Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5573
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: Oct-2009
Authors: LEITE, Felipe Lustosa
First Advisor: TOURINHO, Emmanuel Zagury
Title: Efeitos de instruções e história experimental sobre a trnsmissão de práticas de escolha em microculturas de laboratório
Other Titles: Effects of instructions and experimental history on the transmission of choice practices in laboratory microcultures
Citation: LEITE, Felipe Lustosa. Efeitos de instruções e história experimental sobre a trnsmissão de práticas de escolha em microculturas de laboratório. 2009. 69 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
Resumo: A seleção de práticas culturais tem sido objeto de interesse crescente na Análise do Comportamento, principalmente após a formulação do conceito de metacontingências por S. Glenn. Uma temática abordada tem sido as relações entre o comportamento governado por regras e a transmissão de práticas culturais. O presente estudo teve como objetivo avaliar os efeitos de instruções verbais sobre a transmissão de uma prática de escolha em pequenos grupos. Quarenta e três alunos de graduação da UFPA participaram do estudo, distribuídos em 4 grupos. Os participantes deveriam resolver coletivamente (grupos de 3) um problema em uma condição em que havia dois tipos possíveis de ganhos: um mais vantajoso a longo prazo (escolhas de linhas pretas) e um menos vantajoso (escolha de linhas brancas). A cada 12 minutos um participante deixava o grupo e um novo participante passava a integrá-lo, cabendo aos participantes mais antigos instruir os novos na atividade. Em alguns dos grupos, participantes denominados de confederados foram instruídos a ensinar de forma errada a atividade aos participantes, induzindo o grupo a escolher as linhas brancas, levando a um resultado menos vantajoso. Os confederados instruíam os participantes com duas categorias de instruções: falsas descritivas e prescritivas. Com a continuidade do ciclo de mudanças de participantes, os confederados foram dando lugar a participantes ingênuos ou experientes na atividade. Os resultados obtidos indicam que quando os confederados participaram de grupos constituídos por participantes ingênuos, predominaram escolhas menos vantajosas para o grupo, sendo que no Grupo 2 o padrão instruído pelos confederados foi mantido por uma geração adicional e no Grupo 4 foi mantido por duas gerações adicionais. Quando os confederados integraram grupos com participantes previamente expostos à tarefa (Grupos 1 e 3), ambos os grupos voltaram a responder de acordo com padrão estabelecido em uma sessão de linha de base (aproximadamente 80% de escolhas pretas no Grupo 1 e 60% no Grupo 3). Quanto ao tipo de instrução empregada pelos confederados, quando os participantes foram instruídos com a instrução falsa descritiva, o padrão de escolha estabelecido pelos confederados se manteve por menos tempo do que quando os participantes foram instruídos com as instruções prescritivas. Conclui-se que a experiência prévia em uma atividade capacita o grupo a sofrer menos efeitos da manipulação verbal que leva a práticas de escolhas menos vantajosas, e que instruções que não descrevem relações de contingência entre eventos são menos eficientes em produzir um controle de práticas de escolhas por meio de instruções verbais.
Abstract: The selection of cultural practices has been a subject matter of increasing object of interest in Behavior Analysis, majorly after the formulation of the concept of metacontingency by S. S. Glenn. One of the themes approached has been the relation between rule-governed behavior and the transmission of cultural practices. The present study had the objective of evaluating the effects of verbal instructions on the transmission of a choice practice in small groups. Forty-three undergraduate students participated in the study, divided into four groups. The participants, in groups of three, had to collectively solve a problem in a condition which could lead to two possible gains: one more advantageous in the long term (choice of black lines) and another one less advantageous (choice of white lines). At each 12 minutes one participant would leave the group and a new one would be introduced in it, being the responsibility of the older participants to teach the new one on how to proceed in the task. In some groups, participants called confederates were instructed to teach the task wrongly, inducing the group to choose white lines, leading to less a advantageous result. The confederates instructed the participants with two categories of instructions: false descriptive and prescriptive. With the participant change cycle, the confederates gave place to naïve or experienced participants. The results indicate that when confederates took part in groups constituted by naïve participants, the choices less advantageous for the group were predominant, in which Group 2 maintained the choice pattern instructed by the confederates for one additional generation and Group 4 maintained it for two additional generations. When the confederates took part in groups with participants previously exposed to the task (Groups 1 and 3), both groups returned to choices according to the pattern established in a baseline session (approximately 80% of black choices for Group 1 and 60% for Group 3). As for the type of instruction employed by the confederates, when participants were instructed with false descriptive instructions the choice pattern instructed by the confederates was maintained for fewer generations than when they were instructed with prescriptive instructions. It is concluded that a previous experience to a task can enable the group to suffer less effects of verbal manipulation which lead to a less advantageous choice practice and that instructions which do not describe contingency relations between events are less effective to verbally control choice practices.
Keywords: Metacontingência
Análise do comportamento
Prática cultural
Psicologia experimental
Transmissão cultural
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfeitosInstrucoesHistoria.pdf785,19 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons