Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7459
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 6-Aug-2015
metadata.dc.creator: CORPES, Rosana Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Joyce Kelly do Rosário da
Title: Produção e avaliação da atividade antioxidante de metabólitos secundários de Piper divaricatum G. Meyer sob diferentes condições de cultivo
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: CORPES, Rosana Silva. Produção e avaliação da atividade antioxidante de metabólitos secundários de Piper divaricatum G. Meyer sob diferentes condições de cultivo. 2015. 60 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia.
metadata.dc.description.resumo: Muitas espécies do gênero Piper apresentam ampla distribuição na Amazônia e diversas aplicações biológicas devido a grande diversidade estrutural de seus metabólitos secundários. A espécie Piper divaricatum, é endêmica da Amazônia e produz em seu óleo essencial elevadas concentrações de metileugenol (50 – 90%), um fenilpropanóide com propriedade antioxidante e fungicida. Devido às suas potenciais aplicações, o objetivo deste estudo foi o estabelecimento do cultivo in vitro e a comparação da biossintese dos metabólitos secundários e propriedades antioxidantes com o cultivo in vivo. Para o estabelecimento do cultivo in vitro foram utilizados ápices caulinares cultivados em meio Murashige e Skoog , acrescido do regulador de crescimento BAP 0,5 mg.mL-1. Para o cultivo in vivo, foram propagadas microestacas em casa de vegetação no substrato vermiculita e adição de solução nutritiva de Murashige e Skoog. Os compostos voláteis identificados nas folhas das plântulas cultivadas in vivo foram metileugenol, β-elemeno e E-β-ocimeno, os quais não diferiram do cultivo in vivo, com exceção dos 90 dias. O cultivo in vitro das raízes não se mostrou eficiente para produção de fenilpropanóides e apresentou um perfil bastante diferenciado em relação ao cultivo in vivo de terpenos. De uma maneira geral, para as plantas cultivadas in vitro não houve diferença estatística significativa no teor de compostos fenólicos e na atividade antioxidante das folhas. No entanto, a atividade antioxidante das raízes foi bastante expressiva. Os resultados obtidos reforçam a hipótese de que plantas regeneradas in vitro podem sintetizar metabólitos semelhantes a planta-mãe e manter suas propriedades biológicas.
Abstract: Many species of the genus Piper are widely distributed in the Amazon and various biological applications because of large structural diversity of its secondary metabolites. The species Piper divaricatum, is endemic in the Amazon and produces in its essential oil high concentrations of methyleugenol (50-90%), an phenylpropanoid with antioxidant and fungicidal properties. Because of its potential applications, the objective of this study was to establish the in vitro cultivation and comparing the biosynthesis of secondary metabolites and antioxidant properties with the in vivo cultivation. For establish the in vitro culture were used shoot apexes on Murashige e Skoog medium with addition of regulator BAP 0.5 mg.mL-1. For in vivo cultivation, micropiles were propagated in the greenhouse in vermiculite and adding nutritious Murashige e Skoog solution. The volatile compounds identified in the leaves of seedlings grown in vivo were methyleugenol, β-elemene and E-β-ocimene, which did not differ from in vivo cultivation, with the exception of 90 days. The in vitro culture of roots was not efficient to produce phenylpropanoids and presented a very different profile compared to the in vivo cultivation of terpenes. In general, for plants in vitro cultivated there was no statistically significant difference in the phenolics compounds content and antioxidant activity in the leaves. However, the antioxidant activity of roots was significant. The results support the hypothesis that in vitro regenerated plants can synthesize metabolites similar the matrix plant and maintain their biological properties.
Keywords: Piperaceae
Antioxidantes
Metabólitos
Essências e óleos essênciais
Compostos fenólicos
Atividade antioxidante
Cultivo in vitro
Micropropagação
Metileugenol
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Biotecnologia (Mestrado) - PPGBIOTEC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ProducaoAvaliacaoAtividade.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons