Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/7200
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorPOMPEU, André José Santos-
dc.date.accessioned2016-12-22T16:22:35Z-
dc.date.available2016-12-22T16:22:35Z-
dc.date.issued2016-05-30-
dc.identifier.citationPOMPEU, André José Santos. Monções amazônicas: avanço e ocupação da fronteira noroeste (1683-1706). 2016. 148 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7200-
dc.description.abstractThis research is of the occupation and construction of the Northwest border of the Amazon, during the end of seventeenth and early eighteenth century. Starting from the idea that the Northwestern Amazon is characterized as a "border zone" where different actors - Indians, Portuguese, Spanish and Dutch - had the opportunity to exchange social experiences and cultures in order to get the supremacy in that region. Aiming to the Northwest Amazon was more the result of power relations at the local level, as in the case of Portuguese monsoons and the Jesuit mission of Maynas than an imperial enterprise. Taking an experience from the colony to be reaffirmed in the metropolis.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectHistória socialpt_BR
dc.subjectHistória - Séc. XVII - XVIIIpt_BR
dc.subjectHistória, 1683-1706pt_BR
dc.subjectFronteira noroeste da Amazôniapt_BR
dc.subjectMonções portuguesaspt_BR
dc.subjectMissão jesuítica de Maynaspt_BR
dc.subjectAmazônia brasileirapt_BR
dc.titleMonções amazônicas: avanço e ocupação da fronteira noroeste (1683-1706)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA DO BRASIL COLONIApt_BR
dc.contributor.advisor1CHAMBOULEYRON, Rafael Ivan-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7906172621582952pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6258091999802208pt_BR
dc.description.resumoA presente pesquisa versa sobre a ocupação e construção da fronteira noroeste da Amazônia, durante o final do século XVII e início do século XVIII. Partindo da ideia de que o noroeste amazônico se caracteriza como uma “fronteira-zona”, onde diferentes atores – índios, portugueses, espanhóis e holandeses – tiveram a oportunidade de trocar experiências sociais e culturas com a finalidade de obter a supremacia na região em destaque. Objetivando que o noroeste amazônico foi muito mais fruto das relações de poder na esfera local, como o caso das monções portuguesas e da missão jesuítica de Maynas, do que um empreendimento imperial. Levando uma experiência a partir da colônia para ser reafirmada na metrópole.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em História Social da Amazôniapt_BR
Appears in Collections:Dissertações em História (Mestrado) - PPHIST/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MoncoesAmazonicasAvanco.pdf2,09 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons