Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6842
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 18-abr-2011
Autor(es): BREJÃO, Gabriel Lourenço
Primer Orientador: GERHARD, Pedro
Título : Estradas, alagados antrópicos, peixes e a fragmentação de redes fluviais em uma paisagem agrícola do Nordeste do Pará
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
Citación : BREJÃO, Gabriel Lourenço. Estradas, alagados antrópicos, peixes e a fragmentação de redes fluviais em uma paisagem agrícola do Nordeste do Pará. Orientador: Pedro Gerhard. 2012. 97 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2012. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6842. Acesso em: .
Resumen: Estradas cruzando riachos (ou igarapés) por estruturas mal planejadas podem ocasionar alagamentos em segmentos do canal à montante do cruzamento, transformando este trecho de um ambiente lótico em um lêntico. O presente trabalho teve como objetivo estudar a diversidade e a estrutura trófica funcional de comunidades de peixes em alagados de origem antrópica na região nordeste do Pará. Estes alagados são formados pelo cruzamento de estradas sobre a rede fluvial, com maiores ou menores impactos sobre sua conectividade hidrológica, assunto que é largamente ignorado em sistemas lóticos neotropicais. Foram amostrados dezoito trechos de canais em sete igarapés nas bacias dos rios Maracanã e Marapanim, sendo seis deles cruzados por estradas, e um não, como referência. Todos igarapés estão localizados na região nordeste do estado do Pará, sendo cinco nos municípios de Igarapé-Açu e Marapanim, inseridos em uma paisagem agrícola, e dois no município de São Francisco do Pará, inseridos em uma matriz florestal. Dos seis igarapés cruzados por estradas, cinco apresentaram a formação de amplas áreas alagadas. Nestes locais, foram selecionados três trechos do sistema fluvial para amostragem de peixes: um à montante do alagamento, um no próprio alagamento e outro à jusante. No igarapé que não apresentava alagamento, selecionou-se, apenas dois trechos: montante e jusante do cruzamento da estrada sobre o canal. Os ambientes selecionados foram amostrados uma vez, entre junho e novembro de 2010, por técnicas de censo visual, em segmentos de 200 metros de extensão. Foram registradas 73 espécies distribuídas em seis ordens, 26 famílias e 63 gêneros. Characiformes (38,4%) e Siluriformes (31,5%) foram as ordens mais representativas em números de espécies. Characidae, com 15 espécies (20,5%), e Cichlidae, com 10 (13,7%) foram as famílias mais representativas em número de espécies. Estas espécies foram organizadas em 18 grupos tróficos funcionais (GTF), formados de acordo com a tática alimentar observada com maior frequência para cada espécie e sua distribuição espacial observada durante as sessões de mergulho ad libitum. Os alagamentos impuseram modificações na estrutura biótica e física dos igarapés. Estes ambientes apresentaram menor número de espécies, maior abundância e menor diversidade de espécies e de GTF em relação aos trechos à jusante e à montante. Os alagamentos apresentaram maior largura, profundidade e temperatura; e menor velocidade e oxigênio de dissolvido quando comparados aos trechos de igarapés à montante e à jusante. O uso da abordagem de grupos tróficos funcionais facilitou na inferência de como o processo de fragmentação da rede fluvial interfere na estrutura da assembleia de peixes estudada.
Resumen : Badly planned roads crossing streams can generate small impoundments in channel segments upstream these crossings, turning lotic environments into lentic ones. The aim of this work was to study the diversity and functional structure of fish communities in anthropic impoundments in northeastern Pará state. These impoundments are formed due to roads construction on the riverine network, with large or small impacts on the hydrological connectivity, subject that is largely ignored for Neotropical lotic systems. Eighteen reaches were sampled in seven streams: six crossed by roads, and one not crossed by roads, used as a reference. Five streams are located in the cities of Igarapé-Açu and Marapanim in an agricultural landscape, and two in the city of São Francisco do Pará in a forest matrix. Five of six streams crossed by roads showed the formation of large impounded areas. In these locations three reaches were selected to sample fish: one upstream, one inside, and another one downstream the impoundment. In the not impounded stream only two reaches, upstream and downstream the road crossing the channel, were selected. The selected environments were sampled once between June and November, 2010, using visual census techniques (ad libitum and linear transect) in 200 m extension reaches. Seventy three species distributed in six orders, 26 families and 63 genera were registered. Characiformes (38.4%) and Siluriformes (31.5%) were the most representative orders in species number. Characidae, with 15 species (20.5%), e Cichlidae, with 10 (13.7%), were the most representative families in species number. These species were organized in 18 functional trophic groups (FTG) formed according to the most frequency observed feeding tactics to and its observed spatial distribution during the diving sessions. The impoundments enforced modifications in the streams biotic (assemblage taxonomic and functional structure) and physical structure of the streams. These environments showed lower species richness, higher abundance and lower FTG diversity in relation to the upstream and downstream reaches. The impoundments showed larger width, depth and high temperature besides less average speed and dissolved oxygen when compared to the upstream and downstream reaches. The use of functional trophic groups approach allowed to understand how the riverine network fragmentation process interfere in the studied fish assemblage structure.
Palabras clave : Ictiofauna
Peixe
Bacia do Rio Maracanã (PA)
Bacia do Rio Marapanim (PA)
Igarapé
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA APLICADA
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Sigla da Instituição: UFPA
MPEG
EMBRAPA
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Aparece en las colecciones: Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_EstradasAlagadosAntropicos.pdf37,85 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons