Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/6940
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMIRANDA, Luci Pfeiffer-
dc.creatorRESEGUE, Rosa Miranda-
dc.creatorFIGUEIRAS, Amira Consuêlo de Melo-
dc.date.accessioned2015-10-13T12:03:52Z-
dc.date.available2015-10-13T12:03:52Z-
dc.date.issued2003-06-
dc.identifier.citationMIRANDA, Luci Pfeiffer; RESEGUE, Rosa Miranda; FIGUEIRAS, Amira Consuêlo de Melo. A criança e o adolescente com problemas do desenvolvimento no ambulatório de pediatria. Jornal de Pediatria, Porto Alegre, v. 79, supl. 1, p. 33-42, jun. 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572003000700005&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 9 out. 2015. <http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572003000700005>.pt_BR
dc.identifier.issn1678-4782-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6940-
dc.description.abstractOBJECTIVE: to review the literature on outpatient care of children and adolescents with developmental disabilities, focusing on prevention, early diagnosis, treatment, outcomes and rehabilitation. SOURCES OF DATA: search of Medline and Lilacs databases; publications of scientific committees of institutions for children with special needs; and outpatient care reports of reference centers for the treatment of children and adolescents with mental and developmental disabilities. SUMMARY OF THE FINDINGS: this population presents health problems associated with the basic pathology and its consequences in addition to the usual problems of the specific age group. The etiology of developmental disorders and the main characteristics of each type of disability are discussed. Special attention is given to outpatient pediatric care. CONCLUSIONS: the most recent study of the Brazilian population, performed in 2000, showed that 14.5% of this population presented some type of developmental deficiency. Therefore, developmental problems are one of the most prevalent health problems among children and adolescents. Consequently, pediatricians need to be prepared to evaluate and identify factors that may influence normal children development. Pediatricians are responsible for prevention, early diagnosis and coordination of the multidisciplinary treatment of these patients in addition to basic medical assistance, which is essential to guarantee the patients' good quality of life.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPediatriapt_BR
dc.subjectCriançaspt_BR
dc.subjectAdolescentespt_BR
dc.subjectDesenvolvimento infantilpt_BR
dc.subjectServiços ambulatoriais de saúdept_BR
dc.subjectAssistência integral à saúdept_BR
dc.subjectDeficiências do desenvolvimentopt_BR
dc.titleA criança e o adolescente com problemas do desenvolvimento no ambulatório de pediatriapt_BR
dc.title.alternativeChildren and adolescents with developmental disabilities in the pediatric outpatient clinicpt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.resumoOBJETIVO: revisar a literatura e os princípios básicos sobre o atendimento ambulatorial da criança e do adolescente com alterações no desenvolvimento, salientando os aspectos da prevenção, detecção e intervenção precoce, inclusão e reabilitação. FONTE DE DADOS: pesquisa nas bases de dados Medline, Lilacs, nas publicações de comitês científicos, de instituições para portadores de necessidades especiais e protocolos sobre assistência ambulatorial em centros de referência para crianças e adolescentes portadores de deficiências. SÍNTESE DOS DADOS: esta população-alvo apresenta, além dos problemas de saúde típicos de sua faixa etária, os relacionados à sua patologia de base, ou às conseqüências dessas. Este artigo traz ao pediatra as principais causas de distúrbios de desenvolvimento e as características de cada forma de deficiência, ressaltando os cuidados necessários na sua abordagem nos ambulatórios de pediatria. CONCLUSÕES: o censo brasileiro de 2000 aponta que 14,5% da população brasileira apresenta algum tipo de deficiência, posicionando os problemas de desenvolvimento como um dos mais prevalentes agravos da infância e da adolescência. Assim sendo, todo pediatra há que estar atento ao desenvolvimento das crianças e adolescentes e aos fatores que possam influir sobre ele. Do pediatra depende a prevenção, o diagnóstico precoce e o tratamento em tempo hábil, sendo insubstituível na coordenação da assistência multidisciplinar, bem como na inclusão desta clientela na assistência básica à saúde, fundamentais na definição do prognóstico e da qualidade de vida dos portadores de deficiências.pt_BR
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAMED/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_CriancaAdolescenteProblemas.pdf60,66 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons