Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7862
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 7-Mar-2014
metadata.dc.creator: SOLIS, Karol Natalie Lavado
metadata.dc.contributor.advisor1: ALMEIDA, Oriana Trindade de
Title: Uso dos recursos naturais e sazonalidade no estuário amazônico: estratégias e gestão dos produtores de açaí
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
FADESP - Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa
IDRC - International Development Research Centre
Citation: SOLIS, Karol Natalie Lavado. Uso dos recursos naturais e sazonalidade no estuário amazônico: estratégias e gestão dos produtores de açaí. 2014. 139 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.
metadata.dc.description.resumo: A dissertação abarca uma perspectiva sócio-econômica, ecológica e ambiental, com a finalidade de identificar e entender as respostas encontradas pelos produtores de açaí para melhorar o modo de vida frente às perturbações sociais, naturais e ambientais no ecossistema do Estuário Amazônico. A pesquisa foi realizada em cinco comunidades da região das Ilhas de Abaetetuba, Pará – Brasil. A amostra foi obtida mediante a técnica de bola de neve, e composta por 120 famílias ribeirinhas. Os diversos procedimentos (observação direta, entrevistas semi-estruturadas e abertas, fichas de informação diária de atividades de produção e elaboração de calendário ecológico sazonal) foram usados para subsidiar as análises, que se concentraram em analisar as estratégias econômicas de usos dos recursos naturais pelos produtores de açaí, como resposta de adaptação à sazonalidade do ecossistema. Os dados revelam que a exploração e venda dos frutos de açaí (78%) são as principais atividades econômicas da várzea estuarina, seguidas pelas atividades de pesca de subsistência (peixe: 64% e camarão: 63%), e pelo extrativismo de buriti (36%), que são consideradas atividades complementares na economia dos ribeirinhos. Essa situação está em risco pela intensificação do cultivo do açaí e pela tendência ao monocultivo desta palmeira, alterando a diversidade e os serviços do ecossistema estuarino. Porém, essas atividades não são desenvolvidas de forma isolada, mas fazem parte de um sistema complexo e integrado de produção e uso diversificado dos recursos naturais existentes, em vistas de gerar mais renda para as famílias. Mediante a adaptação (resiliência) gerada da convivência com as mudanças ou perturbações ambientais e econômicas (intensificação do cultivo do açaí, incremento da temperatura, intensificação das chuvas, poluição do ar e da água), a estratégia de diversificação das atividades econômicas vai permitir aos ribeirinhos ter maior renda bruta anual e melhorar a qualidade dos serviços ecossistêmicos (boa regulação do clima local, maior produção de nutrientes para o solo, e ter maiores estoques de carbono).
Abstract: The dissertation includes a socio-economic and ecological-environmental perspective in order to identify and understand the answers found by the producers of açaí to improve the way of life to social, natural, and environmental disturbances in the Amazon estuary ecosystem. The research was conducted in five communities in the Islands Abaetetuba, Pará - Brazil. The sample was obtained by the technique of snowball, and consisted of 120 riverine families. The various procedures (right observation, semi-structured and open interviews, information sheets daily production activities, and development of eco-seasonal calendar), were used to support the analysis, which focused on analyzing the economic strategies of uses natural resources by producers of açaí as adaptive response to seasonal ecosystem. The data reveal that the exploitation and sale of açaí fruits (78%) are the main economic activities of the estuarine floodplain, followed by fishing livelihoods activities (fish: 64% shrimp and 63%), and the extraction of Buriti (36%), which are considered complementary activities in the coastal economy. Situation that at risk by intensifying the cultivation of açaí and tendency to monoculture of the palm and services changing the diversity of the estuarine ecosystem. But these activities are not, however, developed in isolation, but are part of a complex and integrated system of production and diverse use of natural resources, in view of generating more income for families. By adaptation (resilience) generated from living with the changes or environmental and economic (intensification of cultivation of açaí, increasing temperatures, intensification of rainfall, air and water pollution), the disruption strategy of diversifying economic activities will allow riparians have higher annual gross income and improve the quality of ecosystem services (good local climate regulation, increased production of nutrients to the soil, and have higher carbon stocks).
Keywords: Recursos naturais
Açaí
Consumo de açaí
Cultivo
Desenvolvimento sustentável
Sazonalidade
Recursos naturais
Estuários
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA AMBIENTAL::ECONOMIA DOS RECURSOS NATURAIS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Mestrado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_UsoRecursosNaturais.pdf2,69 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons