Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/5635
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMIRANDA JUNIOR, Raimundo Nonato Cardoso-
dc.date.accessioned2014-09-09T12:08:47Z-
dc.date.available2014-09-09T12:08:47Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationMIRANDA JUNIOR, Raimundo Nonato Cardoso. Avaliação da atividade antiplasmódica in vitro dos óleos de Andiroba (Carapa guianensis Aubl.) e Pimenta-de-macaco (Piper aduncum L). 2010. 89 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5635-
dc.description.abstractIn search of new antimalarial drugs, two typical species of the Amazon region and a fraction rich limonoids were the object of this study: Carapa guianensis Aubl. (Meliaceae), known popularly as andiroba traditionally used as an insecticide and fighting malaria, the species Piper aduncum L. (Piperaceae), known popularly as the pimento-de-macaco, used to treat inflammatory diseases and the fraction rich limonoids obtained from Carapa guianensis. Crude oil and fraction were tested in vitro using methods described by Rieckman and col. (1980) modified by Carvalho (1990) with Plasmodium falciparum clones W2 and Dd2. These studies showed that the oils had antiplasmodial activity, with a concentration of 0.82ng/mL and 8.2mg/mL andiroba oil showed an inhibition he W2 clone was 100% and Dd2 to 71% (IC50 9.4 μg/ml) after 72h of exposure respectively. For the fraction at a concentration of 3.1mg/mL, clone W2, was 100% and Dd2 to 82% (IC50 0.4 μg/ml), after 72h of exposure. The pimento-de-macaco oil overalls had a concentration of 1.30ng/mL for the W2 clone inhibition of 100% and the Dd2 to 77% after 72h of exposure to a concentration of 10.3mg/mL. The results with the chili oil overalls at a concentration of 1.30ng/ml the inhibition was 100% in clone W2 and Dd2 clone at a concentration of 10.3mg/mL, inhibition was 77% after 72h of exposure.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectAntimaláricospt_BR
dc.subjectCarapa guianensispt_BR
dc.subjectAndirobapt_BR
dc.subjectPiper aduncum L.pt_BR
dc.subjectPimenta-de-macacopt_BR
dc.subjectLimonóidespt_BR
dc.subjectMaláriapt_BR
dc.subjectPlasmodium falciparumpt_BR
dc.subjectÓleo de andirobapt_BR
dc.subjectÓleo de pimenta de macacopt_BR
dc.subjectAmazônia brasileirapt_BR
dc.titleAvaliação da atividade antiplasmódica in vitro dos óleos de Andiroba (Carapa guianensis Aubl.) e Pimenta-de-macaco (Piper aduncum L)pt_BR
dc.title.alternativeEvaluation of the activity antiplasmódica in vitro of the oils of Andiroba (Carapa guianensis Aubl.) and Pimenta-de-macaco (Piper aduncum L)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências da Saúde-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA::FARMACOGNOSIA-
dc.contributor.advisor1MAIA, José Guilherme Soares-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1034534634988402-
dc.contributor.advisor-co1DOLABELA, Maria Fâni-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0458080121943649-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2942965426197493-
dc.description.resumoNa busca de novos antimaláricos, duas espécies típicas da região Amazônica e uma fração rica em limonóides foram objeto deste estudo: Carapa guianensis Aubl. (Meliaceae), conhecida popularmente como andiroba, utilizada tradicionalmente como inseticida e no combate da malária. A espécie Piper aduncum L. (Piperaceae), conhecida popularmente como pimenta-de-macaco, usada para tratar doenças inflamatórias e a fração rica em limonóides fracionada do óleo de andiroba. Tanto os óleos brutos como a fração foram submetidos a ensaios in vitro, segundo metodologia descrita por Rieckman e colaboradores (1980) modificada por Carvalho (1990) com os clones do Plasmodium falciparum W2 e Dd2. Estes ensaios demonstraram que os óleos apresentaram atividade antiplasmódica, sendo que na concentração de 0,82ng/mL e 8,2μg/mL do óleo de andiroba a inibição do clone W2 foi de 100% e do Dd2 de 71% após 72h de exposição, respectivamente. Para a fração na concentração de 3,1μg/mL o clone W2 foi de 100% e do Dd2 a de 82% após 72h de exposição. O óleo de pimenta-de-macaco teve na concentração de 1,30ng/mL para o clone W2 a inibição de 100% e para o Dd2 a de 77%, após 72h de exposição, para a concentração de 10,3μg/mL. Os resultados com o óleo de pimenta-de-macaco, na concentração de 1,30ng/mL a inibição foi de 100% para clone W2 e para o clone Dd2, na concentração de 10,3μg/mL, a inibição foi de 77% após 72h de exposição.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas-
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Farmacêuticas (Mestrado) - PPGCF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AvaliacaoAtividadeAntiplasmodica.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons