Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7506
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: Oct-2014
Authors: VALÉRIO, Erika da Silva
First Advisor: TEIXEIRA, Francisco Martins
First Co-Advisor: BARBOSA, Wagner Luiz Ramos
Title: Avaliação da atividade dos extratos hidroetanólico de Chenopodium ambrosioides L. e de Eucalyptus alba Reinw ex Blume, frente a cepas de Mycobacterium sp
Other Titles: Evaluation of activity of hydroethanolic extracts Chenopodium ambrosioides L. and Eucalyptus alba Reinw ex Blume, against strains of Mycobacterium sp
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: VALÉRIO, Erika da Silva. Avaliação da atividade dos extratos hidroetanólico de Chenopodium ambrosioides L. e de Eucalyptus alba Reinw ex Blume, frente a cepas de Mycobacterium sp. 2014. 102 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Resumo: Chenopodium ambrosioides e Eucalyptus alba são espéciesutilizadas na medicina popular para o tratamento da tuberculose e expectoração. O presente trabalho teve o objetivo de determinar os parâmetros físico-químicos e microbiológicos, definir o perfil fitoquímico e avaliar as atividades antimicobacteriana, citotóxica, imunomodulatória e toxicológica in vivo dos extratos e frações. Na avaliação físico-química e microbiológica dos extratos de C. ambrosioides e de E. alba, foram encontrados parâmetros em conformidade com a literatura específica para plantas medicinais. A prospecção fitoquímica dos extratos revelou a presença de saponinas, esteroides, triterpenoides, fenóis e taninos, o extrato de C. ambrosioides apresentou também proteínas e aminoácidos, enquanto o extrato de E. alba foi positivo para ácidos orgânicos e lactonas. Os resultados do método da microdiluição em caldo e da microdiluição utilizando Alamar Blue evidenciaram moderadas atividades frente à Mycobacterium fortuitum do extrato de E. alba e da fração acetato de etila (FAcE) de E. alba; a fração clorofórmica (FCl) de C. ambrosioides e a FAcE de E. alba foram moderadamente ativas frente à Mycobacterium tuberculosis. A atividade citotóxica, avaliada pelo método do MTT, demonstrou que os extratos não reduziram a viabilidade celular nas concentrações testadas. No ensaio de imunomodulação, o extrato de E.alba apresentou potencial efeito anti-inflamatório, pelos métodos do inibição da produção de NO e TNFα. Não foram detectados sinais de toxicidade oral aguda dos extratos na dose de 2500 mg/kg em camundongos. Estes resultados sugerem o potencial antimicobacteriano da FAcE de E. alba e imunomodulador do extrato de E. alba, e podem servir como subsídio para estudos futuros com vista no isolamentode compostos ativos e elucidação de seus mecanismos.
Abstract: Chenopodium ambrosioides and Eucalyptus alba are species used in folk medicine for the treatment of tuberculosis and sputum. This study aimed to determine the physical-chemical, microbiological parameters, define phytochemical screening and evaluate antimycobacterial, cytotoxicity, immunomodulation, and toxicity in vivo activities of extracts and fractions. In physical-chemical and microbiological evaluation of C.ambrosioides and E. alba extracts, were found parameters in accordance with the specific literature for medicinal plants. The phytochemical screening of the extracts revealed the presence of saponins, steroids, triterpenoids, phenols and tannins, C. ambrosioides extract also showed proteins and amino acids, while the E. alba extract was positive for organic acids and lactones. The results of broth microdilution assay and microplate alamar blue assay showed moderates activities against the Mycobacterium fortuitum of E. alba extract and ethyl acetate fraction (FAcE) of E. alba; the chloroform fraction (FCl) of C.ambrosioides and the ethyl acetate fraction (FacEA) of E. alba were moderately active against the Mycobacterium tuberculosis. The cytotoxic activity, evaluated by MTT method, showed that the extracts did not reduce cell viability in the concentrations tested. In the immunomodulation assay, E. alba extract presented potential anti-inflammatory effect, by the methods of inhibition the production of NO and TNFα. No signs of acute oral toxicity of the extracts at a dose of 2500 mg/kg in mice were detected. These results suggest the potential antimycobacterial the FAcE of E. alba and immunomodulatory of E. alba extract and can serve as a resource for future studies, aimed at isolation of active compound and elucidation of their mechanisms of action.
Keywords: Chenopodium ambrosioides
Eucalyptus alba
Mycobacterium sp
Atividade antimicobacteriana
Toxicidade
Imunomodulação
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Farmacêuticas (Mestrado) - PPGCF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AvaliacaoAtividadeExtrato.pdf2,49 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons