Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7859
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 21-Jun-2013
metadata.dc.creator: MIRANDA, Jonathan Guimarães e
metadata.dc.contributor.advisor1: CHADA, Sonia Maria Moraes
metadata.dc.contributor.advisor2: ROCHA, Sérgio de Figueiredo
Title: Música no palco: ansiedade de performance musical em estudantes de música em Belém do Pará
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: MIRANDA, Jonathan Guimarães e. Música no palco: ansiedade de performance musical em estudantes de música em Belém do Pará. Orientadora: Sonia Maria Moraes Chada. 2013. 127 f. Dissertação (Mestrado em Artes) - Programa de Pós-Graduação em Artes, Instituto de Ciências da Arte, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7859. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Ansiedade de Performance Musical (APM) é reconhecida como uma desordem classificável como uma variante da Fobia Social de acordo com o DSM-IV (APA, 1994). É caracterizada por manifestações físicas, cognitivas e comportamentais relacionadas à performance e pode atingir músicos de todas as idades e níveis. Poucos estudos têm investigado a APM em estudantes de música brasileiros e nenhum deles foi realizado no norte do Brasil. O presente estudo investigou a ocorrência de APM entre os estudantes dos cursos técnicos de música do Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG) e da Escola de Música da Universidade Federal do Pará (EMUFPA), e do curso de Bacharelado em Música da Universidade do Estado do Pará/Fundação Carlos Gomes, todos situados em Belém. Os dados foram coletados através da Escala K-MPAI, devidamente validada para a língua portuguesa, a qual é composta por 40 questões, alcançando uma pontuação máxima de 240. Quanto maior a pontuação, maior o nível de ansiedade. A amostra contou com um total de 128 alunos, sendo 89 homens e 39 mulheres, com idade entre 18-47 anos. Um questionário complementar investigou as manifestações mais frequentemente associadas à ansiedade de performance e questões relacionadas as oportunidades locais para apresentações públicas para os músicos. A análise estatística foi realizada através do SPSS. Os resultados mostraram que a pontuação mínima no K-MPAI foi de 26 e a máxima de 208. As mulheres tiveram maior média na pontuação (124,4 ± 33,8) que os homens (98,5 ± 32,3) e não houve diferenças nos escores K-MPAI médios quando se comparou diferentes classes de instrumentos (madeiras, metais, cordas, violão, canto, piano e percussão) ou grupos etários (<20, 21-30, 31-40, >40 anos). Comparações entre os alunos dos três diferentes cursos de música mostraram que o escore K-MPAI médio dos estudantes da EMUFPA foi menor do que os do IECG, indicando que este grupo pode apresentar mais problemas de ansiedade. A manifestação cognitiva mais citada (por 49,2% dos alunos) foi "a preocupação do que as pessoas estão pensando sobre mim". A grande maioria dos alunos (96,1%) manifestou o desejo de realizar mais apresentações públicas; eles (86%) também acham que esta prática ajuda a diminuir a ansiedade. Este é o primeiro estudo sobre o tema realizado localmente. A pesquisa mostrou que muitos estudantes de escolas de música em Belém sofrem de considerável ansiedade associada à performance musical, e que as mulheres tendem a ser mais ansiosas do que os homens. As causas subjacentes à ansiedade precisam ser investigadas e os resultados obtidos fornecem dados iniciais para o desenvolvimento de novas metodologias de ensino, para incentivar a discussão sobre o problema e estimular a busca de medidas eficazes que poderiam minimizar as manifestações de ansiedade em estudantes de música.
Abstract: Music Performance Anxiety (MPA) is recognized as an anxiety disorder classifiable as a variant of social phobia according to the DSM-IV (APA, 1994). It is characterized by physical, cognitive and behavioral manifestations linked to performance that can impact musicians of all ages and levels. Few studies have investigated MPA in Brazilian music students and none of them were carried out in Northern Brazil. The present study investigated the occurrence of MPA among students from the secondary level music schools Carlos Gomes State Institute (IECG) and Music School of the Federal University of Pará (EMUFPA), and from the tertiary level Bachelor in Music Course of the State of Pará University/Carlos Gomes Foundation, all situated in Belém. The data was collected using the K-MPAI scale properly validated to Portuguese, which is composed by 40 questions giving a maximum score of 240. Higher scores correspond to higher anxiety level. A total of 128 students, 89 males and 39 females, age 18-47 years, were included in the final sample. An additional survey investigated the most frequent manifestations associated with performance anxiety and other questions related to local opportunities for public performances for musicians. Statistical analysis was performed using SPSS. The results showed that the minimum score in the K-MPAI was 26 and the maximum was 208. Females had significantly higher mean score (124.4±33.8) than males (98.5+32.3) and there were no differences in the K-MPAI mean scores when comparing different classes of instruments (woods, metals, strings, guitar, singing, piano and percussion) or age brackets (<20, 21-30, 31-40, >40 years). Comparison between students from the three different music courses showed that the mean KMPAI score of students from EMUFPA was lower than those from the IECG, indicating that the latter group might presents more anxiety problems. The cognitive manifestation most frequently cited (by 49.2% of the students) was “the concern of what people are thinking about me”. The large majority of students (96.1%) expressed the desire to give more public performances; they (86%) also think that this practice helps to decrease their anxiety. This is the first study about the theme carried out locally. The survey showed that many students from music schools in Belém suffer from considerable anxiety associated with music performance, and that females tend to be more anxious than males. The causes underlying their anxiety need to be investigated and the results provide initial data for the development of new teaching methodologies, to encourage the discussion about the problem and to stimulate the search for effective measures that could minimize the manifestations of anxiety in music students.
Keywords: Música
Desempenho (Arte)
Ansiedade
Distúrbios da personalidade
Ansiedade de Performance Musical (APM)
Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG)
Escola de Música da Universidade Federal do Pará (EMUFPA)
Belém - PA
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::MUSICA
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Arte
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Artes
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Artes (Mestrado) - PPGARTES/ICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MusicaPalcoAnsiedade.pdf29,03 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons