest densities of eggs were registered in subarea 1 in comparison with subarea 2. Moreover, highest densities of eggs were observed during diurnal period (163, 29 eggs/100m³), while in subarea 2 they were observed during nocturnal period (19,70 eggs/100m³). Larvae were distributed in 22 taxa representing 13 families and 21 species. The predominant taxa were: P. flavipinnis (46,29%), R. amazonica (19,75%), Engraulidae (10,70%), P. squamosissimus (7,55%), A. lineatus (5,19%), O. saurus (3,30%) and Gobiosoma sp. (2,15%), with a relative high participation of Clupeiformes (76,75%). When considering the development stage, it was observed a higher abundance of pre-flexion larvae in both subareas, while the stages yolk-sac and pos-flexion were less observed. Nocturnal period showed the highest density of larvae and number of taxa, evidencing a possible nictemeral migration of the plankton. Only M. furnieri showed significantly higher abundances in diurnal samples. The great majority of taxa did not present significant differences between diurnal and nocturnal samples. Hence, the density of larvae and number of taxa differ between diurnal and nocturnal periods and between tides. As a consequence, the morphologic characteristic described in this study allow an adequate identification of larvae, amplifying the biologic knowledge of the estuarine species from Para coast, considering that this information is still scarce and there is a necessity of intensification in this kind of research. Moreover, the comprehension of the ecology of the organisms, especially the ones which have life cycles associated to estuaries and the variations in the transport of larvae between diurnal and nocturnal periods, as well as between tides. These are fundamental topics to improve the management and conservation of these renewable resources.
Keywords: Peixe
Recursos pesqueiros
Ictioplâncton
Estágios do ciclo de vida
Nictemeral
Estuários
Rio Amazonas
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA::RECURSOS PESQUEIROS MARINHOS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
Institution Acronym: UFPA
EMBRAPA
UFRA
Department: Campus Universitário de Castanhal
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Appears in Collections:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_VariacaoDiariaCaracterizacao.pdf2,68 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Admin Tools