Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7507
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 2015
Authors: SILVEIRA, Cinthia Cristina Sousa de Menezes da
First Advisor: MAIA, Cristiane do Socorro Ferraz
Title: Efeitos neurocomportamentais e no estresse oxidativo em ratos tratados com extrato etanólico de própolis amarela
Other Titles: Neurobehavioral effects and oxidative stress in rats treated with yellow propolis ethanolic extract
Citation: SILVEIRA, Cinthia Cristina Sousa de Menezes da. Efeitos neurocomportamentais e no estresse oxidativo em ratos tratados com extrato etanólico de própolis amarela. 2015. 110 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Resumo: A própolis é um material resinoso elaborado pelas abelhas que coletam matéria-prima de diversas partes de plantas, transformando-as pela adição de secreções salivares e cera. No Brasil, 13 tipos de própolis foram quimicamente caracterizados. Na própolis amarela do Mato Grosso do Sul foram identificados 15 compostos, todos pertencentes à classe dos triterpenos, e baixos teores de compostos fenólicos e flavonóides. Este trabalho tem como objetivo realizar ensaios comportamentais e bioquímicos com administração aguda de extrato etanólico de própolis amarela. Foram utilizados 8 grupos de ratos machos Wistar, 3 meses (n = 10 por grupo), divididos em controle (Tween 5%), controle positivo para atividade ansiolítica (diazepam), controle positivo para atividade antidepressiva (fluoxetina), controle positivo para efeito mnemônico (cafeína), 4 doses do extrato (1, 3, 10, 30mg/Kg). A administração do extrato foi realizada de forma aguda, via intraperitoneal. Os testes comportamentais utilizados foram campo aberto, labirinto em cruz elevado, nado forçado e esquiva inibitória. Após os testes comportamentais foi realizada a coleta de sangue na região intracardíaca dos ratos, para determinação de óxido nítrico, malondialdeído, catalase, superóxido desmutase e capacidade antioxidante total. Os resultados obtidos no teste do campo aberto demonstraram locomoção espôntanea preservada e atividade do tipo ansiolítica, resultado confirmado com o teste do labirinto em cruz elevado. No teste do nado forçado, o extrato etanólico de própolis amarela demonstrou ação do tipo antidepressiva. No teste da esquiva inibitória apresentou atividade mnemônica na dose de 30mg/Kg. Na avaliação da bioquímica oxidativa, o extrato reduziu a produção óxido nítrico e malondialdeído, sem alterar o nível de antioxidantes totais, catalase e superóxido desmutase, induzidos pelo estresse. Com estes resultados conclui-se que o extrato etanólico de própolis amarela possui atividade ansiolítica, antidepressiva, mnemônica e antioxidante.
Abstract: Propolis is a resinous substance produced by bees that collect raw material from different parts of plants, through the addition of salivary secretions and wax. In Brazil, 13 types of propolis were chemically characterized. In the yellow propolis of Mato Grosso do Sul were identified 15 compounds, all belonging to the class of triterpenoids, and low levels of phenolic compounds and flavonoids. This work aims to conduct behavioral and biochemical assays with acute administration of yellow propolis ethanolic extract. 8 groups of male Wistar rats, 3 months, were used (n = 10 per group) and were divided into control (Tween 5%), positive control for anxiolytic activity (diazepam), positive control for antidepressant activity (fluoxetine), positive control for mnemonic effect (caffeine), 4 doses of the extract (1, 3, 10, 30mg/kg). The extract administration was performed acutely, intraperitoneally. Behavioral tests were open field, elevated plus maze, forced swimming and inhibitory avoidance. After the behavioral testing was performed to collect blood in the intracardiac area of the animals for determination of nitric oxide, malondialdehyde, catalase, superoxide dismutase and total antioxidant capacity. The results obtained in the open field test showed spontaneous locomotion preserved and anxiolytic-like activity, confirmed result with the elevated plus maze. In the forced swimming test, the yellow propolis ethanolic extract demonstrated action of antidepressant-like. In the inhibitory avoidance test showed mnemonic activity at 30 mg/kg. In the evaluation of oxidative biochemistry, the extract reduced the production of nitric oxide and malondialdehyde without changing level of total antioxidant, catalase and superoxide dismutase, induced by stress. With these results it is concluded that the yellow propolis ethanolic extract has anxiolytic, antidepressant, mnemonic and antioxidant activity.
Keywords: Própolis
Extrato etanólico
Estresse oxidativo
Rato como animal de laboratório
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::NEUROPSICOFARMACOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Farmacêuticas (Mestrado) - PPGCF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfeitosNeurocomportamentaisEstresse.pdf1.76 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons